Zé Ricardo, acreditamos em você. Mas coragem é fundamental!

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Coragem(do latim coraticum, do francês cor-age) é a capacidade (muitas vezes tida como virtude) de agir apesar do medo, do temor e da intimidação. Deve-se notar que coragem não significa a ausência do medo, e sim a ação apesar deste. O contrário da coragem é tida, normalmente, como covardia.

É dessa coragem que nosso técnico precisa para entrar em 2017 com o pé direito. É isso que difere o homem do menino, o pródigo do responsável, o leviano do perseverante e, fundamentalmente, o campeão do resto da turma. Quando digo coragem, não me refiro às escolhas pessoais de nosso treinador e muito menos a sandices peculiares. Como diria um velho sábio tibetano: gosto não se discute, lamenta-se! Hajamos por princípio e respeitemos sua decisão, mesmo que não concordemos com ela. Sua competência já foi provada ao longo deste primeiro ano no profissional, onde deu padrão tático e técnico ao bando dirigido por Muricy Ramalho.

Devemos torcer para que o Flamengo faça, realmente, o que o departamento de futebol vem bradando aos quatro cantos da Gávea quanto à montagem do elenco para o ano vindouro, quando afirma que primará pela dispensa dos não-aproveitáveis e pela utilização de 40% da base em sua formação, além das contratações pontuais. Para 2017, com um Flamengo bem reforçado (de acordo com as informações que temos sobre contratações – tema de uma próxima coluna), nosso estimado treinador será impelido (quase obrigado) a contar com os atletas de maior qualidade, montando um esquema de acordo com os jogadores que tem. O que ele não pode continuar fazendo é adaptar os jogadores ao esquema (engessado sobremaneira), como fez ao longo desta temporada onde (pasmem!!!) até o Cuellar foi escalado como atacante de ponta.

Continuo afirmando que o diferencial dos grandes treinadores é a coragem. Claro que capacidade técnica e experiência são qualidades precípuas ao cargo mas saber arriscar na hora certa, mesmo receoso de algum insucesso, é fundamental para a consolidação de uma mentalidade vencedora. Afinal, quem não arrisca, não petisca! Acredito piamente nisso. Partindo dessa breve análise afirmo, com plena convicção, que o “professor” fará um excelente trabalho na próxima temporada. Variações múltiplas de esquema tático, um grupo muito mais enxuto, qualificado e utilizando-se da garotada com a qual se acostumou a ganhar. Estes são preceitos fundamentais de técnico e elenco na caminhada rumo aos títulos.

É isso que esperamos de você, Zé Ricardo! Coragem rapaz! Estamos com você, incondicionalmente! Acreditamos no seu trabalho! Continue humilde, ouça mais, pondere mais sobre as opiniões. A Nação Rubro-Negra é mais inteligente do que você imagina e tem razão em alguns pontos de vista! Mesmo cobrando algumas mudanças, estaremos todos apoiando e torcendo para que você possa reconduzir nosso Mengão ao patamar protagonista de sempre. Que você se prepare bem e retorne, com a mente mais aberta, para uma pré-temporada rica em infraestrutura e com qualidade total no nosso novo Ninho do Urubu! Força, meu amigo! Que Deus o abençoe sempre!

O Flamengo Simplesmente é!
Saudações Rubro-Negras a todos!

Fabio Monken.

Veja também

  • Mais coragem e Menos panela. É o que esperamos para 2017.

  • no último jogo vi um pouco de coragem para ganhar o jogo contra o Atlético, não ganhamos, infelizmente Mancuello foi expulso covardemente, mas empatamos, espero que seja assim 2017.

  • Minha opinião é a seguinte: Zé Ricardo é melhor que a esmagadora maioria dos técnicos em atuação no Brasil. Isso ficou muito claro esse ano.

    Só trocaria ele por uma certeza, e certeza no Brasil é o Tite. Só. Agora, se for para apelar para técnicos estrangeiros, Jorge Sampaoli, Gareca, esses são as minhas “certezas estrangeiras” – e tangíveis também, lógico. Não vou especular o Klopp, Guardiola, Pochettino, Simeone, Conte.

    O resto, meus amigos, é pura aposta. Ainda não tem método que acerte 100% a escolha de treinador ou jogador, muito menos que garanta resultados imediatos.

    Milton Mendes, Fernando Diniz, Levir Culpi, Marcelo Oliveira, Osvaldo de Oliveira; alguém aí acha que algum desses técnicos fará um trabalho melhor que o Zé? Melhor ainda, algum deles vai conseguir entregar esses resultados imediatos que todos querem?

    São alguns questionamentos que eu faço. Não acho que o Zé é o Guardiola da vida, ou Ancelotti. Acontece que temos que trabalhar com pé no chão, bom senso. Eu não vejo isso na maioria das pessoas que pede a saída do Zé Ricardo.

    • Cara, tenho que concordar com você. Antes do zé. Achava que o Fernando Diniz era o melhor nome. Hoje, acho que a diretoria fez bem em manter o zé, mas continuo achando o Diniz um ótimo nome. Mas só acrescento que. 2017 é o ano do zé consolidar o trabalho dele. Ele foi destaque até pelo trabalho não muito bom dos anteriores. Mas tá na hora dele tirar mais do elenco.

      • Ele vai conseguir, eu confio nisso. Poderíamos até tentar trazer outro, mas como eu disse, seria apenas mais uma aposta. E um novo trabalho que teria que recomeçar.

        • Eu comparo ele com os jogadores vindos das categorias de base… Podem saber jogar mas sempre há oscilações, muitas vezes medo de arriscar e é claro a falta de experiência… Tudo isso vai se corrigir com o tempo. Nesse momento é muito precoce cravar que ele é bom ou ruim. Defendo NB a sequência do trabalho.

  • Com esse técnico nem do vasco no carioca venceremos, 1×0 mengão é certeza de recuar o time todo e no fim se rolar um empate será ótimo pra ele e na entrevista endeusando o gabriel(ajudante de lateral) e o sinaleiro caramujo.

  • Dificil botar alguma fé no ZR…

    Fico só pensando no mata mata e ele na beirada do campo esperando o momento certo de fazer uma substituição e fud… com tudo…

  • Fale por você. ..eu não acredito nessa bosta de aprendiz…

    • Eu tambem não!

  • Torcedor torce. Apoia. Incentiva. Acredita. É uma atividade passional por excelência. Tudo que ele faz, fala, acredita, manifesta é pela vontade única e exclusiva de ver o time ganhar, jogar bem, ter bom desempenho…nenhuma novidade nisso. Tampouco esperaria-se menos da mais fanática, apaixonada e numerosa torcida do país. Paixão é soberana e irracional. Há porém, que se destacar alguns aspectos que são negativos por parte de alguns rubro-negros que vai de encontro direto aos seus anseios de poder testemunhar um time(cada vez mais) forte, competitivo e vencedor. O que ocorre e que é compreensível (não aceitável) é que, por vezes, inflamado pela cólera advinda de uma frustração perante um sonho, um anseio, um objetivo não totalmente realizado (Hepta do brasileirão, p exemplo) o torcedor descarrega sua frustração vociferando asneiras e injustiças contra quem não merece. Há problemas na equipe do Flamengo. Todos temos um caminhão de falhas e defeitos a apontar, exigimos demissões se jogadores, técnicos, comissão, preparadores e até da presidência…neste tipo de comportamento há quem critica e aponta as falhas e tem a mente aberta ao diálogo e discussões civilizadas e não se atem a ofensas e acusações bobas típicas de neófitos mimados e autocentricos, e se concentra mais em buscar ideias e meios de remediar as falhas e buscar melhorea ajustes.
    No futebol, esta paixão nacional, há muita informação, especulação, devaneios. Raros são os comentários e ações sóbrias que levam equipes a manter uma alta performance em campo e uma “moral” alta dentro de um grupo para “blindá-lo” dos ” maus agouros”.
    Esta tem sido, de longe a melhor e mais bem sucedida gestão em décadas do Clube de Regatas do Flamengo, não é perfeita. Como são numerosos e complexos os desafios enfrentados ao longo da gestão Bandeira de Mello. Eles têm sido duramente criticados por especialistas, adversários, inimigos e pela própria torcida. Pelo menos uma parte que demora a entender o esforço e dedicação que esses homens têm feito pelo Flamengo. Quisera o mesmo fosse feito por cada jogador em campo, cada torcedor na arquibancada, no apoio e adesão ao Programa de Sócio-Torcedor, na compra de produtos oficiais licenciados, na ajuda direta e indireta para que o Flamengo alcance seu lugar de direito no cenário sulamericano e mundial.
    Estamos, paulatinamente, assistindo (finalmente) a ascensão do Flamengo rumo a soberania do Futebol brasileiro. Os próprios adversários admitem que nos próximos anos se tornará, cada vez mais difícil “segurar” o Flamengo. Acabamos de traçar uma rota irreversível rumo às Glórias inerentes à nossa história e tradição. Vislumbramos a fase embrionária. Porém, há ainda rubro-negros inebriados por ressentimentos obscuros, ojerizas inexplicáveis, sentimentos bipolares e atitudes contraditórias ao cenário descrito.
    Querem a dissolução da diretória, querem a cabeça do técnico, do auxiliar, a dispensa dos jogadores, em suas avaliações, quase tudo está errado, são todos incompetentes e perante seus julgamentos baseados em suas “suprasabedorias”, “supercompetências”, e “autoisenções ” é perfeitamente cabível é desejável a dissolução daquilo que “não presta”. Tal como a rainha vermelha de Alice no país das maravilhas, é preferível que se punam os incompetentes cortando-lhes a cabeça. Dúvido muito se aplicariam tal rígidez de julgamento a si mesmo ou seus próprios empreendimentos. Mas, hoje, criticar, apedrejar, apontar defeitos,pedir cabeça, julgar, condenar e descartar são as medidas preferidas dos “apaixonados” torcedores(?) para expressar o quanto amam o Flamengo. É, no mínimo, incômodo presenciar um show de horrores como esse em redes sociais, estádios e nos lugares onde passa O Mais Querido. Não quero incentivar um “olhar de Poliana” sobre as coisas Flamengas. Há jogadores que não estão no nível que almejamos. O técnico tem suas razões nem sempre em sintonia com a torcida. A diretoria, por vezes, prioriza o que não queremos. Temos problemas, imperfeições, ainda não temos o time, nem o mesmo joga aquilo que gostaríamos de testemunhar (como alguns tiveram a honra e o prazer de ver o time de Zico e Cia). Mas tampouco chegaremos a ver se boa parte da torcida não mudar esse comportamento negativista e ranzinza de focar só no que não está certo ou desagrada e, pra variar, fazer como um torcedor típico costuma fazer: apoiar, incertivar, TORCER à favor. Porque pra torcer contra, já bastam os antis. Devemos discutir os erros sim, mas mais do que aponta-los, que tal sugerir soluções, entrar em contato com a ouvidoria do clube, fazer campanhas para arrecadar recursos…etc SOMAR ao clube ao invés de deprecia-lo. APOIAR ao invés de achincalhar. Pois, no final das contas, estamos todos apenas, de passagem por essa indizível experiência do que é ser Flamengo. Que possamos contribuir para que seja prazerosa, que lembremos e entoemos os cânticos de glórias ao invés de lamentos. Abracemos nosso time e veremos que o Manto Sagrado será a bastilha Inexpugnável que o poeta vislumbrou e nos alertou. Sejamos mais Flamengo e menos mimimi…

    #Paz
    SRN

    • Acha que o flamengo está entrando para ser campeão e arrebentar na Libertadores?
      Menos que isso amigo é mediocridade!

      • Para o torcedor do Flamengo toda competição a qual o clube participar será para brigar pelo título. Mesmo que o time não esteja entre os favoritos. Esse é o espírito Flamengo, concorda?

        #Paz
        SRN

        • Sim, pena que essa diretoria não pense de forma! Porque a promessa é que teríamos um time para ganhar títulos e não isso que está aí!
          Economizando com técnico estagiário, renovando com jogadores velhos, mediocres e agora querem trazer um bichado!
          Diretoria muito boa no aspecto patrimonial, porém um fiasco no quesito futebol!

    • 1. Maioria do comentários são a favor da direitoria. Essa diretoria recebe poucas críticas, merecidamente. As que recebe, são no futebol e isso é normal.

      2. Ninguém quer a dispensa de todos os jogadores. Querem que não renovem com o Sheik, Chiquinho, Damião e MA. Que negociem o Cirino e o Gabriel. Os que reclamam do Fernandinho acham o custo benefício ruim, o Guerrero Idem. Isso não é todo mundo, e convenhamos, a maioria desses até você quer que vão embora.

      3. Aqui é um portal de discussão, se você quer um bocado de ursinho carinhoso dizendo amém é melhor por no discovery kids, não em um site de futebol ou política.

      • Discussões sempre são válidas. Pontos de vista diferentes ajudam a ampliar a visão. Não sou do perfil de dizer “amém”. Não entendo a agressividade e estupidez gratuita com um interlocutor só pelo fato de ter uma opinião diferente . Xingar, agredir, vociferar, ofender, desqualificar etc. não vai fazer seu argumento ( se é que existe um) ou sua opinião melhor, verdadeira ou mesmo desejável.
        Em resumo, só gostaria que houvesse maior sensatez ao (des)qualificar um trabalho como foi feito pelo Zé Ricardo.
        Pelo que entendo ele é o técnico que teve o melhor desempenho nos últimos anos em comparação com seus antecessores de “grife”.
        Pegou um time “esculhambado”. Deu padrão de jogo. Criou um clima de respeito e união no grupo. Fora ter sido campeão da Copa São Paulo como foi.
        Gostaria de ver ele dar chances a Mancuello, tirar o M. Araújo, Gabriel… ser mais ousado, variar o esquema tático, colocar o time mais ofensivo, dentre outras demandas da torcida. Porém, antes de mais nada, reconhecer suas qualidades e méritos.
        Ficar despejando metralhadora de críticas sem sugestões de melhora e ainda por cima agredindo verbalmente de forma gratuita e grosseira quem não concorda com suas idéias não ajuda e só expõe o quantidade de ignorância e ressentimento acumulados. Não importa se a discussão é futebol, política ou a programação de tv infantil.

        #Paz
        SRN

        • Xingar e depreciar é demais mesmo.

          Mas o nível educacional brasileiro é baixíssimo então vão ter sempre as pessoas assim, ainda mais na Internet que é terra livre.

          Sobre o ZR eu falei exatamente isso que você disse. Ele é bom de treino e ruim de jogo.

          Isso na libertadores é cruel. Mas decidiram dar essa chance dele fazer estágio no nosso campeonato mais importante.

  • Esse tecnico é um merda!
    Vamos tomar logo um monte de porrada por causa desse fracote!

  • Copo meio cheio ou copo meio vazio? sabe aquela historia do fabricante de sapatos que mandou dois vendedores dele para um pais para começar a exportar? ele tinha dobrado a produção de sapatos, só que no pais que os vendedores foram ninguém usava sapatos, como eles estavam em regiões diferentes um enviou uma mensagem dizendo “diminua a produção de sapatos, aqui ninguém usa sapatos”, o outro mandou outra mensagem dizendo “dobre a produção de sapatos, aqui ninguém usa sapatos”, pois bem, pra mim o Zé foi ousado e até demais, mas cada um com o seu ponto de vista, e que São Judas Tadeu continue nos ajudando.

  • Cada um dá a sua opinião

    A minha:
    Zé Ruela!

  • Acho engraçado isso… Se o Zé fizesse o que parece ser q a maioria da torcida quer, com certeza não teríamos ficado em 3 no BR, teríamos ficado lá em quinto ou sexto.. Pedem coragem e mudanças, mas não bancam o cara, na primeira oportunidade falam que trabalha mal que não presta… Isso pq (pasmem) fizemos a melhor pontuação dos pontos corridos em edição do BR com um técnico que fez SEU PRIMEIRO ANO NO PROFISSIONAL. Errou? Claro… Quero ver alguém “conquistar” 40 milhões de técnicos, mas não justifica a falta de paciência e a injustiça de atribuir culpa pela não conquista do título, montamos um time no meio do campeonato, até dia 13 não tínhamos um CT decente, temos mto jogadores medíocres, o Palmeiras mesmo não sendo brilhante fez “míseros” 80 pts, mas a culpa é do Zé Ricardo… As vezes até torço para ele sair e vermos quanto esse elenco é bom… Que contratem um pasteleiro de técnico e que venham os títulos.
    SRN

    • Um time com Diego, Guerrero, Arão, Muralha, Jorge, Rever era pra está em que lugar no campeonato brasileiro, com esse nível?

      • Futebol não é Fifa nem PES…O TIME DO INTER OLHANDO O ELENCO ERA PARA CAIR?
        SRN

        • Mas você falou como se tivesse sido um milagre ser terceiro colocado.

          Temos elenco pra isso. Se o ZR fosse um excelente treinador talvez tivéssemos até vencido.

          Quando estava vencendo critiquei e agora que nos últimos 8 jogos venceu 2 também critico. Vejo alguns méritos como no dia a dia da equipe, mas não confio nele pra libertadores. Acho o ZR sem critério e com leitura fraca do jogo.

          Você não respondeu minha pergunta… Você acha que nosso time no papel era pra estar em que lugar no campeonato?

          • Vc também não respondeu a minha…
            Eu acho ele um bom técnico, acho o elenco do Flamengo super valorizado…vc me cita Arão, muralha e Jorge como jogadores consolidados e não jogadores que PODEM vir a ser consolidados.. Cita um Rever que chegou da reserva, podia ser uma bomba, o Diego chegou na 21 rodada (eu acho, foi contra o grêmio)… Desconsidera o fato de que este foi o primeiro ano dele como técnico de um time profissional e fez a melhor pontuação dos pontos corridos(comandou o time). SIM ACHO ELE UM BOM TÉCNICO, NÃO É NEM PERTO DE PERFEITO ERROU ALGUMAS VEZES E INSISTIU EM ALGUNS ERROS… ENTÃO NA MINHA OPINIÃO NÃO FEZ MILAGRE MAS FEZ ALGO QUE NÃO ESPERAVA… Agora me responde minha pergunta anterior e quem faria um melhor trabalho que ele?(possível no mercado)
            SRN

  • Coragem, essa é a palavra!

  • Zé Ricardiola !

    • Zé Covardiola ou Zé Ousadiola!?

      • Zé Carambola! &;-D

        • Qual seu email pra eu enviar seu contrato com a praça é nossa?

          • O Liverpool vai entrar em campo agora contra o everton, aperte o cinto.

          • Maneeeee!

      • Zép Ricardiola

    • Marinho não vem mais..

        • Agora só falta esse Rômulo
          1 ano e meio sem jogar
          reserva
          meu Deus
          e renovamos o Despacho Araujo

          caral…!

          • Ele tem 20 partidas esse ano, acho que quem te disse que ele estava um ano e meio parado mentiu…

            Lá na rússia não tem tantas partidas como aqui.

          • é
            pode ser então que me informaram errado

      • Deus te leia

    • Não costumo comentar muito… mas sempre observo teus comentários . Uma das poucas pessoas que defendem Zé Ricardo. Eu sou um desses ” defensores ” . Apesar da pirraça dele com certos jogadores causar um tipo de estranhamento em nós, que o defendemos… no geral ele surpreendeu muito. Padrão tático da equipe com ele é simplesmente incrível. Boa recomposição, time compacto, e defesa bem treinada. A deficiência do ataque só pode ser creditada a nossos atacantes, porque não tem como ser falta de qualidade do Zé em treinamentos. O meio campo era muito contestado, uma peça chegou que fo o Diego, e organizou completamente o meio. Fica a esperança de que com mais peças no meio e atacantes de qualidade, o nosso treinador possa ser exaltado como realmente merece. Porque o que ele fez esse ano com o Flamengo há muito tempo não se via! E ao contrário de Andrade em 2009 não foi no ” embalo + sorte ” … foi pura qualidade do Zé Ricardo dar uma forma pra esse time, que desde 2015 era uma bagunça, que nem Muricy Ramalho esse ano conseguiu consertar. Nos resta confiar que nosso treinador vai nos dar alegrias esse ano com a continuação de um bom trabalho! SRN!

      • Acho desnecessário esses Rubronegros que entram pra comentar e não dizem nada de seu – só repetem o que os “grandes especialistas” jornalistas esportivos “arcoíris” que querem ver o Flamengo “se ferrar’ falam!
        Zé e o VSQ ainda vão derrubar mais e mais o prestígio e a grandeza do Flamengo, tornado-o com o tempo um mero time pequeno brasileiro. Como vocês podem ver, por exemplo, o Flamengo baixou de 21º no Ranking de clubes da CONMEBOL para 30º(1790 pontos), depois da “fatídica” desclassificação inexplicável no 1º confronto da Copa Sulamericana para o desconhecido Palestino.
        Por causa disso ele está no pote 3 do sorteio de grupos e vai ter que enfrentar no seu grupo, no mínimo, dois dos mais fortes times sulamericanos, pelo menos e isso vai dificultar ainda mais a nossa classificação dentro desse grupo para seguir disputando o título da Libertadores.
        Veja o mal que o Zé causou ao Flamengo ao menosprezar o time adversário e entrar com uma equipe toda desfigurada, desentrosada e sem nunca ter jogado junto antes!!!!!!!

        • Com certeza o Flamengo estava em primeiro nesse ranking, mas depois que foi eliminado pro Palestino caiu pra trigésimo. Os vexames anteriores não contaram, então colocar isso na conta do Zé faz todo o sentido, até pq, foi ele quem fez a análise fisiológica dos jogadores e detectou quem estava com risco de lesão.

          • kkkkkkkk

      • Como eu sempre digo. Crucificam o Zé por pequenos erros achando que outro técnico será perfeito. Será que com outro técnico chegaríamos a melhor campanha do Flamengo nos pontos corridos? Pode ser que até pudéssemos ser campeões, mas a possibilidade é bem remota. Quanto custaria esse técnico? Talvez se Muricy ainda estivesse, inviabilizaria a chegada de Diego, por conta da folha salarial.

        Sobre a ineficiência do ataque, o Flamengo é foi um dos times que mais finalizou no campeonato. Precisava de 10 chutes a gol pra fazer 1. Esse tipo de dado você jamais vai encontrar na argumentação dos antis Zé, pois a maioria só sabe dizer: panelinha do Jayme, xenofobia, não gosta de gringo e blá blá blá. Preferem a teoria da conspiração ao invés de pesquisarem e se aprofundarem. Mas isso não é questão de ser contra ou a favor, e sim de ter argumentos estruturados, mas é fato raro nesse povo.

        Vá pedir um argumento pra eles, eles dirão: volta pra cozinha, lave uma louça e etc… Acham que ofendem mas só alimentam a própria burrice.

        • Giulia Giulia Giulia..

          Você seria a miss coluna do Flamengo. So fica difícil quando lembramos de sua predileção pelo arausher!

          • Predileção por ele ser titular dentro das opções que temos, o resto é apenas dificuldade de interpretar.

          • Sim, Cuellar chora por isso.

          • Ao invés de chorar, deveria trabalhar pra evoluir em alguns aspectos, como a recomposição, velocidade e afobação. Se fizer isso, será titular com facilidade.

          • Kkkkkkkkkkkk e verdade.

Comentários não são permitidos.