Revista Veja acusa Godinho de criar ligação entre Eike e Maracanã

A revista Veja publicou um artigo acusando o ex-vice presidente de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, preso na última semana em uma operação da Lava Jato, de ser “a ponte entre Eike Batista e o Maracanã”. A matéria afirma que Godinho, braço-direito de Eike, teria convencido o empresário, que nem gosta muito de esportes.

“Então alto executivo do grupo EBX, ele o convenceu a administrar o estádio por interesse próprio. Anos depois,  Godinho tornou-se  também  vice-presidente do Flamengo. A estratégia incluiu ainda uma intermediação junto ao então governador, Sérgio Cabral.”

Logo que publicada, o jornalista Mauro Cézar Pereira (ESPN), por meio de seu Twitter, afirma que “Godinho não era dirigente do Flamengo na época da concessão do Maracanã e que Eike Batista obteve apenas 5% do consórcio e logo depois o vendeu”.

Veja também

  • Essa veja náo aprende, náo é? Recentemente ela acusou o Romário de ter dinheiro escuro em contas na suíça.
    Resultado, o peixe ganhou na justiça e a revista teve que publicar uma retratação.

    • MAS ELE TINHA .

      • Por que a veja perdeu?

        • O nome da revista já diz tudo. Não é pra ler, é pra ver.

        • Ele conseguiu provar que não tinha mas um tempo depois veio a tona a conta dele com o dinheiro.

          Ele disse que era da época dele de jogador e ele não lembrava dela.

  • Sempre a Veja… Revistinha nojenta.

  • Como sempre Veja praticando as especialidades da casa mentiras, meias verdades ou manipulações grosseiras de noticias para dar um rolo na mente do funcionais. Em se tratando de Veja a gente não pode nem bradar contra o absurdo porque com diria Valdir Espínosa: “Normal, normal…”

  • 1º Godinho não era dirigente do Flamengo.
    2º O grupo do Eike só tinha 5%.
    3º Veja mas não leia!

    SRN #OJornalismopedeSocorro

    • Essa veja adora aparecer Eduardo.
      Parece que querem me ter o nome do Fla nisso.

      • Hoje em dia me pergunto quem no meio jornalístico não quer aparecer… Infelizmente o meio jornalístico está podre, ninguém preza mais a informação, só os próprios interesses.

Comentários não são permitidos.