19 dos 33 gols do Flamengo no ano foram feitos no 2º tempo

A sede da vitória faz com que os clubes sempre tentem fazer o gol a todo custo pra largar na frente em busca do resultado. E quando conseguem, muitas vezes recuam ou cansam no 2º tempo, certo? Pois é, mas esse costume tão tradicional no futebol não acontece com o Flamengo. Enquanto muitos clubes tem uma queda de desempenho na 2ª etapa das partidas, o rubro-negro carioca faz o contrário e consegue manter e até melhorar o nível da equipe. Nesse ano, dos 33 gols da equipe em jogos oficiais, 19 foram feitos nos 45 minutos finais.

Contra o San Lorenzo pela Libertadores na última quarta-feira, esses números ficaram bem claros. Depois de ir pro intervalo empatando em 0x0, o Flamengo fez 4 no segundo tempo e ainda perdeu várias chances. Pelo Carioca, 14 dos 26 gols da equipe foram feitos na segunda etapa.

A qualidade do elenco pode ser levada em conta, já que o Flamengo tem um banco e até um time reserva inteiro de qualidade, como ficou claro na vitória sobre a Portuguesa no último sábado por 5×1. A vontade dos que substituem algum titular durante as partidas ou dos próprios reservas quando jogam uma partida inteira credenciam o Flamengo como uma equipe que não relaxa em campo e podem explicar esse grande desempenho da equipe no 2º tempo.

Mas não é só isso. O CEP Fla, inaugurado em fevereiro de 2016 com o objetivo de melhorar a saúde dos atletas, fez com que o clube evoluísse bastante na prevenção e recuperação de contusões. Os jogadores estão voando fisicamente desde o ano passado, quando encararam uma rotina desgastante de viagens enquanto não tinham o Maracanã, e mesmo assim não sofreram muitos problemas de contusão. Agora com o novo Ninho e com um elenco de mais qualidade, o projeto ficou ainda mais estruturado e os resultados dentro das quatro linhas ficam evidentes.

Veja também

  • “A vontade dos que substituem algum titular durante as partidas ou dos próprios reservas quando jogam uma partida inteira credenciam o Flamengo como uma equipe que não relaxa em campo e podem explicar esse grande desempenho da equipe no 2º tempo.” — Novidade… &;-D

  • Falta de assunto… mídia deve sentir falta de quando era crise atras de crise no Fla, troca de treinador a rodo, bondes e festinhas, etc.

  • “Pelo Carioca, 14 dos 26 gols da equipe foram feitos na segunda etapa.”

    Ou seja, praticamente metade no primeiro tempo e metade no segundo.

    TAN DAN DAÃÃÃÃÃÃNNN

  • Antes desse jogo então o flamengo tinha 29 gols, 15 marcados no segundo tempo contra 14.

    Estão sem ter o que fazer reportagem. Pior sou eu lendo.

    • Kkkk distribuição dentro da curva normal.

    • Cuidado, contra portuguesa 3 gols no primeiro tempo e só 2 no segundo. Será que a equipe está sem folego, sem pernas no segundo tempo? CEP inutil! /s

  • Com certeza o CEP tem influência nisso.
    Valeu diretoria!

Comentários não são permitidos.