Policiais barram torcedores rubro-negros no El Gasómetro

O Flamengo faz o jogo mais importante do ano hoje, às 21:45 (de Brasília), no El Gasómetro, estádio do San Lorenzo. Empolgada, após parceria com o clube argentino —onde os torcedores rubro-negros puderam comprar ingressos utilizando o sócio-torcedor—, a torcida rubro-negra comprou cerca de 2 mil ingressos para assistir a partida.

Porém nem tudo está dando certo por lá. Segundo um vídeo (veja abaixo) filmado pelo Paparazzo RubroNegro (@paparazzoRN no twitter), diversos torcedores ficaram fora do estádio e não assistirão a partida.

O motivo é o mais banal. Muitos adultos descartam o uso da identidade para dar prioridade à carteira de motorista, válida como documento em todo território nacional e em alguns lugares fora do Brasil, e ela está sendo um dos principais problemas para entrar no estádio, pois não está sendo válido.

No vídeo, segundo relato, um senhor de idade avançada foi barrado de assistir o jogo de dentro do estádio porque o documento tinha mais de dez anos de uso (vale lembrar que no Brasil há documentos que não precisam ser renovados).

Os torcedores que não adentraram no estádio terão de ficar retidos na área destinada a torcida rubro-negra. Todos os ingressos foram vendidos para a torcida do San Lorenzo e essa é uma maneira de proteção, segundo os policiais.

Veja também

  • Não entendo como eles conseguiram chegar na Argentina sem o documento de identidade. Mas se for esse o caso, realmente eles estão certos. Pode paracer banal para nós q somos brasileiros, mas o fato é q existe um tratado sul americano, no qual autoriza a saída e entrada de estrangeiros (sul americanos) em qualquer território da América do Sul, desde q tenha como documento, a identidade ou o passaporte. Resumindo, o documento de habilitação (do Brasil) não serve em outros países da América do Sul.

Comentários não são permitidos.