Portuguesa da Ilha inicia projeto de inclusão para autistas e deficientes

A nossa co-irmã, Portuguesa da Ilha do Governador, informou que vai iniciar um projeto de inclusão no clube. A ação que visa a inclusão de crianças autistas e deficientes é de pedido da vereadora Tânia Bastos, que também é sócia da Lusa:

–  Eu sou sócia da Portuguesa há muito tempo e sempre tive o sonho de trazer para a Portuguesa atividades esportivas e lúdicas para crianças e idosos e finalmente firmamos essa parceria. O clube, que já desenvolve diversas atividades sociais, agora abre espaço para os deficientes com especificação maior para o autismo. Só tenho que agradecer e parabenizar o trabalho sério da diretoria da Portuguesa. Hoje a Lusa é um dos primeiros clubes do Rio de Janeiro a abrir espaço para a inclusão social dessas crianças – falou a vereadora sobre o projeto

O Vice-Presidente do Clube, Marcelo Barros, contou que a Lusa procura profissionais que são qualificados para atender esses tipos de criança:

– Temos orgulho de abrir as portas para esse público. Estamos procurando profissionais gabaritados que possam ajudar no desenvolvimento dessas crianças, que agora serão batizadas pela família portuguesa – disse.

Na semana passada, o Flamengo ajudou a Lusa na liberação do imóvel de hasta pública, disponibilizando seu corpo jurídico com o encaminhamento de uma petição na 12ª Vara de Fazenda.

Através de uma nota oficial, a Portuguesa agradeceu à vereadora Tânia Bastos e ao Flamengo pelo apoio no projeto. Em breve, o clube vai anunciar uma conta corrente para quem quiser apoiar o projeto.

Quer acompanhar informações sobre a Lusa? Siga o twitter oficial do clube!

 

Veja também

  • Muito bonito e ainda mais extremamente importante.
    Parabéns!

Comentários não são permitidos.