GE: “Após sequência fora, Fla tenta embalar com oito de 10 jogos no Rio”

Se o início do Flamengo no Campeonato Brasileiro não foi bom, as próximas 10 rodadas dão esperança para que o time do técnico Zé Ricardo reencontre o caminho do topo da tabela, lugar mais frequentado no ano passado. Oito destas partidas serão no Rio de Janeiro – seis como mandante. Além disso, o Rubro-Negro terá, finalmente, a Ilha do Urubu, na Ilha do Governador, à disposição.

Desde a temporada passada, quando não tinha o Maracanã à disposição, jogadores e comissão técnica reclamaram diversas vezes da necessidade de viajar mesmo quando jogavam como mandante – Brasília, Espírito Santo, Amazônia foram alguns dos palcos utilizados. Agora, isso vai acabar. Nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), contra a Ponte Preta, o Flamengo estreia na Ilha do Urubu, sua casa pelos próximos três anos.

Até agora, nas seis primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro já atuou no Maracanã, no Serra Dourada, na Arena da Baixada, no Raulino de Oliveira, na Ilha do Retiro e na Ressacada. Os maus resultados (uma vitória, uma derrota e quatro empates) abalaram, mas não derrubaram o técnico Zé Ricardo, que agora terá a oportunidade de comandar a equipe ao lado da torcida e sem viagens. A equipe está em 15º lugar e já teve de encarar três protestos em aeroportos.

Zé Ricardo comandou seu primeiro treino no Ninho do Urubu nesta terça-feira (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Aliada ao novo estádio está a sequência de clássicos do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro. Depois da Ponte Preta, o Flamengo será visitante diante do Fluminense, no domingo, às 16h, no Maracanã. Por isso, não precisará viajar.

Depois, em sequência, o Rubro-Negro tem, como mandante: Chapecoense, São Paulo, Grêmio, Palmeiras e Coritiba. Entre as partidas como dono da casa, o Fla encara, como visitante: Bahia, Vasco (no Rio de Janeiro) e Cruzeiro. Por isso, dos 10 próximos jogos válidos pelo Brasileiro, o time só precisará sair da capital carioca duas vezes, para ir para Salvador e Belo Horizonte.

Na última temporada, em que terminou o Campeonato Brasileiro em terceiro, o Flamengo venceu 12 vezes e perdeu só duas vezes como mandante. Como visitante, a equipe, já sob comando de Zé Ricardo, foram oito vitórias e cinco derrotas.

Fonte: globoesporte.com

Veja também

  • Tem que aproveitar, que nem ano passado, no começo quando a maioria não dá nada (a pesar de valerem os mesmos pontos) Flamengo tem sequência com mando de campo, e o Palmerdas do Del Nero palmerdense vai dar sequência em casa na reta final.

    • Tem que vencer os times que estão na frente, vencer em casa , faz diferença.

  • Acabei de ler no site da globo que Diego Alves do Valência não faz mais parte dos planos do técnico para a próxima temporada, olha a chance aí Flamengo, grande goleiro e pegador de pênaltis.

  • Obrigação de título? Acho um exagero. No entanto, ele tem que estar entre os 4 primeiros colocados, para ao menos dizer que o ano não foi ruim. Na pior das hipóteses, no 6o. lugar. Senão, não teremos libertadores ano que vem… &;-D

    • Bicho, tu já tá completamente contaminado com o espírito conformista, pra não dizer derrotista, que anda ameaçando nossa tradição.
      Tomara que ninguém pense igual a você, o Flamengo tem obrigação de ganhar sempre, ainda mais agora com estes investimentos.

      Libertadores é prêmio de consolação e não meta.

      • “Bicho, tu já tá completamente contaminado com o espírito conformista, pra não dizer derrotista, que anda ameaçando nossa tradição.” — Conformista é uma coisa; realista é outra totalmente diferente… &:-D

  • Desses 24 ponto em disputa em casa, temos somar ao menos 20 para sonhar com o título e recuperar esses vacilos iniciais.

  • https://uploads.disquscdn.com/images/90d18803bb065918864329dee71ef22a0fc281be028ea800e81d8c1cc2ab1353.png

    Após 17 anos o Fla foi campeão Brasileiro em 2009, total escassez de títulos expressivos na década de 90 em diante, o que denota a má administração das gestões anteriores que não tiveram competência pra trazer estrutura, organização e dinheiro para o Clube.

    O Flamengo foi posto na lama, tanto financeiramente quanto na sua honra objetiva (a imagem que as pessoas tinham do Flamengo), e se não fosse essa gestão intervindo, poderíamos estar muito, mas muito pior mesmo.

    Por isso entendo a indignação do EBM quando certos “rubro-negros” criticam a gestão, chegando ao ponto de até xingar a equipe, isso é realmente uma insanidade.

    • Anos 90
      1 copa do Brasil
      1 brasileiro
      1 Mercosul
      3 estaduais
      1 copa Ouro Conmebol

      • Eita…3 estaduais em 500 anos, isso sim é time vencedor.

        • Vale lembrar que na decada de 90, os times cariocas eram praticamente nivelados. BOtafogo ganhou titulos importantes, vasco e o fluminense também.
          Hoje a diferença entre elenco do flamengo e os outros do RIo é muito maior, o investimento também.
          Talvez a escassez de titulo seja maior na decada de 2000 a 2010.

          • Escassez de títulos do Flamengo? Temos o Estadual de 2001, 2004, 2007, 2008, 2009, 2011, Copa dos Campeões de 2001, Copa do Brasil de 2006,
            Campeonato Brasileiro de 2009. Só no período que você falou.

          • Mas vc se contenta apenas com Estadual?

            Em 10 anos foram 3 títulos expressivos que levavam à Libertadores. Isso não é pouco?

            Se for assim, na era EBM já tem uma Copa do Brasil em 3,5 anos e quase beliscou o Brasileiro.

            Praticamente igualaria o número de títulos de 10 anos em apenas 3,5 anos de gestão, não está bom?

            Além de termos reais perspectivas de um time forte, com nomes de peso, a era EBM mudou todo o patamar do Flamengo, que hoje não se compara ao que era ontem.

          • Se você não chorou com o tri campeonato carioca com o golaço do Pet ou não se divertiu demais com o chororô alvinegro, sinto muito, pra mim valeu muito.

      • Você respondeu o que eu ia dizer, obrigado. Pra justificar o jejum da administração atual nego vem com esse papo furado de que o Flamengo não ganhava nada no passado.

      • EBM tem 3,5 anos de gestão e conquistou 2 estaduais e 1 Copa do Brasil, mas pagou o preço de ter um legado maldito de anos gestões anteriores que teve de sanar e, por isso, teve de montar times com jogadores fracos, mas mesmo assim ainda conseguiu beliscar esses títulos.

        O EBM além de ter reestruturado por completo o Clube, trouxe credibilidade e transparência que era algo impensável, além de sanar uma dívida que antes era quase impossível de se pagar.

        Resumindo, na década de 90 tivemos 7 títulos em 10 anos, e agora na era EBM temos 3 títulos em 3,5 anos.

        Como pode ver, a era EBM ainda está e muito no lucro, com a vantagem larga de ter colocado o Flamengo em outro patamar (moralidade, credibilidade, transparência, riqueza e estrutura), mas uma vantagem muito larga mesmo, que nem se pode comparar o Flamengo de ontem com o de hoje.

    • tb acho cara , ou esses caras viram o flamengo campeão do mundo e sumiram da terra, voltando em 2017 apenas ou sei lá o que, pq o que eu vi de time ruim do flamengo, sem perspectiva nenhuma de melhora, time com negreiros no ataque, borja, sambueza, maurinho na lateral, cassio, rocha…. são tantos, enfim acho q a galera se importa mt com zoeira de torcida adversária, nessa época o flamengo era pouco zoado, sabem pq? Pq não incomodava, ninguém pensava no time como candidato a titulo,era apenas mais um figurante, os antis qd zoam no fundo queriam ter um presidente como o nosso, principalmente um coirmão tri-rebaixado aí, ou alguém aqui queria voltar ao passado como eles voltaram com Euvírus? O Flamengo está sendo colocado num trilho de títulos, é só esperar q eles virão.

      • Isso aí mesmo, perfeito.

  • O flamengo tem que aproveitar essa sequência, pq no returno vao ser punk esses jogos seguidos fora de casa.

Comentários não são permitidos.