Gols de pênalti, assistências e busca por entrosamento: O 1º mês de E. Ribeiro no Fla

Éverton Ribeiro tem um mês de um futebol elogiável no Flamengo. Desde sua estreia no dia 25 de junho, contra o Bahia, disputou oito jogos, marcando dois gols e dando quatro assistências. Números esses que podem melhorar com maior entrosamento.

O meia chegou ao Flamengo após jogar duas temporadas nos Emirados Árabes. Estreando no meio do ano, ainda sofre para se entrosar com a equipe e, como o calendário brasileiro quase não dá espaço para muitos treinos, o jeito é conhecer os companheiros através da conversa.

“Ainda sinto um pouco a questão do entrosamento. Comentei isso com o Guerrero. Teve um lance em que ele virou de costas e dei a bola. Falamos depois e vi como prefere. Isso é com a sequência de jogos. O acerto precisa acontecer lá na frente para que os gols saiam. Vamos treinando e acertando nos jogos”, afirmou.

Mesmo se adaptando, Everton Ribeiro vem se tornando a cada partida mais decisivo e essencial ao time. No último sábado contra o Coritiba, o meia deu uma assistência e teve frieza para marca o gol de pênalti que deu a vitória ao Flamengo num momento de forte pressão.

O camisa 7 segue em evolução e se firma a cada dia mais como o parceiro ideal de Diego, mas como no último sábado mostra que sem o camisa 35, Éverton Ribeiro pode comandar muito bem o time rubro-negro.

Veja também