Marcel Rizzo: “CBF quer árbitro de vídeo especialista na função”

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) quer formar árbitros de vídeo (AV) especializados na função. A ideia é que se tenha profissionais que só façam, ou tenham prioridade, no acompanhamento de lances fora de campo para ajudar o árbitro de campo. Algo como ocorre com os assistentes, popularmente conhecidos como bandeirinhas, que são especialistas em atuar nas laterais do campo.

“Tem alguns [árbitros] que terão mais facilidade do que outros com o vídeo, por isso vão atuar mais. Vamos avaliar a performance dos treinamentos. Alguns árbitros correspondem melhor do que outros, têm mais agilidade, tudo isso será analisado para a escolha daquele que ficará na sala com os monitores”, disse o chefe da comissão de arbitragem da CBF, Marcos Marinho.

Como mostrou o blog na segunda (25), a ideia da CBF é que os árbitros mais bem ranqueados, ou seja, aqueles considerados os melhores pela confederação, continuem atuando dentro de campo. Estes só apareceriam como árbitro de vídeo caso percam no sorteio para apitar alguma partida – nesta lista estão Anderson Daronco, Sandro Meira Ricci e Luiz Flavio de Oliveira.

O sorteio, por sinal, não será feito para designar o árbitro de vídeo. “Pela legislação só é necessária para o árbitro principal. Os árbitros de vídeos serão designados pela comissão de arbitragem”, explicou Marinho.

Até o dia 11 de outubro, 64 árbitros e assistentes estão participando de treinamento em Águas de Lindoia, no interior de São Paulo. Dali sairão os mais bem avaliados, que num primeiro momento serão os preferidos para atuar como AV.

Há uma preocupação da comissão de arbitragem de evitar que haja exposição desses profissionais caso ocorram falhas – testes feitos pela Fifa em torneios como a Copa das Confederações e o Mundial de Clubes tiveram problemas como a demora de uma conclusão sobre a jogada verificada, e até da não verificação de infrações cometidas no lance.


Veja mais:


Ainda não há uma data para início do uso do AV na Série A do Brasileiro – uma estimativa é na rodada do fim de semana de 14 e 15 de outubro. É preciso que cheguem equipamentos que serão usados – as imagens serão geradas pela TV Globo, que detém os direitos de transmissão do campeonato.

Fonte: Blog do Marcel Rizzo | Uol

Veja também