Coluna do Torcedor: “Ganhamos! Mas ainda é preciso melhorar, e muito!”

Vencemos! Ufa. Saímos do jejum de mais de 640 minutos sem fazer gol fora de casa! Ufa. Acabamos com uma série de 10 jogos sem vencer fora de casa! Ufa. Diminuímos a distância para o grupo dos quatro primeiros! Ufa. Tudo isso é importante para a continuidade do trabalho, mas não dá para esquecer dos problemas visíveis da equipe durante o confronto contra a Chapecoense, neste domingo (15).

No fim, o 1 a 0 foi pouco, pelas boas chances desperdiçadas, principalmente após a abertura do placar, quando a Chape se abriu em busca do empate, para amenizar a situação complicadíssima que passa no torneio. Éverton Ribeiro bateu um pênalti ridículo (antes do tento de Diego) e Berrío perdeu um gol de forma assustadora.

Bom, dito as partes boas, vamos para as ruins, que precisam ser melhoradas de forma urgente. Não sei vocês, leitores e amigos do Coluna do Flamengo, mas tenho a impressão de que o time entrou em uma fase de homeostase. Ou seja, nada que aconteça, dentro ou fora de campo, faz a postura mudar. É inacreditável como os jogadores continuam sem brio, apáticos e, em alguns momentos, indiferentes ao que acontece na peleja.

Rueda teve uma semana para treinar, tentar novas soluções, e nada de diferente foi visto. Contra o Fluminense fez algumas mudanças que não deram certo, e contra os catarinenses, colocou a campo a equipe considerada ideal. No entanto, a forma de atuar é a mesma. Os volantes não projetam para o ataque. Diego e Éverton Ribeiro parecem que não falam a mesa língua. Éverton sumido pela esquerda e Guerrero isolado na frente, matando no peito ligações diretas e tocando para trás. Não há verticalidade e objetividade nas jogas. Basicamente, o time toca como sempre e cria como nunca. E este nunca é de forma literal.

Em uma das poucas jogadas que tiveram início, meio e fim, o gol saiu. Willian Arão conseguiu visualizar a subida de Berrío e fazer um belo passe. O colombiano viu a projeção de Diego no espaço aberto da defesa da Chape que estava exposta. O meia teve calma e bateu no momento certo para definir a vitória. Objetividade, projeção, aproveitamento do espaço, verticalidade e oportunismo. Tudo isso em pouco mais de seis toques na bola. Nada contra trocar passes, acho de extrema importância. Mas é preciso que deste domínio saiam boas oportunidades de marcar.

Por fim, deixo um questionamento que até agora não consegui responder, e espero que algum de vocês, caros amigos(as), possam me ajudar. Primeiro, o problema era um elenco ruim. A diretoria foi e qualificou, trazendo bons e caros jogadores. Depois, a culpa era do técnico. Zé Ricardo caiu e veio Rueda. O terceiro problema era o acumulo de cargo do presidente Eduardo Bandeira de Mello. Ele foi lá e chamou o Ricardo Lobo para ocupar a Vice-Presidência de Futebol. Mesmo assim, nada mudou. Tudo continua como sempre. E aí? Qual(is) o(s) problema(s) do Flamengo?

Matheus Brum
Jornalista

Quer debater este tema e outros do “mundo da bola”, segue “nóis” no Twitter: @matheustbrum

Concordou? Deixe seu comentário. Não curtiu? Deixe seu argumento. Tudo na base do respeito, cordialidade e democracia. Futebol é paixão e não ódio.

Quer ver sua coluna aqui no site? Envie para o e-mail redacao@colunadoflamengo.com que avaliaremos ela.


O conteúdo dessa “Coluna do Torcedor” pode não coincidir com o pensamento do Coluna do Flamengo. A responsabilidade é do autor.

Veja também

  • Alguns pontos que não precisa ser gênio para observar o seguinte : Guerrero precisa de alguém mais próximo e não de 2 pontas que não sabem tabelar; a Chape tem uma importante válvula de escape com o Apodi e Rueda não neutralizou e no final quase tomamos o empate; a displicência de alguns jogadores (o penalty foi o ponto alto) me espanta; as faltas de ataque, no ataque e em escanteio quando a defesa vai tentar o escanteio e ainda no mesmo, não é necessário subir os 2 pois temos o Guerrero, o Arão que são altos. Tivemos 2 faltas perigosas a nosso favor e não transformamos em gols; a do Diego entregou na mão do goleiro e a do Guerrero foi para fora e mesmo se fosse no gol o goleiro estava nela. Porque não treina uma jogada diferente ao invés de bater direto? Escolhe um bom chutador e role para ele pois está todo mundo focado no batedor e na barreira. Edmundo fazia muito isso e era um terror, pois desarma a defesa. Acho também o lateral forte na área , pois cria alternativa de ataque, vide Reinaldo (Chape), Leo (flores), MRocha (Galo). Tem que explorar alternativas .

  • Prefiro nem comentar, mais uma atuação pífia…

  • A maioria pediu a saída do Zé, agora tem que ter paciência. O Rueda mesmo já admitiu que tá aproveitando o que o Zé fez pra não mexer muito no time. Mas o trabalho dele só veremos mesmo na próxima temporada. Ou vcs já querem demitir outro técnico?

  • Cara esse time do Flamengo tem que treinar muito para ser ruim, o timezinho mequetrefe esse, o que o Everton Ribeiro e o Berrio fizeram hoje foi para mandar eles tomarem no C… na hora, como o Flamengo avalia mal as contratações, muitos jogadores que não estão rendem nada, Conca, Rômulo, Mancuello, Berrio … ; Valeu pelos 3 pontos, mas tá fod@!

    OBS: 1ª vitória do Rueda fora de casa e o 1º gol fora de casa também.

    SRN #IssoAquiÉFlamengo

  • Só conseguimos vencer a Chape, mais ninguém!!

  • Vejo Flamengo um time previsível e apático, falta coragem e vergonha na cara.

  • E O GOL PERDIDO PELO INCOMPETENTE BERRIO! “ATÉ EU FARIA” !!!

  • O IMPORTANTE FOI A VITÓRIA!
    MAS JOGAMOS MAL!
    OUTRA COISA: NÃO TEMOS COBRADOR DE PENALTES!

  • Seria o psicológico do time? Desde o baque da Liberta que o Fla não emplacou boa fase. Venceu jogos, chegou longe na CdB mas não teve futebol vistoso… Talvez falte algum jogador pra gritar com os demais e mandar reagir…

Comentários não são permitidos.