Com menos tempo, Rueda vive a pressão de “ano mágico” no Fla

Quando Eduardo Bandeira de Mello assumiu o Flamengo, em 2013, prometeu que ia “arrumar a casa” financeiramente para no futuro ter dinheiro para montar grandes times e ganhar vários títulos. Quatro anos depois, finalmente chegou o “ano mágico”, sonhado e idealizado por todos os torcedores.

No papel, um elenco considerado por quase todos os cronistas esportivos como um dos melhores do Brasil. No meio da temporada, mais peças para poder aumentar a expectativa. No entanto, não deu liga. E a batata quente agora está no colo de uma pessoa que acabou de desembarcar na Gávea.

Reinaldo Rueda chegou ao Flamengo para substituir Zé Ricardo, que vinha sendo duramente criticado pela torcida. De início, conseguiu fazer mudanças substanciais na equipe, que garantiram a ida para a final da Copa do Brasil e algumas vitórias no Campeonato Brasileiro. Porém, não estão sendo suficientes para acalmar os ânimos da torcida, sedenta por algum título nacional ou internacional.

Até agora, o colombiano tem aproveitamento menor que o seu antecessor. Em 13 jogos, são cinco vitórias, seis empates e duas derrotas (53,8% de aproveitamento). Já Zé Ricardo comandou a equipe em 79 partidas, com 48 vitórias, 25 empates e 16 derrotas (63,7% de aproveitamento).

Se Zé deixou como legado a eliminação precoce na Libertadores, Rueda tem na conta a eliminação na Primeira Liga e o vice-campeonato da Copa do Brasil. Com 50 dias à frente do clube, sem tempo para treinar e apenas agora podendo escalar todos os melhores jogadores (na Copa do Brasil não pôde usar os atletas não inscritos), “El Profe”, tem na Sul-Americana a salvação de um ano que tinha tudo para ser mágico e está se transformando em um pesadelo.

“Temos grandes nomes, jogadores com muita experiência. Cabe a nós assumirmos essa responsabilidade. Lamentavelmente, não estamos conseguindo os resultados de acordo com nossas expectativas. Essa será uma pausa que pode vir tanto para o bem quanto para o mal. Esperamos que esse clássico seja positivo para nós”, projetou o treinador.


Veja mais:


Depois de encarar o Fluminense no Brasileiro, vem o duelo decisivo na Sul-Americana, no fim do mês. Até lá, o Flamengo encara Chapecoense, Bahia e São Paulo em outubro. É a reta final e decisiva de um ano em que se pretendia brigar por todos os títulos.

Veja também

  • Pressão só das RICARDETES e de quem não entende de futebol. Infelizmente tem torcedores que só querem “lacrar” no Twitter. Geração barulhenta e fraca em todos os sentidos…

  • A galera ainda não se deu conta de que o Flamengo é um bom time e nada mais. O estilo e a proposta de jogo deve ser baseada no respeito ao adversário e mais pragmático. Mas a torcida em sua megalomania não enxerga isso e só aceita o time impondo o domínio e massacrando o adversário. NÃO TEMOS TIME PARA ISSO, ainda que tenha as suas forças e qualidades! O erro do Zé Ricardo foi justamente se diferenciar de 2016 (no qual fazia um gol e se fechava) ao tentar colocar o time para jogar do jeito que a torcida gosta (marcação alta, domínio de jogo e ataque constante). Viram no que deu! O Rueda certamente vai buscar uma proposta mais segura (e já fez alguns ajustes para isso, segurando o avanço dos laterais, recuando a marcação e colocando um volante com mais força no combate direto), mas ainda falta tempo para mais treino e a equipe se ajustar ao seu estilo de jogo, o que ele não vem tendo. E felizmente, só veremos isso na pré-temporada do ano seguinte. &;-D

  • Na minha opinião o Rueda vai ser até pior que o Zé Ricardo no Flamengo … Técnico estrangeiro nunca deu certo em nenhum time brasileiro, não é agora que vai dar, ainda mais com nosso jogadores de moral baixa e sem vontade

    • Acho o contrário. Sim, vai demorar mais o seu processo de adaptação (e esta é a minha grande preocupação, especialmente em vista da nossa torcida imediatista e bipolar), mas em contra-partida, conseguirá utilizar melhor os jogadores estrangeiros e propor um estilo de jogo mais “sulamericano”. No geral, continuamos com um técnico moderno e quem sabe, venha a privilegiar um futebol tático e pragmático, tal como foi 2016 com Zé Ricardo? &;-D

      • Queria ver Paquetá e Guerrero como dupla de atacantes. Everton Ribeiro e Diego nas meias… Mas é sonho

  • zAH CULPA É DO RUEDA , BANDO DE FDP ??????? BANANA DE MELO APADRINHA OS PEREBAS, RENOVA, DEIXA UM TECNICO FRACO QUASE DOIS ANOS, BOTA OS JOGADORES QUE ERAM TERCEIROS RESERVAS COMO TITULARES NO FLAMENGO, PROJETO MAL MONTADO… E AINDA VAMOS CITAR O RUEDA ??????? DIEGO CAGA, MURALHA CAGA, JOGAMOS SEM GOLEIRO ATE O DIEGO ALVES CHEGAR, REALMENTE RUEDA FORA, ESSE CARA NÃO MERECE PASSAR ESSA VERGONHA QUE TA PASSANDO !!

  • Cara um treinador que ficou um ano e pouco e um técnico que tem um mês e pouco… que fazer comparações como? Rueda tem menos jogos cara, claro que os números não batem…ridículo isso. Rueda pegou o bonde andando, existe um período de adaptação (idioma, entendimento do nosso futebol). Queremos títulos, claro, mas o imediatismo criticado om “ex”, querem repetir com Rueda? Não pediam tempo ao Zé e tal…vai haver sim a hora de cobrar, mas é prematuro. O ano segue, vamos ver ao final. CDB, foi jogo duro e empatado, decidido nos pênaltis, ai meu é outro papo. Rueda critica a sua maneira a atitude equivocadas equipe, o Zé não e vinha sempre com fala mansa e tudo certo, Rueda tirou MA e Cuellar assumiu e claramente ouve melhora, o Zé o mantinha de modo irritante e teimoso (protegia os perebas), Rueda acabou com o “chuveirol”, a grande tática do Zé, fazendo o time jogar bola…é nítida a melhora, mas claro tem problemas, como um ataque pouco efetivo, ainda falta equilíbrio, uma identidade, mas que se construirão tenho certeza. Rueda é muito bom técnico e cabe a nós apoiarmos, cobrando sim, mas acreditando no trabalho. Está muito no início.

    • E como estava o time quando o Muricy saiu e o Zé Ricardo assumiu? &;-D

    • Eu acredito no trabalho do rueda.esses jogos,e final de ano e bom para a adaptaçao e para ele ja ter noçao,para o ano que vem,de como e o futebol brasileiro.esta sendo um grande aprendizado para ele.fim do ano muitos perebas irao vazar.acho q a barca ja esta sendo montada…

    • Você tem razão quando diz que é prematuro crucificar o treinador nesse momento. Na verdade acho que esse ano não dá pra cobrar nada dele. Agora dizer que o time está jogando bola é um tanto exagerado. Não estamos jogando nada.

  • Espero que tenham paciência com Rueda, assim como tiveram com ZR. Rueda já é um técnico maduro, vencedor, não tem que provar nada a ninguém. Se não der certo, fica mais feio para o Flamengo que para o Rueda. Os jogadores e a diretoria é que precisam tomar vergonha na cara, ao inves de ficar se queimando!

    • A torcida não vê, tanto técnico quanto jogador consagrado quer participar de um elenco vencedor e não ser mais um no meio de um bando de perdedores. Se vê ER e Diego Alves já meio putos com o time porque ninguém faz gols.

      Viajaram na valorização, e eu confesso que fiz parte disso também achando que esse plantel era um dos melhores do Brasil, quando na verdade tem uma meia dúzia de bons jogadores e o resto de fraco pra medíocre.

      • Fiz uma avaliação no início do ano, classificando apenas Guerrero, Diego e Juan como jogadores de alto nível, enquanto que os demais eram mesclas de jogadores bons e medianos. Então, me criticaram… &;-D

        • O Flamengo é tão gigante, com tanta visibilidade, que a midia acaba supervalorizando os jogadores e a torcida cai na pilha. Não podemos esquecer que o elenco ainda tá cheio de jogadores que eram reservas em times menores, as chamadas “oportunidades de négocio”. Mas diga ai Ednei, quem voce acha que seriam boas contratações para o ano que vem?

          • Nomes? Não me ligo muito (embora tenha alguns jogadores que gosto muito). Mas não deixaria de contratar um zagueiro (rápido e jovem), um 2o. volante (pois já temos 3 que podem jogar como 1o. volante) e um atacante… &;-D

        • Edmito, vc manda bem várias vezes. Menos quando defende o Márcio Araújo. Aí tenho vontade de dar raiduuuuuguete na sua cara! Kkkkkkkkk SRN

          • Até concordo que dado o nível técnico atual do time, ele não tem condições de ser titular. Mas se a galera fizesse uma análise mais fria (sem sentimentalismo) e tática, veriam que ele é um jogador muito útil para ser mantido no elenco, em vista das suas características e particularidades (e é justamente isso o que defendo)! Mas infelizmente, os torcedores são muito passionais! &;-D

          • Ja virou pessoal, eu me incluo… desapega! Não se desgaste! Eu concordaria com vc se ó marcio araujo tivesse 24,25 anos… mas com 30 e poucos eh melhor ir dando jogo pro ronaldo… SRN

        • Você tem certa razão. Mas agora eu somaria a estes o ER é o Diego Alves. Cinco jogadores de alto nível já tem obrigação de levar o time a ser protagonista.

          • Ops, esqueci desse camaradas! &;-D

      • Também acho.

    • “Se não der certo, fica mais feio para o Flamengo que para o Rueda.” — Se o dispensarem ainda neste ano (o que acho improvável), concordo com você. Mas se ele pegar uma pré-temporada e não conseguir fazer os ajustes necessários… &;-D

      • Ai vc ta certo Ednei.

    • A diretoria vai ter. Mas não espere que a torcida tenha. Flamengo sempre foi assim. Infelizmente.

  • Esse bandeira é um banana msm, apadrinha os perebas do time e mantém esse Rodrigo Caetano, frouxo, não tem competência nenhuma pra ser diretor num clube do tamanho do Flamengo…

    • Rodrigo Caetano ja devia ter saido, quando tentou dar esporro em Vaz, EBM protegeu. E isso dentro do vestiário, na frente de todo mundo. Que tipo de comando é esse?

      • Você estava lá ? Não acredite em tudo que a mídia Rótula

        • É informação amigo! Mauro Cezar confirmou, Eric faria TB! Só fonte quente. E não vi ninguém desmentir…

  • No Flamengo é sempre assim, apoio total quando chega, tempo pra trabalhar, mas nas primeiras duas derrotas é fora Rueda.

    Mas os jogadores continuam…

    • Bipolaridade crônica.

    • E o VP tb continua, o diretor de futebol, o CEO…

Comentários não são permitidos.