Há quase três meses sem vencer fora de casa, o Flamengo precisa mudar a maneira de jogar

O Flamengo ainda tem mais duas competições pela frente para conseguir uma vaga à Copa Libertadores do próximo ano: o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana. O que preocupa são os resultados fora de casa.

O Flamengo está próximo de completar três meses sem vencer fora dos seus domínios. Pelo Campeonato Brasileiro são quatro derrotas seguidas. A última vitória fora de casa foi na 12ª rodada contra o Vasco em São Januário. Se considerar as partidas fora da cidade do Rio de Janeiro, o número sobe para mais uma quando conseguiu vencer o Palestino, no Chile pela Copa Sul-Americana, no dia 05 de julho.

De lá pra cá, foram treze partidas, o Flamengo venceu três, empatou cinco e perdeu cinco. Um aproveitamento de 35%. Se mantiver este aproveitamento nas seis partidas que restam pelo Campeonato Brasileiro, o Flamengo conquistaria mais seis pontos.

O baixo desempenho fora de casa foi o responsável pela eliminação do clube na primeira fase da Libertadores. O Flamengo venceu todas as partidas em casa, mas não conseguiu um ponto fora.

Na Copa do Brasil, competição que o Flamengo perdeu a final para o Cruzeiro, foram quatro jogos fora de casa e apenas uma vitória contra o Atlético-GO.

Um aproveitamento muito ruim, principalmente pelo que o Flamengo investiu, pela equipe que tem. Este é o resultado da equipe no Campeonato Brasileiro. Está na 6ª, 7ª colocação, não conseguiu vencer a final contra o Cruzeiro e tem que ver o que está acontecendo. Não é normal, principalmente o Flamengo jogar fora de casa e não conseguir o resultado“, disse o ex-jogador do clube, Nélio ao programa “Os Donos da Bola”.

Há quase três meses sem vencer fora de casa, Clube de Regatas …

Há quase três meses sem vencer fora de casa, Clube de Regatas do Flamengo precisa mudar a maneira de jogar.Veja o programa: https://youtu.be/MmvecGavY7k

Publicado por Edilson Silva na Rede em Sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Veja também

  • Os times que estão na parte de cima com exceção do Grêmio, estão dando a bola para o adversário e jogando no erro dos mesmos. O grande problema do Flamengo 2017 está sendo a falta de pontaria, além do cada vez mais presente, DNA perdedor. Dominar as estatísticas das partidas não significa vencer os jogos. Fossem mais eficientes, estaríamos brigando pelo título do Brasileirão, Campeão da Copa do Brasil ou caso se classificassem, nas semifinais da libertadores.

Comentários não são permitidos.