Maracanã: De esquecido a super utilizado

Único estádio do mundo a receber duas finais de Copa do Mundo, o Maracanã passou por momentos complicados desde a reabertura, em 2014. Depois de ter sua administração cedida ao consórcio liderado pela Oderbretch, os clubes, em especial o Flamengo, encontraram dificuldades para poder fazer do palco sua casa. Apenas o Fluminense ainda continua utilizando o espaço com frequência. Já o Mais Querido joga no Maraca em parcas oportunidades.

No entanto, em treze dias, seis partidas foram disputadas no local. O tricolor é o que mais se aproveitou do estádio, jogando quatro vezes. O levantamento é do jornalista e comentarista dos canais ESPN, Mauro Cezar Pereira.

Em 19 dias, 9 jogos no Maracanã:
12 de outubro — Flamengo x Fluminense
14 de outubro — Vasco x Botafogo
15 de outubro — Fluminense x Avaí
18 de outubro — Fluminense x São Paulo
21 de outubro — Vasco x Coritiba
25 de outubro
 — Fluminense x Flamengo
28 de outubro — Flamengo x Vasco
29 de outubro — Fluminense x Bahia
1º de novembro — Flamengo x Fluminense

Trecho do gramado no Fla-Flu de 12 de outubro: já castigado, área não recebe sol

Veja mais:


Segundo Mauro, a sequência de jogos em um curto período de tempo pode vir a causar problemas no gramado. O canto perto da bandeira de escanteio à esquerda e mais próximo das câmeras de televisão está castigado. O ideal é que houvesse uma partida por semana, para ter tempo de recuperar a grama. No caso do trecho citado, o problema aumenta por não ter a incidência de sol no local. As lâmpadas artificiais, que servem para simular a luz do sol não estão disponíveis. Para o Fla-Flu da volta da Copa Sul-Americana, esta parte será replantada.

Veja também

  • A gente vê quando o jornalista é ruim quando manda que o “Maracanã é o único estádio do mundo a receber duas finais de copa”. O cara nem conhecimento tem…

  • o maracanã acabou

  • A grama está uma zona.

Comentários não são permitidos.