EI: “Em homenagem ao Fla, colombiano cria escola de futebol com o nome do Rubro-Negro”

Onde o Flamengo vai, o clube arrasta torcedores e simpatizantes. Não é diferente na Colômbia. Depois da reportagem do Esporte Interativo acompanhar o treino do Rubro-Negro no estádio Metropolitano, voltou ao hotel e se deparou com uma história curiosa: crianças colombianas da escola de futebol “Flamengo Aley”, em homenagem ao time carioca. No meio da criançada, estava o Abraham, o mini Cuellar.

A reportagem gravou um vídeo com as crianças da “Flamengo Aley”. Além do colombiano Cuéllar, eles disseram que queriam encontrar com o meia Diego e o jovem atacante Vinicius Junior. Veja o vídeo abaixo.

Por que o nome de “Flamengo Aley”?

O idealizador da Flamengo Aley se chama Leonardo Aley, que é o professor da escola de futebol. A reportagem do Esporte Interativo conversou com ele e pegou mais detalhes do projeto, que tem cerca de 35 alunos.

Como começou a escola, quando começou?

Este projeto começou dia 11 de janeiro deste ano. Reunimos um grupo de pessoas e queríamos formar um clube esportivo. Eu sempre fui torcedor do Flamengo, a primeira equipe que veio à Colômbia. As cores, o estilo de jogo do futebol brasileiro, eu gosto muito, estilo de jogo bonito, toque de bola. Hoje em dia já ganhamos títulos, graças a Deus. Mas o lema principal é formar crianças de bem, a nível pessoal e futebolístico.

Quantos crianças estão na escola?

Iniciamos com 10. Hoje temos 35.

Qual é a média de idade?

Entre 6 e 11 anos, em processo de formação.

Como começou sua paixão pelo Flamengo?

Começou em 1984, quando o Flamengo veio a Barranquilla jogar contra o Junior pela Libertadores. Tinha apenas 11 anos, meu pai me levou ao estádio e me encantou o futebol brasileiro. Esse Flamengo era base da seleção brasileira da Copa de Espanha de 1982. Assim nasceu meu amor.

Você é fã de Zico?

De Zico, Ronaldinho, Romário… Romário é meu ídolo, um dos maiores atacantes do Brasil.

Como você passou essa paixão para as crianças?

Elas conhecem muitos jogadores do Flamengo. Aqui não é fácil assistir às partidas do Flamengo. Quando começou a escola sempre falei de Flamengo, expliquei o nome da escola. Explico um pouco da história, sempre conto os principais jogadores do clube, falo que os melhores jogaram no Flamengo, como Zico, Pelé que também já vestiu a camisa.

Encontro inesquecível:

Depois da reportagem do Esporte Interativo com a “Flamengo Aley”, a delegação do Flamengo chegou ao hotel, e Cuéllar, Diego e Vinicius Junior foram cumprimentar as crianças. Veja o encontro inesquecível no vídeo abaixo.

Reprodução: Esporte Interativo

Veja também

  • Flamengo é gigante. Há 18 anos sem um título internacional e continuam surgindo escolinhas, times e torcidas homenageando o clube pela América do Sul. Só não dá pra ficar vivendo de passado. Espero ver o time voltar a fazer um papel digno no continente.

Comentários não são permitidos.