Flamengo se reúne com Ministério Público após brigas no Maracanã

As cenas de selvageria no Maracanã virou manchete de todos os jornais esportivos no Brasil e em boa parte da América do Sul. A reunião ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira (18) após pedido do Flamengo.

Representado por seu presidente, Eduardo Bandeira de Mello, o Rubro-Negro teve um encontro com o procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, a fim de encontrar solução para a violência no futebol, como a que marcou a final da Copa Sul-Americana contra o Independiente, da Argentina.

Após a reunião, o Flamengo irá até o Governo do Estado procurar soluções para o ocorrido junto com a Secretaria Estadual de Segurança (Seseg).

O Flamengo tem até esta quinta-feira, às 18h, para enviar sua defesa por escrito para a Conmebol por causa dos incidentes. A defesa do Flamengo precisa ser encaminhada ao Tribunal de Disciplina da entidade, que irá analisar as provas do caso para decidir se marca ou não uma sessão com o clube, que pode ser punido.

O Clube já está ciente que alguma punição virá da CONMEBOL, além das restrições de mando de campo. O rubro-negro anunciou no último domingo o corte do plano de sócio que beneficiava as torcidas organizadas.

Veja também

  • Vão excluir o flamengo da libertadores. Merda heim lutou nadou e norreu na praia

    • Corinthians matou um torcedor no Paraguai e não deu porra nehuma

      • Espero que nao aconteça, mais essa fifa Conmebol cbf odeiam o flamengo

        • Excluir seria uma pena muito pesada, deve receber multa ou portão fechado!

Comentários não são permitidos.