Mesmo cheio de estrelas, Flamengo aposta na base para ser campeão da Sul-Americana

O Flamengo enfrenta o Independiente-ARG nesta quarta-feira para decidir o título da Sul-Americana. Para o confronto, o rubro-negro chega com a garotada em alta e com prestígio junto a torcida, enquanto alguns craques sofrem criticas e viram praticamente coadjuvantes na final.

O atleta oriundo da base que mais vem se destacando no momento é Lucas Paquetá. O meia de apenas 20 anos chamou a responsabilidade em momentos decisivos, não se escondeu e caiu nas graças da torcida rubro-negra.

No entanto, a sua escalação como titular ainda não está confirmada, já que o ponta esquerda Éverton, que esteve entre os 11 primeiros em toda temporada, está voltando de lesão e deve entrar no time.

Outro nome é Vizeu, que ganhou mais destaque após assumir a vaga de Guerrero, suspenso por doping. Mesmo não tendo um futebol tão aclamado pela torcida, ele marcou gols decisivos contra o Fluminense e Junior Barranquilla na competição.

Dos jogadores de linha, o Flamengo ainda conta com a joia Vinicius Jr., de apenas 17 anos. Ele sempre entra no segundo tempo das partidas e colocando fogo no jogo, é praticamente o 12º jogador da equipe. Caso precise, Rueda deve lançá-lo em campo para incendiar o Maracanã.

Por último, o mais surpreendente. César. Ele era o quarto goleiro, não jogava uma partida oficial desde 2015 e foi colocado na fogueira contra o Junior Barranquilla no lugar de Muralha, que vinha acumulando falhas. O goleiro não decepcionou, fechou o gol e, desde então, caiu nas graças da Nação.

Com a má fase de Éverton Ribeiro, lesão de Diego Alves e sem Guerrero, restou a garota o protagonismo em momento decisivo do Flamengo. A partida entre as equipes acontece às 21:45, no Maracanã. O rubro-negro precisa vencer por dois gols de diferença para se sagrar campeão.

Veja também

  • Qto mais espaço a base tiver maiores serão nossas glórias. SRN. 4 x 0 Mengão fora o baile

Comentários não são permitidos.