GE: “Versão 2018: garotada e velhos conhecidos abrem o ano de um Fla à espera de Rueda”

Um Flamengo maquiado abre a temporada de 2018 nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu. Por conta da participação na decisão da Copa Sul-Americana, a maior parte do elenco segue de férias e se reapresenta somente no próximo dia 13. Com estreia no Carioca marcada já para o dia 17, jovens do time sub-23 iniciam os trabalhos no centro de treinamentos ao lado de nomes que voltam de empréstimo, casos de Ronaldo e Jonas.

Envolvido em especulações sobre negociação com o Chile, Reinaldo Rueda é esperado no Rio de Janeiro somente na próxima segunda-feira. Com isso, o pontapé inicial para temporada acontecerá sob a batuta da comissão técnica permanente do clube. Sem reforços, o elenco tem garantida uma baixa: Conca, que voltou para o futebol chinês.

Veja a agenda do Flamengo em 2018:

Campeonato Carioca

A estreia rubro-negra na Taça Guanabara será no dia 17 de janeiro, fora de casa, contra o Volta Redonda. No Grupo B ainda estão Vasco, Nova Iguaçu e Bangu. O clássico contra os vascaínos está marcado para o dia 27, no Maracanã. Ou seja, exatamente duas semanas após a reapresentação oficial do elenco principal. Será o primeiro teste na luta pelo bicampeonato?

17/01 – Volta Redonda x Flamengo – Raulino de Oliveira
24/01 – Flamengo x Bangu – Ilha do Urubu
28/01 – Flamengo x Vasco – Maracanã

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Libertadores da América

Na luta para acabar com a sina recente de eliminações na primeira fase, o Flamengo tem uma chave complicada pela frente. No Grupo 4, os rubro-negros enfrentam logo na estreia o tradicional River Plate e reencontram o Emelec, do Equador, rival nas disputas de 2012 e 2014, na segunda rodada. O quarto componente virá do mata-mata da pré-Libertadores.

28/02 – Flamengo x River Plate – Maracanã
14/03 – Emelec x Flamengo – George Capwell
18/04 – Flamengo x Vencedor 1 da pré-Libertadores – Indefinido

Campeonato Brasileiro

A primeira rodada da competição está marcada para o dia 15 de abril – a tabela ainda não foi divulgada pela CBF. Sexto colocado na última edição, o Flamengo tenta voltar a brigar pelo título, como aconteceu em 2016. O clube busca seu sétimo troféu da competição, que será paralisada de 13 de junho, um dia antes do início da Copa da Rússia, a 18 de julho. São 20 times na Série A.

Copa do Brasil

A CBF pagará no total R$ 68,7 milhões ao campeão desse torneio em 2018. Por estar na Libertadores, o Flamengo entrará nas oitavas de final, entre o fim de abril e o início de maio. A primeira das quatro fases iniciais – com 80 times – começará no fim de janeiro. E a finalíssima será no dia 17 de outubro.

Análise: Cahê Mota, setorista do Flamengo

O fim da temporada passada dez dias após o restante das equipes do Brasil faz com que o Flamengo atue com maior paciência no mercado. Reforços são necessários, mas o clube se cerca para não desperdiçar os R$ 10 milhões previstos para investimentos. A avaliação interna é de que o elenco atual já é de bom nível e quatro ou cinco peças precisam chegar com status de “vestir camisa e jogar”, o que torna os tiros mais delicados.

Não estão descartadas as chegadas de apostas ao longo do primeiro semestre, mas em um primeiro momento o clube busca reforços com condição de ser titular. A carência principal está no comando de ataque, onde Guerrero seguirá como desfalque até maio e, logo em seguida, se juntará ao Peru para disputa da Copa do Mundo.

O clube precisa ainda de opções mais seguras na cabeça de área e para as laterais, onde Pará, Trauco, René e Rodinei terminaram 2017 questionados.

De volta à Libertadores, o Rubro-Negro aposta na experiência adquirida na campanha da Sul-Americana para colocar um ponto final nas decepcionantes eliminações na primeira fase das últimas três participações. Até por isso, a chegada de nomes com bagagem e poder de decisão é vista como importante.

Paralelamente a isso, a diretoria trabalha para desinchar o elenco, principalmente com nomes desgastados. Conca já voltou para China, Márcio Araújo está próximo da Chapecoense, e Muralha, Gabriel e Rafael Vaz dificilmente emplacarão a temporada.

Fonte: Globo Esporte

Veja também

  • Na moral, dane-se Vascu em janeiro. Time reserva contra eles. O foco tem que ser contra o River dia 28 de fevereiro pela Libertadores.

  • Cahê Mota é um FDP, tira esse cara da cobertura do Flamengo

  • O carioquinha deveria ser abandonado pelo elenco tido titular. Faz uma pré de 1 mês é deixa o time pronto para o dia 28/02 para o River. Joga o carioca com a base e alguns reservas do principal. Prioridade esse ano deve ser finais da libertadores, brasileirão e CB.

    • Problema é a torcida burra … o time sub 20 nao chega na final e vão ficar enchendo o saco querendo demitir treinador. A não ser que o flamengo tenha um time pro carioca do sub 20 sobre responsabilidade da comissão tecnica permanente, vulgo Jayme de almeida, e o tecnico fica so para preparar o time para a libertadores, sem culpa em qualquer resultados do carioca.

      • Concordo, inclusive sobre ter a comissão técnica permanente para o carioca e deixar a equipe principal para o que realmente importa. Nossa torcida é muito bipolar infelizmente.

      • Tlz fosse a melhor, assim evita queimar o técnico (seja lá quem for).

  • Jogadores que já podem assinar um pré-contrato: Ibrahimovic, Miranda, Bernard, Fernandinho… Será que o Rodrigo Caetano já pensou nesses nomes?

  • Flamengo se reapresenta dia 13 e o Carioquinha começa dia 17: alguém duvida que esse campeonato se transformou em pré-temporada? Alguém ainda vai criticar caso usemos o time B para a disputa? Alguém vai chamar o técnico de louco se, ao.longo do Carioca, ele fizer experiências que não dêem certo?

  • Vai ou fica? Ninguém sabe
    O Flamengo diz que ele fica, mas os chilenos seguem confiantes de que Reinado Rueda assumirá a seleção nacional. Desta vez, o jornal “La Tercera” publicou detalhes do contrato que foi oferecido ao técnico rubro-negro.

    Após subir os valores salariais, a Federação Chilena conseguiu convencer Rueda a aceitar a cláusula que pode romper o compromisso entre as partes, que terá validade até o fim das eliminatórias, após a Copa América de 2019, no Brasil.

    O salário também está acertado: cerca R$ 10, 5 milhões por ano. O Chile ainda pagará a multa de rescisão de R$ 1,05 milhão ao Flamengo.
    FONTE:GE

  • Até que em fim uma matéria construtiva!
    Incrível nosso calendário, 80 jogos? Pior que as competições “mais importantes ” começam no primeiro semestre (libertadores e brasileiro) e irão até dezembro. ?

    • O calendário está seguindo o europeu, lá uma equipe de ponta joga por volta de 70 jogos, o que fode aqui é o estadual.
      Não sou contra o estadual, mas é um campeonato desgastado, ultrapassado. Servirá só para dar experiência aos jovens da base, para vermos quem presta para ficar no time durante a temporada ou não. outra função é dar ritmo de jogo ao time principal, se jogarmos as finais. Se encararmos o carioca dessa forma, não pesa para o elenco principal em número de jogos na temporada.

  • O bom que o Rueda aproveita mais os moleques da base, Ronaldo voltando vai ter chances. Só estou a espera da barca de Noé.

  • E a barca, sai quando???

  • Segue o planejamento ótimo para esse ano.

Comentários não são permitidos.