Rica Perrone: “Isso sim é Flamengo”

Não foi uma grande exibição, mas isso pouco tem a ver com a “grande conquista” desta quinta-feira. O Flamengo mais Flamengo é aquele que não é obrigado a ganhar e ganha. Mais ainda só aquele que é favorito a vencer, e perde. Hoje, a obrigação não existia.

No Brasileirão, das 5 vezes que chegou nas semifinais do Brasileirão, foi campeão em todas. Na Copinha, das 4 finais que disputou, venceu as 4. Na Copa do Brasil não vence sempre, mas chega quase sempre pelo menos nas semifinais. É um time de chegada em mata-mata.

Curiosamente sua diretoria prefere hoje os pontos corridos. Também não chega a ser curioso considerando a diferença entre o Flamengo de 100 anos e o que a diretoria atual projeta.

Mas o antigo e o novo tem algo em comum: fazem em casa. Infelizmente a lenda de fabricar craques foi virando piada quando alguns dos seus eram trocados ou perdidos por centavos e iam brilhar fora. Flamengo faz craque… pros outros.

 E mais uma vez a vida lhe oferece a chance de usar suas crias. De parar de olhar pro mercado e “monitorar” o próprio berço. Se ali não tem um Neymar, eu garanto que tem muita gente melhor que Gabriel, Mancuello, Vaz, Cuellar, entre outros do time principal.

Esses meninos jogaram uma final irritante. Pra mim, são paulino, especialmente. Sabiam fazer cera, prender a bola, truncar o jogo e como disse mais um Silva, “final não se joga. Se ganha”.

Eu não sou maluco de discordar desse moleque. Por mais que eu ame futebol bem jogado, a final é a final. E dali se quer a taça, nada mais.

O São Paulo ficou com os aplausos, o bom futebol, a imagem de que “não merecia perder”, mas… a taça ficou na Gávea. Acho que todo são paulino trocaria o bom futebol por ela. Então Silva tem razão.

Flamengo marrento, folgado, decisivo e vencedor. Coletivo, esforçado, surpreendente e promissor. Flamengo que canta o hino no vestiário antes do jogo, que corre pra nação no final, que chama ela quando o jogo aperta.

Flamengo mais Flamengo que isso, pode “monitorar” o mercado do mundo todo. Não haverá.

Abs,
RicaPerrone

Reprodução: Rica Perrone

Veja também

  • O texto ficou muito bom, errou ao comparar o Cuellar ao Gabriel, o Mancuello nunca teve uma sequência decente. O Vaz desarma bem, mas entrega muita bola boba para os adversários, se for mais sério pode ser útil para algum time, no Flamengo não tem mais clima. Ficou faltando dizer que muitos sub-20 do Flamengo já estão com o elenco profissional e que jogamos sem o melhor jogador do torneio.

  • Meu Deus, a colunista colocou o Cuellar no mesmo nivel desses outros perebas,so pode esta de brincadeira,e nao tem assistido muito os jogos do flamengo. do resto eu gostei do texto.

  • Tentando esconder a inveja, frustração e recalque nesse texto com supostos elogios ao Flamengo.
    Pára com isso, tricolete paulista.
    A mim, você não engana.

  • Seu texto ficou muito bom.
    Só achei que você errou ao igualar o Cuellar com o Gabriel é o Vaz.
    No demais tá ótimo!

  • O cara colocou Cuellar na mesma sentença de Vaz, Gabriel… Que falta de conhecimento

  • Ótimo texto, mas se Hugo Moura e Théo virarem um Cuellar vou ficar agradecido, pra serem Pará, Araujo etc… não precisam esforçar tanto!

  • Muito bom chega arrepia

  • Ótimo texto resta esperar que a diretoria acorde para essa realidade da base . Temos a melhor geração desde a de Djalminha e Marcelinho Carioca e não podemos repetir o erro de não aproveitá-la . Chega de contratar chegou a hora dos moleques, tem é que dispensar ao menos Para Vaz e Renê

  • Mano, emocionante mesmo, só quem tava lá sabe o que é sofrimento.
    Que sufoco.
    SRN

  • A única falha do texto inteiro foi colocar Cuellar na mesma sentença que Gabriel, Mancuello e Vaz. Porra Ricão…isso não se faz kkkk

    • Deu mole msm

    • Vdd.

    • Escorregou na maionese…

    • Tira o Cuellar desse texto e coloca Pará, Arão, Renê!

      • Boa

    • Eu ia escrever isso!

      • Também acho que exagerou neste quesito

    • Mas cuejar sabe que a torcida não pensa aasim

    • Se Hugo Moura, Theo virarem um Cuellar vou agradecer, mas Jean Lucas E Ronaldo podem ultrapassar, agora Rafael Vaz, Pará, Gabriel, Araujo, Muralha não precisam esforçarem muito, a outra geração 2011 Adryan, Thomas, Negueba já são iguais a esses perebas!

    • Pensei a mesma coisa,kkk.

  • Ótimas palavras, isso é flamengo .

  • Esse Rica Perrone parece que está na mente do rubro-negro, o cara escreve exatamen a visão do que é Flamengo, fico surpreso por ser são paulino.

    Parabéns pelo ótimo texto.

    • Ele é sao paulino ,mas a alma e RUBRO NEGRA…

  • Rica Perrone, o são paulino mais flamenguista que já vi. Ótimo texto!

  • Rica Perrone como sempre consegue surpreender em seus comentários,ótimo texto

  • Que bonito, parabéns pelo texto

  • Perfeito como sempre Rica Perrone….vc descreveu muito bem o q é Flamengo..pois esse ano q começou errado ( já disse isso várias vezes) tende a acabar de forma fantástica…tudo no Flamengo é oposto da lógica…O ERRADO DA CERTO…Rica Perrone…saia desse marasmo tricolor e venha para um furacão sem purgatório,junte-se a nós….isso aqui é Flamengo!!!

    • Kkkkkkk muito bom seu comentário mas deixa o bambi sofrendo pra lá…Vai que ele traz a zica de lá e outra já passei muita raiva com esses tricolores Paulista finalmente estamos dando o troco

Comentários não são permitidos.