Ferj vê Copa Verde como exemplo e estuda alternativa de alavancar público

O Campeonato Carioca, há anos, vem sofrendo com baixo público, e com o modelo pouco atraente da competição. Através disso, os clubes que disputam a primeira divisão do Estadual e a Federação de Futebol do Rio (FERJ) vão se reunir nesta segunda-feira (19) à tarde, segundo o jornal O Globo. O objetivo? Encontrar meios de atrair mais torcedores e também tornar o Campeonato mais atrativo. A FERJ planeja levar à discussão o modelo seguido pela Copa Verde.

A competição que engloba os clubes do Norte e Centro-Oeste teve como um dos focos, aproveitando o cunho sustentável, a troca de garrafas PET por ingressos, nas partidas de clubes de menor expressão regional. O fato alavancou a média de público nas partidas, e a ideia no Rio não é necessariamente copiar o modelo, mas sim em despertar alguma iniciativa equivalente para elevar a média de torcedores no Campeonato Carioca.

Os representantes dos clubes vão assistir a uma apresentação sobre os resultados na Copa Verde. Será a primeira conversa sobre o assunto no ano, e não terá espaço para discutir sobre mudança na fórmula do Carioca, pois não se trata de um conselho arbitral. O modelo de disputa atual deve ser repetido em 2019, de acordo com o Estatuto do Torcedor.

Para o Carioca deste ano, a FERJ tomou algumas atitudes visando melhorar e tornar a competição mais atrativa. Além de trocar a empresa que explora os direitos comerciais, o órgão regional fez festa de lançamento e colocou Pelé como garoto propaganda.

Veja também