Libertadores é vista como “bote salva-vidas” do River, garante jornalista argentino

Em péssima fase no Campeonato Argentino, onde ocupa apenas a 21ª posição, o time argentino do River Plate vê a Libertadores como “o bote salva-vidas” da imagem do clube, é o que garante o jornalista Ariel Palacios, correspondente da GloboNews na Argentina.

Em participação no programa Redação Sportv desta terça-feira (27), Ariel destacou que, apesar de tricampeão da competição sul-americana, o ânimo do River “está no chão, tanto por parte da torcida, como dos cartolas e dos jogadores. Os cartolas e os torcedores acreditam que exista uma espécie de conspiração contra o clube, por causa de uma série de arbitragens polêmicas”.

Palacios lembrou também que o técnico Marcelo Gallardo não está encontrando uma forma de fazer o time funcionar e que vai enfrentar o Flamengo sem três de suas principais peças, Ignacio Fernández, Gonzalo Martínez e Ariel Rojas.

Por causa de todo esse panorama negativo, os Millonarios esperam que o jogo contra o Flamengo seja a “virada na chave” do time portenho e de quebra, o técnico Gallardo conta com um resultado positivo para manter-se no cargo.

Flamengo e River Plate se enfrentam nesta quarta-feira (28), às 21h45 (horário de Brasília), no estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro. Por causa de uma punição sofrida pelo clube carioca, o jogo terá os portões fechados e não contará com a presença de sua torcida.

Você pode acompanhar todos os lances desta partida na TV Coluna do Flamengo, participando em tempo real.

Leia também: Libertadores, devemos saber jogá-la!

Veja também

  • O bote salva-vidas furado para eles dessa vez.

Comentários não são permitidos.