Diante do River Plate, Flamengo busca quebrar sequência negativa na Argentina

Após clássico sonolento contra o Vasco, o Flamengo entra em campo já na próxima quarta-feira (23), diante do River Plate, novamente pela Copa Conmebol Libertadores. A partida terá início às 21h45 (horário de Brasília) e será disputada no estádio Monumental de Núñez. Em 2017, a última vez em que o Rubro-Negro esteve em Buenos Aires acabou sendo eliminado pelo San Lorenzo. Desse modo, a equipe carioca – já classificada para a próxima fase da competição – tenta esquecer a frustrante campanha do ano passado e até mesmo quebrar restrospectro negativo na Argentina.

De 2001 para cá em solo hermano, foram cinco confrontos: uma derrota, três empates e apenas uma vitória. O levantamento foi feito pelo site Goal. Confira os jogos abaixo.

Libertadores 2017 – San Lorenzo 2 x 1 Flamengo

Libertadores 2012 – Lanús 1 x 1 Flamengo

Mercosul 2001 – San Lorenzo 1 x 1 Flamengo

Mercosul 2001 – Independiente 0 x 0 Flamengo

Mercosul 2001 – San Lorenzo 1 x 2 Flamengo

Ainda que o Fla não tenha bons números jogando na Argentina, o mesmo não se pode dizer jogando em território nacional. Nas últimas cinco partidas contra os vizinhos jogando no Brasil, foram quatro vitórias, e apenas uma derrota.

Libertadores 2017 – Flamengo 4 x 0 San Lorenzo

Libertadores 2012 – Flamengo 3 x 0 Lanús

Mercosul 2001 – Flamengo 0 x 1 San Lorenzo

Mercosul 2001 – Flamengo 4 x 0 Independiente

Mercosul 2001 – Flamengo 2 x 1 San Lorenzo

River Plate e Flamengo farão duelo, nesta quarta-feira (23), para definir a primeira colocação do grupo 4. No momento a equipe argentina é líder com 11 pontos, enquanto o Rubro-Negro é vice-líder, com nove pontos conquistados.

Veja também

  • O negócio é bola na rede. Estatísticas não entram em campo. Cada jogo é um. O negócio é entrar “piano”, fechado e de forma inteligente. Já esta classificado, então tem que entrar mais tranquilo e não entrar em pilha.
    Times brasileiros tem que aprender a jogar fora de casa como fazem os Argentinos. Não dar trela, chegar quieto na manha, e deixar toda a pressão para os caras. Agora sim a FRIEZA, tem que prevalecer.

  • Toda vez que o Flamengo joga fora, está buscando quebrar alguma sequência negativa em algum lugar, SP, RS, MG, Argentina, etc.

  • Não ganharemos nada com o Bandeira.

    Vou levar uma faixa com essa frase pro estádio, aguardem !

  • Se Arão estiver em campo esquece o primeiro lugar, Cuellar e Jonas darão segurança e retomada de bola mais rápida.
    Já o Arão so marca com olho, a bola passa e ele olha!

  • Pelo histórico apresentado não seria tão ruim, porém falta a derrota para o Independente ano passado.

  • Jogou com o River esse ano em casa e empatou. E ano passado perdeu fora para o Independiente. Tá zoado demais esse histórico.

    • um empate bem questionável pela atuação da arbitragem, mas enfim. é isso que vc falou mesmo!

      • Impressão de que pegaram uma reportagem antiga e “reciclaram”. Tá desatualizada essa lista

  • O autor classificou essa sequência de jogos como negativa, no entanto ficou óbvio, que excetuando o último jogo, o flamengo estava invicto.

  • KKKKKKKKKKKK. Rapaz pela sequencia mostrada o Flamengo venceu 5, empatou 3 e perdeu 2, não conseguir enxergar a sequência ruim, e os caras desenterram a Mercosul de 2001, pra tentar manipular os dados.

    • Deixa bem claro que são somente os jogos NA Argentina. Você juntou tudo. Ainda esqueceram da derrota pro Independiente na Sulamericana.

  • Quando o manto sagrado, obrigação vencer.

  • Primeiro lugar no grupo vale decidir os jogos em casa dependendo do adversário
    Será importante ganhar do River na Argentina para ganharmos moral

Comentários não são permitidos.