EI: “No controle: sequência sem gols do Flamengo tem mais posse e menos chances a rivais”

​O Flamengo, ao menos na sequência recente, achou uma solução para evitar gols dos rivais: o passe certo e a posse de bola. Nos seis jogos de invencibilidade da defesa rubro-negra nesta temporada, o Rubro-Negro ficou com a bola em mais de 60% do tempo e manteve a mira em dia. Os números são do Footstats.

Desta sequência, os dois jogos em que o time de Barbieri ficou abaixo dos 60% de posse foram contra o América-MG, na despedida de Julio Cesar, quando quatro titulares foram poupados, e contra o Santa Fe, na Colômbia, pela última rodada da Copa Libertadores. No período, o acerto nos passes variou entre 91% e 96%. Outro número chama a atenção: o Fla cedeu, em média, menos de três chutes certos aos rivais. O resultado são quatro vitórias, dois empates e oito gols marcados.

Foto: Marcello Zambrana/AGIF

A partir do momento em que tivemos a posse de bola, que é a nossa proposta de jogo, criamos mais e tivemos oportunidades. A gente precisa de um pouco mais de discernimento nas partidas, para que isso (desatenção) não venha a acontecer e atrapalhe os nossos objetivos“, analisou Réver, criticando a postura mais passiva do Rubro-Negro no empate contra a Ponte Preta, na última quinta-feira (10), pela Copa do Brasil.

Após período turbulento, o Flamengo ainda procura reconquistar boa parte da torcida, que lotou o Maracanã no último mês mas ainda pede “raça” e pega no pé de alguns jogadores, como Renê, Geuvânio e Henrique Dourado. Ainda interino no cargo, o técnico Mauricio Barbieri tenta responder com números: no comando da equipe, já são oito jogos, quatro vitórias, quatro empates, 11 gols feitos e três sofridos.

Reprodução: Esporte Interativo

Veja também

  • O Fla caminha para ser campeão de torneio grande. A continuidade nas escalações é importante. O complemento do grande elenco do Fla está nos q chegaram da base e aí , fora os q ja deram certo, Leo Duarte e Jean Lucas ja deviam estar no time é como dizia o Zagalo na copa de 70: Craque tem lugar em qq time. Então, o q faz o Geuvanio nesse time com Jean Lucas no banco? Fala Barbieri.
    Complementando, com E. Ribeiro pela beirada, o Jean Lucas tem toda a condição de ajudar o Rodnei por aquele lado.

  • E inadmissível que Vinicius tenha voltado jogando da mesma forma para o segundo tempo. É um jovem talentoso, mas ainda em formação. O treinador tem a OBRIGAÇÃO de dizer a el que não precisa pedalar, dar girinho sobre a bola, dar elástico em TODAS as vezes que pega na bola. O menino foi assim do início ao fim do jogo. Até tem se doado mais à marcação, percebe-se que está aprendendo a fazer isso, mas querer ser “gênio” de dois em dois minutos tá difícil.
    Paquetá também está nessa. Aliás, continua nessa. Ontem voltou a dar contra-ataque por querer dar pisadinha na bola no meio campo. Já comentei isso aqui outras vezes. Uma hora dessas o erro será fatal e vai decidir a partida. Aí a torcida vai esquecer imediatamente tudo que ele já fez.

    • É verdade, precisam ser mais objetivos e usar a habilidade quando nao houver outro caminho, outra alternativa melhor.

    • A resposta a essa postura é substituição. Seja Diego, Renê, Vini Jr têm que ser substituídos quando jogam mal, mas não faltando 5-7 minutos para o fim do jogo. Marlos Moreno no banco e os 2 “ponteiros” jogando mal?! Inadmissível. O treinador ganha o elenco dessa forma, pois muitos jogadores se sentem importantes. Além do fato de que rodar o elenco tbm pode ser poupar alguns jogadores em alguns jogos, a substituição durante um jogo tem tbm esse efeito de poupar.

      • Aí é que acho que az falta um treinador mais “cascudo”. Barbiere ainda é “menor” que a maioria do elenco, infelizmente. Zé Ricardo se apegou e caiu. O exemplo está aí.

    • Fora os chutes do meio do campo, pra que isso. Devia usar mais a inteligência. Parece que no Flamengo todo mundo quer ser herói em vez de pensar mais coletivamente.

      • Exatamente.

  • Daqui a pouco o “Mauro Cesar”, o reizinho da ESPN, vai dizer que é inadmissível, um time com o orçamento do Flamengo levar sufoco pra se classificar na copa do Brasil.
    Um monte de torcedor de redes sociais embarca nas merdas que esses comentaristas vomitam, e começam a cornetar o Time.
    Quem assistiu o jogo viu um time jogando o Flamengo e a Ponte abdicou do jogo e ficou só marcando, um Jogo de Ataque contra Defesa.
    A Ponte emplacou um único contra-ataque em que chutou uma bola na trave e só, nosso time martelou, martelou, mas hoje não deu, coisas do futebol.
    Jogamos num Maracanã lotado, com raça, amor e paixão, só faltou o nosso gol, mas valeu a classificação.

    Desde que o EBM discutiu com o “Maurinho” ele perdeu a pouca noção e imparcialidade que um dia teve, se tornou o maior inimigo da gestão do Flamengo, que tem seus erros, muitas vezes não soube conduzir bem o
    futebol, mas em outras tantas teve crises plantadas e cultivadas pela mídia, no intuito de evitar o crescimento do Flamengo.

    Depois da matéria do “Maurinho” defendendo que para o Flamengo salvar o ano o EBM tem de renunciar, ele perdeu totalmente a pouca credibilidade que um dia teve.

  • Posse de bola significa adversário marcado. No entanto um colchão de gols precisa ser marcado para evitar os infartes da torcida. Quando Guerrero entra melhora posse de bola e ação de pivô. Quando Jean Lucas entra melhora a movimentação e a qualidade do passe. Pq não os dois mais tempo de jogo? Geuvanio x Jean Lucas- Quem se movimenta mais? quem explora melhor o Rodnei? ou o VJ pela esquerda? ou Paqueta e E. Ribeiro?

    • Cuellar, Paquetá e Jean Lucas formam um trinca perfeita no meio campo…. Ribeiro na direita, e Vini Jr na esquerda produzem regularmente bem, no ataque temos o raçudo ceiflador, e o tartaruga guerrero … os dois extremamente medianos, mas eu prefiro o primeiro, que não deixa o clube na mão.

      • Correto João Pedro e complemento dizendo q na recomposição defensiva, Jean Lucas cobriria o corredor da direita ajudando o E. Ribeiro que deve ficar sempre mais a frente entrando por dentro para o arremate a gol ou o ultimo passe. O lado direito estaria sempre coberto com JL e Rodnei e eventualmente Ribeiro

  • Incrível como esse tal de Gêovanio é ruim, ele tão ruim mais tão ruim que se pegar o gandula da partida e colocar no lugar dele vai jogar mais. Barbie começa a agir como Zé panela insistindo com um jogador que nunca vai render e a torcida odeia!
    Deu sorte que aquela bolinha na trave nao entrou se não…
    Zé Barbie chega de jogar com um a menos, tem uma molecada querendo jogar de passagem

    • rpz quem ele vai colocar? quem mais sabe das condições fisicas dos jogadores é quem está la todo dia treinando, ele coloca Guerreiro e jean lucas no segundo tempo pq sabe que fisicamente eles rendem melhor no segundo tempo, entao ate que diego volte e E.R. va pra esquerda ou que berrio se recupere vai ter que aguentar oq tem… o time n vem convencendo, mas esta jogando bem e a torcida de parabens…

      • Mas se o cara não ta rendendo e isso se pode tanto observar a olho nú quanto os dados colhidos devem mostrar tbm, pq não testar outro e outro, temos Ederson, thiago santos, se não render tbm escolhe o menos pior. Tentar eu acho q ele poderia.

      • Thiago, Jean Lucas, o gandula, massagista, fisioterapeuta, a moça do café, o porteiro do Fla, eu ou vc.
        Qual quer um é melhor que jogar com um a menos.

Comentários não são permitidos.