EI: “Sem definição, permanência de Ederson no Fla vira dúvida a 30 dias do término do contrato”

A permanência de Ederson no Flamengo ainda é uma incógnita. O contrato do meia vence no dia 30 de junho, e a diretoria ainda não se reuniu para falar sobre o assunto, o que gera um clima de incerteza no jogador.

Após a vitória do Flamengo sobre o Bahia, na última quinta-feira (31), Ederson parou na zona mista para falar com os jornalistas. Quando questionado sobre a renovação de contrato, o meia foi sincero e disse que quer permanecer, mas garantiu que ainda não foi procurado.

“Eu gostaria de ter a oportunidade de renovar para dar continuidade no trabalho. Mas isso não tem que partir de mim. Estou à disposição. Se o Flamengo me procurar, eu vou estar aberto a conversar, mas por enquanto ainda não teve (a conversa)”.

A reportagem do Esporte Interativo apurou que a diretoria do Flamengo ainda vai se reunir nos próximos dias para pensar o que fazer sobre a pendência. Carlos Noval, diretor de futebol, Ricardo Lomba, vice-presidente, e Barbieri vão participar desse encontro para tratar sobre o assunto. Enquanto o clube não define, o staff do jogador já estuda o que fazer caso a renovação de contrato não aconteça.

Muito tempo sem jogar:

Ederson tem 32 anos e deixou a Lazio, da Itália, em 2015 para voltar ao Brasil e vestir a camisa do Flamengo.O melhor ano do meia no clube foi em 2016, quando entrou em campo 21 vezes e marcou um gol.

Em julho de 2017, Ederson precisou dar um tempo no futebol para ser submetido a uma cirurgia para tratar um tumor no testículo. Depois de encerrar a fase de tratamento de quimioterapia, o meia voltou a treinar em outubro.

Desde que se recuperou do tumor, Ederson não entrou em campo. A última partida oficial do meia foi no dia 11 de junho de 2017, contra o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro. ​Em março deste ano, ele chegou a participar de jogo-treino e marcou dois gols.

Reprodução: Esporte Interativo

Veja também

  • O Flamengo em 2015 tinha uma dúvida: trazer o Ederson ou o Nene. Na época comentei com todos os meus amigos que o Nene era muito mais jogador e que inclusive mesmo na reserva do West Ham ele entrava e o time melhorava, mas o brilhante Rodrigo Caetano trouxe o cara bixado lá da Lazio. Além de ser naturalmente de vidro ainda teve o azar de quase ser trucidado pelo cavalo do Fagner e ainda ser acometido por uma doença gravíssima da qual graças a Deus já está recuperado. Essa contratação realmente foi um prejuízo colossal.

  • O Clube de Regaras Flamengo fez todo o possível pelo Ederson, até renovou o contrato dele, enquanto estava com Câncer, agora não dá mais é seja feliz, se aposente, ou procure outro clube.

  • O cara tá quase meia década no clube e não tem nem 100 jogos. Parece boa pessoa … Mas daí renovar contrato já tá de brincadeira. Infelizmente seus constantes problemas médicos encerraram sua carreira.

  • O cara ficou anos recebendo sem jogar, mantendo um padrão de vida de milhonário. É muito azar viver doente? Talvez. Receber uma “pensão” de R$400 mil por mês durante esse período? Parece um privilégio pra muitos poucos…

    Se ele tivesse uma vergonhazinha na cara propunha um contrato de 1 ano, com o “valor simbólico” de R$50 mil por mês e retribuiria tudo que o clube fez. Mas na cabeça desses caras a obrigação do Flamengo é socar dinheiro no toba deles independente do que acontecer.

  • Galera, antes do câncer ele já não jogava. É um jogador “infelizmente bixado” como diz na gíria. Digo com infelizmente, pq parece boa pessoa. Mas da!!!!! Seria um absurdo renovar. UM ABSURDO!!!

  • Falta oportunidade dada pelo ainda treinador. Já mostrou que é muito mais útil que o Geovânio, que o Marlus e pode sim disputar posição com Éverton Ribeiro. Não entendo o porque de não entrar em nenhum jogo. Renovar com ele é até um ato de reaver o investimento feito em 2015, posto que jogou muito pouco, prejudicado por seguidas contusões e pelo problema que teve ano passado.

  • Poderia renovar por mais um ano. Esse caso do câncer foi numa hora muito escrota.

  • Não posso falar que gosto dele pois ví pouquíssimas vezes ele jogar, desde 2015; veio machucado; demorou muito tempo para jogar; depois o carniceiro Fágner o tirou de campo por mais de 1 ano, depois o tumor. Boa sorte, mas em outro clube.

  • “Eu gostaria de ter a oportunidade de renovar para dar continuidade no trabalho’ Que trabalho?

    • Treinos.

    • Ficar deitado na enfermaria.

  • O cara tem qualidade mas, além de machucar demais, teve o problema do câncer. Eu, sinceramente, espero que renove e tenha mais oportunidades.

  • Prezado Ederson,

    Espero de coração que vc recupere EM OUTRO CLUBE.

    SRN

  • Ponham para jogar ou liberem logo o cara. Tem técnica para substituir o Diego quando este não estiver bem (a maioria das vezes), assim mantendo o Paquetá como volante. Se não corresponder expectativas, sem renovação.

  • Já no ano passado deveriam ter visto que esse rapaz não poderia mais fazer parte de uma equipe de alta performance como o Flamengo, tá fazendo hora extra no elenco.

Comentários não são permitidos.