BuzzFla: Flamengo x São Paulo

O Brasileirão vai voltar e com ele a disputa para manter a liderança na tabela. O Mengão está pronto para mais um desafio. Nesta quarta-feira, o duelo será contra o São Paulo, que ocupa a terceira colocação, com 23 pontos. E será um jogo daqueles para definir a competição. Se vencer, o Flamengo abre sete pontos de diferença. No caso de resultado-não-pode-ser-dito, continuamos líderes, mas a distância cai.

Porém, a expectativa é de vitória no Maracanã abarrotado que teremos nesta quarta. E para celebrarmos a volta do Brasileiro com esse clássico, vamos relembrar alguns momentos especiais da partida na história.

1. O primeiro passo do Imperador

O dia 06 de fevereiro de 2000 está marcado na história do Flamengo. Foi nesta data, que um jovem de 17 anos entrou no segundo tempo de até então São Paulo 2×1 Flamengo, pelo Torneio Rio x São Paulo, e com um minuto de jogo recebeu lançamento de Rodrigo Mendes e deu um toque para matar a bola. Com outro, tirou o zagueiro e com mais um deu um chute seco, tirando a bola de Rogério Ceni e empatando a partida. Três toques, um minuto de jogo no segundo tempo, e o primeiro gol de 46 com o Manto Sagrado. O nome deste menino era Adriano Leite Ribeiro. O mundo o conheceu como Adriano Imperador. O gol você relembra aí embaixo. O resultado foi 5 a 2 para o Mengão. Mais seis gols na partida, porém este foi, disparado, o mais importante na história.

2. Pai….. o pênalti

Já que começamos falando do Imperador, vamos continuar no Hexa? Durante a campanha, enfrentamos o São Paulo em outubro, no Maracanã, em jogo que teve mais de 57 mil torcedores na arquibancada. O tricolor paulista saiu na frente, com gol de Hernane, aos 25 do primeiro tempo. Na etapa final, Toró dividiu com Jorge Wagner e foi derrubado na área. Pênalti. Pet pegou a bola e bateu. Rogerio Ceni se adiantou e fez a defesa, mas como não foi muito discreto em sua saída, a arbitragem mandou voltar.

Pet pegou a bola de novo. Everton chegou do seu lado e disse “Pai, confiamos em você. Pode bater de novo. F(PALAVRA IMPRONUNCIÁVEL NUM SITE DE FAMÍLIA) o pênalti. Pet foi lá e meteu o gol – com aquela categoria que só o Pet tem.

3. Quase três anos depois. 

A última vez que Flamengo e São Paulo se enfrentaram no Maracanã foi em agosto de 2015. A vitória rubro-negra por 2 a 1 marcou o início deste intervalo no gramado mais famoso do mundo. Com mais de 40 mil torcedores na arquibancada naquela tarde de domingo, o Mengão iniciou uma sequência de seis vitórias seguidas na competição, com a estreia de Oswaldo de Oliveira no comando.

O São Paulo saiu na frente, com gol de Luiz Eduardo, ainda no primeiro tempo. Mas o Mengão empatou rápido. Ederson foi esperto e aproveitou o mole que Thiago Mendes deu e só cumprimentou o goleiro com o gol da igualdade.

A Nação empurrou o Mengão. A vitória era importante demais naquela situação e o time voltou com força para o segundo tempo. Aos 20, a pressão deu certo. Outro vacilo dos zagueiros e Guerrero entrou cara a cara com o goleiro. Com classe e tranquilidade, o peruano tirou qualquer chance de defesa e saiu para comemorar o gol da vitória.

4. Ilha de golaços

Se a partida marca a volta do clássico ao Maracanã, a pausa teve um capítulo na Ilha do Urubu que foi marcado pelo que se pode chamar “a tarde perfeita”. No ano passado, no dia 02 de julho, Guerrero e Diego marcaram duas obras de arte e lideraram a equipe na vitória por 2 a 0, para deleite de 17 mil rubro-negros na Ilha.

Foi a quarta partida do Mengão administrando o estádio na Ilha do Governador e a quarta vitória seguida. Os gols todos saíram no primeiro tempo. Aos 36, falta na entrada da área. Guerrero se apresenta para bater e a confiança do time nele não permite que outro pense em tentar pegar a bola. O camisa 9 não perdoa. Mandou na gaveta, sem chances para Renan.

Placar aberto, mas o Mengão amassava o rival. O segundo gol era questão de tempo e saiu ainda nos 45 iniciais. Guerrero armou para Everton Ribeiro, que cruzou na medida para Diego fuzilar de primeira e marcar outro golaço. Vitória garantida, o segundo tempo foi apenas protocolo. A FlaTV relembra os gols aí embaixo.

5. O Melhor Time do Mundo

Imagine entrar em campo logo como Campeão do Mundo? Primeiro jogo depois do inesquecível 3 a 0 sobre o Liverpool, no feriado de São Sebastião de 1982, o Mengão teve um senhor desafio logo em seu primeiro jogo após o título. Era o São Paulo, vice-campeão brasileiro de 1981, na abertura do campeonato daquela temporada.

Era literalmente o primeiro jogo do Flamengo no ano. O time sentiu isso e o São Paulo, que também iniciava os trabalhos, mas não jogou até meados de dezembro no outro lado do mundo, aproveitou e abriu 2 a 0 logo de cara. Primeiro com Serginho, aos quatro minutos, em chute cruzado dentro da área. A bola ainda tocou em Mozer, mas já tinha endereço certo.

Dez minutos depois, Serginho, de novo, aproveitou cruzamento preciso de Renato e, livre debaixo das traves, só conferiu. As 85 mil pessoas no Maracanã tentavam entender como o time campeão do mundo estava tão entregue. O primeiro tempo acabou com a vitória paulista e o time de Carpegiani foi para o vestiário conversar.

Outro Flamengo voltou para o segundo tempo. Aos 13, Zico tabelou com Lico e diminiu. Aos 25, bate-rebate, bola sobra na entrada da área e Andrade solta a bomba. Tudo igual, agora segura os campeões do mundo que eu quero ver!
Trinta e seis minutos, segundo tempo, jogo todo à feição do Flamengo, mas precisava matar. Lico desce pela esquerda. Junior passa como uma flecha. O 11 toca para o 5 que cruza na medida para o 10. Zico sobe sozinho e testa para acabar com o jogo. Virada espetacular do time que mostrou o que é ser o Melhor do Mundo.
Reprodução: Site oficial do Flamengo

Veja também