Uol: “Fla e São Paulo têm em Everton a chave de problemas e soluções em 2018”

Não é exagero afirmar que Flamengo e São Paulo fazem o duelo mais esperado no retorno do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo. Nesta quarta-feira (18), líder e terceiro colocado, separados por quatro pontos, se enfrentam às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, em busca da manutenção das boas campanhas e com um personagem no centro das atenções: Everton.

O meia, atualmente no Tricolor, se tornou a chave de problemas e soluções dos clubes em 2018. Ao deixar o Flamengo em abril, em negociação que envolveu R$ 15 milhões, sendo metade para os rubro-negros, ele abriu importante brecha no Ninho do Urubu. A posição foi preenchida por Vinicius Júnior, mas era sabido que o jovem não ficaria para o segundo semestre por conta da transferência para o Real Madrid.

O Everton é um jogador querido por todos no elenco. Sabemos o poder de desequilíbrio que ele possui. É agressivo e agudo. Espero que possamos sair felizes do reencontro“, disse o técnico Maurício Barbieri.

Apesar de não ter alcançado o status de incontestável pela torcida, Everton era titular absoluto e uma válvula de escape do Flamengo. Por isso, e com a saída de Vinicius Júnior, a posição é de novo um obstáculo a ser superado pelos cariocas. E em um momento importantíssimo da temporada. Marlos Moreno, Geuvânio e Berrío são as opções. O primeiro sai como favorito, enquanto a diretoria busca no mercado uma reposição de peso para o setor.

Pelo Flamengo, Everton disputou 265 jogos e fez 39 gols. Na maioria das vezes, ele foi importante e ditou a forma de jogar da equipe pelas pontas. Porém, não existia mais clima para a permanência por conta da insatisfação do atleta com a parte financeira. Ao Rubro-negro, resta apenas encontrar uma nova saída, em casa ou fora dela.

Tínhamos um escape importante que era o Vinicius Júnior. Agora está até um pouco mais equilibrado, pois ele não fazia muito a recomposição. Saímos pelos lados e pelo meio, usamos os laterais. O time é um pouco diferente, mas faremos o possível para a suprir a falta que fará. O Marlos treinou muito bem no lugar. É importante a confiança para quem entrar. Espero que ele faça um bom segundo semestre para nos ajudar“, comentou Everton Ribeiro.

No São Paulo, Everton se tornou unanimidade rapidamente. Foram 11 partidas disputadas, sempre como titular, com três gols marcados e quatro assistências. Essa marca já o tornou o maior garçom do Tricolor na temporada. Na conta de participações em gols ainda entram dois pênaltis sofridos pelo jogador de 29 anos e que assinou contrato até 30 de junho de 2021.

Além da boa e imediata resposta em campo, o ponta conseguiu uma adaptação veloz também fora dos gramados. O jogador normalmente anda com Nenê, Diego Souza e Reinaldo, formando grupo importante pela personalidade em campo e na manutenção do bom ambiente do clube paulista. Como atletas mais experientes, ajudam ainda os garotos da equipe a sentirem menos a pressão de atuar pelo profissional e na seca de títulos do Tricolor.

Reprodução: Uol Esporte

Veja também

  • Éverton é apenas esforçado demais, por isso se contunde muito… Dá tudo que tem, que não é muito, pois é muito limitado tecnicamente, de 10 passes fáceis erra 4. Não seria jogador para ser titular do Fla, era titular porque carregava o piano como esforçado ao limite. Marlos por exemplo é tecnicamente infinitamente superior, se colocar 80% da transpiração do Éverton será incontestável…

  • Everton um jogador comum e esforçado, na minha opinião sempre foi o defeito de todos os treinadores que passaram pelo Flamengo acharam que ele era válvula de escape. Jogador de passe ruim e pouco criativo.
    Sempre escolhia a opção errada na hora de finalizar uma jogada.

  • a Copa mostrou que jogador ajuda, mas quem ganha campeonato e sistema tático, jogador que se encaixa bem no sistema , esse sim ajuda mais o time. Mas é obvio que adoramos ver as firulas dribles etc. Eu pessoalmente hoje em dia , quero são os títulos de volta ao mais querido

  • Não confundam “jogador mais esforçado” com “melhor do time” .. Éverton era esforçado é apenas isso, aquele time do Fla era sem sangue, qualquer um Q corresse bem que nem ele, seria considerado um dos melhores do time.

  • Um dos jogadores menos criativos que já vi, tem o jogo previsível e não faz a menor falta, na verdade acredito que o time melhorou, a bola antes era so no everton, correria e cruzamento, hoje tem muito mais trabalho por dentro do campo, seja feliz everton, mas fique longe

  • Lixo.

    O Flamengo do “melhor do time Everton correria” foi eliminado na fase de grupos da libertadores, nunca pegou a liderança do Brasileiro (Nem passou perto), perdeu a final da copa do brasil/sulamericana com um futebol horrível.

    O Flamengo sem Everton já está na fase de mata-mata da liberta, é lider absoluto do campeoanato BR jogando o melhor futebol no país e com chances na copa do Brasil.

  • Como pode vender um jogador q era o melhor do time e agora quer pagar 10 milhões por outro q não sabemos se vai render o valor pago. SRN

    • Vc tem certeza de que entende de futebol?

Comentários não são permitidos.