Comentarista sai em defesa de Guerrero: “Não é migué, é bom senso”

O contrato de Paolo Guerrero com o Flamengo se aproxima do fim e, até então, as negociações entre o atleta e a diretoria do Mais Querido não apresentaram evolução. Em meio a isso, há a polêmica suspeita de que Guerrero haveria feito ‘corpo mole’ para não participar da partida contra o Grêmio, no último sábado (04), para ter a possibilidade de se transferir a outro clube brasileiro.

Ainda que não tenha sido comprovado um possível desvio profissional de Guerrero, a hipótese é debatida de forma veemente em programas esportivos. E o comentarista Paulo Lima, da Fox Sports, saiu em defesa o centroavante peruano, mesmo que este tenha ficado de fora da partida propositalmente.

A palavra não é migué, é bom senso. Se o cara tem 6 jogos e o contrato dele não está para ser renovado, ele vai ser expor ao sétimo jogo e ficar fora de um futuro clube do futebol brasileiro? Ele teve consciência do que é ser um profissional de futebol —, afirmou Paulo.

O vínculo atual de Guerrero com o clube da Gávea vai até o dia 10 de agosto. Oficialmente, o Flamengo alega que ainda negocia com o centroavante, na tentativa de um acordo pela extensão contratual. Porém, nos bastidores, sabe-se que as conversas dificilmente irão à frente, por conta da postura irredutível do jogador em relação a termos como tempo de contrato e valores pedidos.

Veja também

  • A contusão pode ser facilmente comprovada com o depoimento do Dep. Médico. O jogador não vai inventar contusão pra ser depois desmascarado pelos médicos, a não ser que os médicos estejam todos mancomunados com ele, o que eu acho muito pouco provável. Então, se os médicos podem atestar se ele está mesmo lesionado ou não, é simplesmente uma leviandade ficarem falando que ele fez “corpo mole”. Porque não perguntam ao Dr. Tannure sobre a lesão dele?
    Guerrero, na minha humilde opinião, não é um grande jogador, e a polêmica da suspensão, aliada ao fato de que é um centroavante que raramente joga ou faz um gol, não recomenda a sua permanência no Flamengo. Quanto a “reforçar” o inimigo, a não ser que Guerrero tenha passado 3 anos no Flamengo errando de propósito tudo o que tentasse, a tendência é a de continuar sendo um perfeito inútil em outro clube, e muito bem remunerado pra não fazer quase nada. Porém, se o peruano danar de fazer gols um atrás do outro no outro clube, duas coisas podem ser motivo de reflexão: ou os nossos treinadores, desde 2015, foram uns completos incompetentes (e aí tb evidencia uma “incompetência esportiva” da diretoria), ou Guerrero estava mesmo de sacanagem com o Flamengo. E isso eu não sei dizer porquê.

  • “Bom senso” é ele cumprir o contrato que ainda está em vigor com o seu clube.

  • Concordo com o comentarista se o guerreiro disse que não vai recebe o salário do mês pq se ele está recebendo tem que jogar.

  • E quanto aos outros 12 jogos que ele não jogou por imprudência na gestão do que ingere!?? Ele “teve consciência do que é ser um profissional de futebol” nessa hora também???

  • Jornalismo do Brasil é um lixo até no esporte !!!

  • Profissional? Se Esconder atrás de uma lesão para evitar 1 jogo estando c o contrato em vigor? Isso é profissionalismo?

  • Paulo lima vtnc

  • Ta d corpo mole ha muito tempo. Fez corpo mole p se poupar p copa. E se fosse esse profissional todo, assumiria a responsabilidade de ter se dopado p jogar pelo seu pais. É caro e fraco. Pode ir embora.

Comentários não são permitidos.