Ex-jogador do Flamengo, Jônatas se declara: “O sentimento por esse clube segue o mesmo”

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O Flamengo é um clube marcante na vida de muitos jogadores, e na do ex-meio-campista Jônatas Domingos não é diferente. O ex-atleta sempre foi reconhecido pela Nação Rubro-Negra, por ser um volante com bastante raça, mas também ter uma certa classe durante os jogos. Não à toa, chegou a ser chamado de “Maestro da Gávea“. Jônatas demonstrou não ter esquecido o Fla e utilizou o seu Instagram para se declarar ao Mais Querido.

Em uma publicação em que o Manto Sagrado aparece em seu ombro, o ex-meio-campista disse que, apesar do momento não ser favorável ao Mengão, o sentimento pelo Rubro-Negro continua sendo o mesmo de quando atuava pelo time: “O momento não é bom, mas o sentimento por esse clube segue sendo o mesmo @flamengo.”, publicou o ex-jogador.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos, para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir! 


Jônatas foi um dos melhores jogadores do time que sagrou-se campeão da Copa do Brasil, em 2006. Após aquela conquista e também por ter feito uma temporada em alto nível pelo clube da Gávea, o ex-volante foi negociado com o Espanyol, de Barcelona-ESP. Ao todo, ele tem 226 jogos com a camisa rubro-negra e 14 gols marcados.

Veja também

  • Mascarado pra cacete!

  • Melhor que Arão

  • Muito potencial sim, jogou muito bem a Copa do Brasil de 2006, mas no geral deixou muito a desejar, foi muitas vezes chinelinho e sem sangue tmb… Vc parecem q tem memoria curta !!!

  • prá jogar e bem no Flamengo, tem que ter CULHÃO ROXO, e poucos conseguem…..

  • Meio campo o Flamengo teve 4. Bria e Zizinho, em 1944. Dequinha, Jordan e Servílio, em 1955, Carlinhos “Violino” e Nelsinho Rosa, em 1965 e Carpeggiani, Andrade, Adílio e Zico, a partir de 1978. Jonatas foi um bom jogador, apenas. Nada de extraordinário, mas sempre honrou o manto e era raçudo, tinha vontade em campo, não se conformava com a derrota, e até mesmo com empates. Foi de uma época em que o Flamengo formava jogadores com DNA rubronegro. Hoje, tirando Vinicius Jr., tudo isso se perdeu.

  • Jogou muito somente a copa do Brasil de 2006, quando parecia que ia decolar foi jogar na Espanha e teve vários problemas e não jogou mais.

  • Muito melhor que muitos volantes que temos hoje no elenco, mas disparado.

    Saudade do temp em que jogadores honravam o manto deixando o suor em campo.

Comentários não são permitidos.