RMP: “O fracasso como destino”

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

A naturalidade com que o Flamengo passou a encarar derrotas e seguidas desclassificações nos campeonatos que disputa é a principal marca das administrações de Eduardo Bandeira de Mello, que em cinco anos e meio disputou 23 competições oficiais, ganhando míseros três títulos – dois carioquinhas e uma Copa do Brasil. É pouco, quase nada, quando se leva em conta o altíssimo investimento que tem sido feito no futebol.

É sintomático que, mesmo com uma rotatividade alucinante de técnicos e jogadores, na era Bandeira, o time do Flamengo tenha tido sempre a mesma cara: muito toquinho de bola para os lados e para trás, pouquíssima eficiência no ataque (movido acima de tudo a chuveirinhos) e carência absoluta de talento em posições fundamentais, como as laterais.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir! 


Assim, revezes como o de quarta-feira passada, na Libertadores, foram se sucedendo e, o que é mais grave, sendo encarados como normais. Como se a marca histórica do rubro-negro não fosse “vencer, vencer, vencer”, mas “perder, perder, perder”. Sem traumas!

Com a maior desfaçatez, dizia-se ao final do ano passado que o saldo da temporada fora positivo, pois o Fla chegara às finais de três competições e ganhara uma. Venceu a menos importante (o Me Engana que eu Gosto estadual) e deixou escapar as mais valiosas (a Copa do Brasil e a Sul-Americana). Desde quando isso é algo que mereça comemorações ou autoelogios? Só mesmo na atual administração.

Dizer que o Flamengo jogou bem, na segunda partida contra o Cruzeiro, no Mineirão, é uma vez mais tentar dourar uma pílula indigesta. O time de Maurício Barbieri, de fato, teve mais posse de bola, mas as melhores oportunidades de gol foram todas da equipe de Mano Menezes, que poderia ter vencido, tranquilamente, se Barcos e Thiago Neves não tivessem perdido duas chances claríssimas, quando o placar ainda estava 0 a 0 – na segunda, méritos para Diego Alves, que fez grande defesa.

Depois da partida e da desclassificação (a terceira, na Libertadores, com Bandeira de Mello!), o que fez o técnico estagiário Maurício Barbieri? Disse que gostou do jogo e deu parabéns aos seus jogadores! Por uma magra vitória que não valeu nada! E o balanço desastroso, na competição mais importante do continente? Classificou-se em segundo na chave de grupos e caiu no primeiro “mata-mata”. Desde quando isso é digno de elogios? Só mesmo para quem não tem noção do que é o Flamengo.

O esquema inofensivo

Os centroavantes se sucedem, são crucificados (não que alguns não mereçam as críticas) e ninguém vê que o maior problema do ataque do Flamengo não é o camisa nove, mas o esquema, o estilo de jogo, que começou a ser implantado lá atrás, por Zé Ricardo, e tem sido “aperfeiçoado” por Barbieri.

O rubro-negro tenta jogar como o Barcelona, de Guardiola, sem ter um milésimo do talento daquele elenco no qual pontificavam Xavi, Iniesta e Messi, cercados por outros jogadores de altíssima qualidade. O resultado? Não conseguem concluir as tramas ofensivas, ficam só no toquinho improdutivo, pra lá, pra cá e pra trás e tome de chuveirinho. Qualquer centroavante vai penar assim.

Ainda mais num time sem laterais de verdade. Na esquerda, Renê raras vezes vai à frente e na direita, Rodinei é o caos de chuteiras. Corre sem parar, mas não consegue ser minimamente eficiente no ataque e deixa um corredor aberto às costas, por onde o Fla tem sofrido gols sem parar.

É inacreditável que o treinador e os dirigentes do futebol não tenham percebido isso – e que nada façam para mudar as características de uma equipe que, pelo andar da carruagem, acabará perdendo também a Copa do Brasil e o Brasileiro. E será parabenizado por isso.

Essa turma pode ser muito boa em finanças, mas, definitivamente, não é do ramo do futebol. Nem mesmo entende o que é o Flamengo.

Reprodução: Blog do Renato Maurício Prado

Veja também

  • O Bandeira além de gostar de sustentar perebas apoia a panelinha e não a cobrança fora Bandeira e sua com a será mais um ano sem título infelizmente

  • Parem de falar bobagem. Quanta ingratidão com a Melhor diretoria de todos os tempos.

    Eu acompanho o Flamengo a mais de 40 anos e é nitido que ano após ano etamos subindo degraus de maneira consistente.

    Houveram contratações erradas sim, como sempre ocorreu. Mas o Fla atual é protagonista em todas as competições que disputa.

    Ano que vem estara novamente disputando a libertadores, a copa do Brasil e o Brasileirão com um time melhor que o de agora.

    Eu vivi um flamengo que teve gerações espetaculares nos 80 e depois ficou pra tras. Atolado em dividas.

    Essa diretoria resgatou nossa dignidade e orgulho. Perdemos com honra pro Cruzeiro. Derrubamos Gremio na copa do Brasil onde fomos finalstas ano passado e vamos brigar pelo Brasileiro ate o fim.

    Bobagem , pra nao dizer ma fé ou canalhice, querer atribuir atitude perdedora a uma diretoria espetacular como esta.

  • Perfeito. Penso o mesmo. É uma vergonha essa gestão. Cheia de dinheiro e não consegue formar um time. Muito mais um elenco.

  • Parabéns, RMP! Isto é o que realmente penso dessa pífia administração em termos do que é futebol e do que é realmente ser Flamengo!

  • Até quando vão falar em estruturamento, Flamengo já tá estruturado a três anos e ficam abafando os fracassos com desculpas q estamos no processo de estrutura,

  • Não acho fracassos não!!! Primeiramente temos q construirmos e termos estruturas, não se constrói uma casa, uma ponte ou um prédio gigante sem base, estruturas…. Sou EBM… tomara q seu indicado vença!!

  • Esse tipo de crítica só atrapalha. É verdade que ganhamos nada nos últimos anos, e se vc cita que fomos eliminados vergonhosamente nas ultimas três libertadores que jogamos, vc esquece de citar que estivemos e estaremos ano que vem novamente nesta competição. Querer chegar ao auge muito rapidamente e satisfazer a nação seria maravilhoso, mas depois voltaríamos a ser o Flamengo de poucos anos atrás. Na minha opinião vale esperar alguns anos montando, fortalecendo, criando uma regularidade no alto nível de administração e futebol para que possamos ser potências como os grandes europeus e estar sempre entre os melhores!!!!
    Pense nisso… Quero vencer, mas mais que isso, não quero nunca mais ver o mengao no estado que estava poucos anos atrás.

  • Reportagem medíocre

  • Realmente está brabo. Lembrando, que esse esquema com três meias não foi ideia do Zé Ricardo, mas do Carpe, Uma ideia que não estava sólida. O Estagiário2 só seguiu o que estava se construindo. Nada de novo fez e nada o fará, pois não tem competência, lastro de um técnico formado de verdade. Eis o grande problema. Novamente contratam um estagiário para comandar um time cheio de egos e que precisava era de um comandante com moral, e não uma aposta sem respaldo algum. Ai meu os caras deitam e rolam. O ano se vai e pelo que se desenha, vamos ficar no quase de novo e ai, vão ter muito a comemorar…
    As declarações do estagiário corroboram com a mentalidade perdedora dessa gestão embasada em discursos vazios e que só reforçam essa “marca” de perdedor. UMA VERGONHA, algo que nós torcedores raiz, ficamos tristes de ver, pois mancha as tradições do CRF. A gestão é composta por um grupo que só funcionou na gestão financeira, mas na de futebol é uma negação. São pessoas sem vivência no futebol e não sabem o que fazer…a verdade é essa e ai tomam decisões idiotas e erradas. O ano se vai e o que nos resta é seguir a do BM (Vamos levando né)…
    😯 CRF quer ser uma potência? Sem resultados em campo? O que adianta fazer “vitrine”, trazer medalhão, se não tem a alma Rubro-negra. Mais de trinta anos sem ver a liberta…o ultimo título brasileiro já fazem 9 anos…o ultimo titulo expressivo foi a CDB de 2013 (5 anos já se vão). O time fica anos sem ver as conquistas e para ser uma potência meu tem que levantar uns dois a cada ano. Eu falo de título de verdade. Bom, quem sabe ainda se possa ganhar algo, pelo menos para livrar o ano. Sem mais.

  • EBM prestou um grande serviço nas finanças e patrimônio do clube, mas no futebol deixou a desejar, no remo idem, hoje o FLA sempre perde pro Bostafogo no remo, não podemos esquecer nosso nome Clube de Regatas do Flamengo, nas finanças nada a dizer, apesar de jogar grana fora no futebol, Rômulo, Dourado…

  • quando voltar as imensas dívidas impagáveis, jogadores e treinadores na justiça e fazendo filas na Gávea para receber o que deixaram de honrar, entrando no Brasileiro para disputar para não cair, sendo chacota de tudo e de todos, aí sim; eles darão valor ao atual Presidente Bandeira de Mello.

  • Olha não boa ! Falar ate Papagaio Fala vejo muito gente Criticar o EDM, porem puxem o Retrospecto do Time dele e Veja realmente se aquele era o flamengo que nos queríamos um time afundado em dividas e de fracassos puxem ai a última vez q flamengo disputou 3 liberta em 6 anos ? Lógico que tem muito o que ser consertado eu tb um mero torcedor não estou feliz porem possa ser que entre outro presidente e ganhe tudo ate o mundial novamente .porem, os títulos daqui pra frente terão sempre a marca do Bandeira afinal pra se montar grandes times alguém teve que colocar o Clube em ordem e muito agora q a casa tá arrumada tá todo mundo querendo a teta .

  • Engraçado como se desvaloriza o título da CB no início da gestão e valoriza a CB perdida.
    Falta um pouco de coerência.
    Essa gestão foi ótima na área administrativa e econômica, faltaram um título do campeonato brasileiro ou libertadores.
    Concordo que o modo como vem sendo aceita as derrotas não condiz com que sempre foi sangue rubro negro.
    Mas no geral a gestão foi muito boa.
    Uma pena que agora o próximo presidente irá retroceder o Flamengo trazendo as dívidas em pro de querer ser campeão a qualquer custo.

  • Caro Pseudo-flamenguista Maurício Prado.

    Mais uma vez você se alinha com a “imprensa paulistinha” para denegrir a imagem do Flamengo e do seu desafeto o EBM.
    Analisemos os dados, o Flamengo ainda está equilibrando suas contas, com um passivo enorme já pago (400 milhões) e outro do mesmo tamanho a ser pago.
    Com isso o clube tem capacidade financeira de pagar salários e pouca capacidade de investimento.
    O time foi montado com oportunidades de mercado e poucas compras, o que desequilibrou o elenco e se não fosse o investimento inicial na nossa base, que veio nos socorrer, estariamos perdidos, com um time fraco e candidato ao rebaixamento.
    Fazem muitas comparações do nosso time com o Palmeiras, não somos donos de uma financeira (ou pior a financeira não é a dona do nosso time), 70 % do elenco do palmeiras pertence a Crefisa, ela compra o jogador e o Palmeiras paga o salário de alguns, os mais caros a Crefisa banca, isso vem ocorrendo há 5 anos, não temos esse mecenato, que resultou no Palmeiras com dos times titulares fortissimos, o Felipão optou por um time mais cascudo para libertdores e copa do Brasil e outro menos cascudo pro brasileiro, ele tem material humano de sobra,
    Nosso time combalido vindo de oportunidades e mesclado com a base tem carências graves, temos titulares absolutos:
    Diego Alves
    Léo Duarte
    Cuellar
    Paquetá (deslocado pra volante)
    Diego
    Everton Ribeiro
    Com possibilidade de ser titular:
    Vitinho
    Piris
    Uribe
    Lincon
    Carências graves do elenco
    Um zagueiro
    Dois Laterais
    Um Atacante

    Mesmo assim com um excelente trabalho do Barbieri, em certos momentos conseguimos nos impor, mas com o mês de agosto com 10 partidas num intervalo de 31 dias, pasmem uma partida a cada 3 dias, o time não aguentou o ritmo, e com a impossibilidade de priorizar uma ou duas competições, pois a imprensa cairia matando em cima do Flamengo, ficou impossivel manter o nivel das atuações e a regularidade do time, faltou literalmente pernas, não faltou raça, nem vontade, faltou o fisico mesmo.
    Com um agravante, com o São Paulo na arancada pra liderança a arbitragem baixou o “cabloco” e passou a favorecer descaradamente o time do futuro presidente da CBF, marcando e perseguindo os jogadores do Flamengo e dos adversárioa do São Paulo, vide a expulsão do jogador do Ceára e a não expulsão de Diego Souza que mando o arbitro tomar no c…
    E você vem todo jogo, sem entender nada de fisiologia falar que o time foi modo banana, e nenhum comentarista tem coragem de contradizer o “reizinho”, a palavra do “maurinho” é lei.
    Faça um favor a todos ao Flamengo, se declare Vascaíno, ou torcedor de um time de São Paulo, tire a mascara e deixe de tentar enganar a Nação, pois o “maurinho” se finge de Flamenguista só pra descer o sarafo, você me da nojo, seu verme.

  • Pronto, desabafei, agora só vou aguardar os torcedores de dirigentes começarem a me acusar de querer Patrícia Amorim, Kleber Leite e Edmundo Santos Silva de volta, já que esse é o único argumento deles para defender o Banana: amenizar a incompetência de quem eles defendem ao deixar em evidência uma incompetência maior de outros indivíduos.

  • O Flamengo não traz para a Gávea uma Libertadores há 37 longos anos, dos clubes que já foram campeões, é o segundo que está há mais tempo sem ganhar, atrás apenas do Racing, um clube que literalmente FALIU em 1999. Para piorar a situação, é uma competição na qual o clube historicamente protagonizou inúmeros vexames, é uma ferida aberta enorme na autoestima do torcedor rubro-negro, e o atual presidente PROMETEU na campanha de reeleição em 2015 que ganharíamos essa Taça para mudar isso, o que não aconteceu, fracassamos três vezes seguidas nesse triênio. Diante disso, o MÍNIMO que o atual presidente do clube deveria fazer é dar uma satisfação ao torcedor, mas não, está muito ocupado fazendo campanha para sua candidatura pessoal e completamente alheia ao clube, ainda com um mandato em vigor. É esse o “melhor presidente da história do clube” para os desinformados que desconhecem tal história?

  • Que saia logo esse câncer de SoFla do Flamengo, um monte de perdedores centralizadores.

    A propósito, onde está o presidente do clube para dar uma satisfação à torcida que o time mais uma vez decepcionou na Copa Libertadores da América? Até agora não deu as caras para comentar a eliminação. Pelo contrário, ontem, dois dias apenas após a eliminação no primeiro mata-mata disputado pelo clube em 8 malditos anos na maior competição do continente, ele estava do ladinho da mosca morta da Marina Silva fazendo campanha, e não no clube, resolvendo o que tem de errado no futebol, que mais uma vez fracassa e decepciona o torcedor.

  • E mais se não fosse esse ai o maior e melhor presidente que o Flamengo já teve nois estaríamos brigando para não cair ate hj ele esse aí msm EDUARDO BANDEIRA DE MELO FEZ O FLAMENGO SER O FLAMENGO RESPEITADO E TEMIDO POR TODOS EM QUALQUER CAMPEONATO ESSE CARA AI SIM EDUARDO BANDEIRA DE MELO E MEU IDOLO ELE NUNCA ROUBOU UM CENTAVO DO FLAMENGO POR ISSO O FLAMENGO E O Q E HJ NAO BRIGA PRA NAO CAIR BRIGA PRA SER CAMPEÃO EM TUDO BANDEIRA DE MELO ETERNAMENTE FLAMENGO NÃO E TORCE E SENTIR O AMOR MAIS PROFUNDO Q EXISTE UMA VEZ FLAMENGO FLAMENGO ATE MORRER

  • Compraram um ótimo volante, Pires da Motta, e o deixam no banco. Quando precisa o anal só técnico coloca Arão. Vem logo eleições,cmao vejo a hora da verdadeira chapa Azul entrar. Voto Landim !!!

Comentários não são permitidos.