Setembro: o mês em que os coadjuvantes brilharam como protagonistas

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Por: Carla Araújo

Setembro chega ao fim após oito partidas em 30 dias para o Flamengo. E que mês intenso. Foram muitos acontecimentos marcantes: Barbieri (ex-técnico rubro-negro) teve, pela primeira vez, uma semana cheia para treinar a equipe; o time foi eliminado na semifinal da Copa do Brasil; Dorival Júnior foi anunciado como novo treinador; entre outras situações. No entanto, o que deixou setembro ainda mais interessante foi o fato de os coadjuvantes do Fla terem brilhado tanto.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir! 


Quando se fala em gols e assistências no time do Flamengo, logo pensamos em Diego, Everton Ribeiro, Paquetá, Dourado, e por que não Vitinho e Marlos Moreno? Porém, em setembro, os protagonistas foram menos efetivos que os coadjuvantes. Dos 11 (gols e assistências) que ocorreram este mês nos jogos do Rubro-Negro, cinco saíram dos já citados anteriormente, e seis vieram desses caras: Renê, Trauco, Arão e Pará. Três deles, até agosto, não eram titulares e mal entravam nas partidas.

JOGOS EM SETEMBRO:

* Flamengo x Ceará (Campeonato Brasileiro):
Sem gols

* Flamengo x Internacional (Campeonato Brasileiro):
Um gol – assistência de Everton Ribeiro, gol de Vitinho

* Flamengo x Corinthians (Copa do Brasil):
Sem gols

* Flamengo x Chapecoense (Campeonato Brasileiro)
Dois gols – sem assistência, gol de Diego / assistência de Diego, gol de Renê

* Vasco x Flamengo (Campeonato Brasileiro):
Um gol – gol contra

* Flamengo x Atlético-MG (Campeonato Brasileiro):
Dois gols – assistência de Trauco, gol de Paquetá / assistência de Trauco, gol de Arão

* Flamengo x Corinthians (Copa do Brasil):
Um gol – assistência de Arão, gol de Pará

* Bahia x Flamengo (Campeonato Brasileiro):
Sem gols

Os protagonistas que não apareceram este mês, com gols e assistências, foram Henrique Dourado e Marlos Moreno. O centroavante marcou seu último tento no dia 12 de agosto, contra o Cruzeiro, pelo Brasileirão. Já o colombiano sequer balançou as redes no Flamengo. Marlos deu sua última assistência para gol (de Everton Ribeiro) há dois meses, na goleada por 4 a 1 em cima do Sport. Outubro começa nesta segunda-feira, e a pergunta que fica é: os protagonistas serão mais efetivos ou os coadjuvantes vão permanecer brilhando?

Veja também

  • – Grupo ninho da nação, quiser participar e so chama no what’s : 83 998064678 , SRN 🙂

Comentários não são permitidos.