Bandeira fala sobre negociação de Paquetá com o Milan: “Vamos cumprir o acordo”

FOTO: SERGIO BARZAGHI/GAZETA PRESS

O Flamengo negociou Lucas Paquetá com o Milan, da Itália, em uma transação que envolveu 35 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões de reais). No entanto, ainda não houve anúncio sobre o desfecho da venda, o que gerou muitos boatos sobre o caso nas redes sociais e também de os opositores, que se posicionaram nesta quinta-feira (11). O presidente Eduardo Bandeira de Mello, contudo, abriu o jogo sobre o tema e afirmou que há um acordo com o clube rossonero e com o estafe do atleta, por isso ainda não teve confirmação da venda.

Não existe nada que justifique acusações no plano pessoal, acusações sobre a minha honestidade, sobre a minha condução. Então, isso não existe absolutamente nada. Nós temos um acordo com o Milan, para divulgar esses detalhes mais tarde e vamos cumprir o acordo. Isso o Flamengo é absolutamente transparente. Todos os documentos serão colocados à disposição dos sócios e dos conselheiros, dos conselhos. Assim como aconteceu nesses últimos seis anos, não tem nada, absolutamente nada, de errado, nada que possa se pensar em esconder. Não tem nada de estranho. Eu fico lendo, as pessoas ficam falando para mim, eu fico lendo o Twitter de pessoas que deveriam estar mantendo a compostura e estão agindo como, parece até que de pré-postos de candidatos… Os detalhes da negociação do Paquetá serão dados oportunamente de acordo com o entendimento que mantivemos com a outra parte, com o jogador e seu procurador —, disse o presidente.

Bandeira de Mello tem sido bastante criticado devida a condução do negócio e, inclusive, o jornalista Jorge Nicola informou que o mandatário havia pedido para que fosse finalizada a negociação apenas após as eleições, pois o presidente do Fla tinha o interesse de ser eleito deputado federal do Rio de Janeiro. Bandeira recebeu 38.500 votos, o que não foi suficiente para se eleger.

Apesar de vendido e com contrato assinado, Paquetá viaja apenas em janeiro de 2019 para se apresentar ao Milan. O meio-campista ainda poderá entrar em campo nos próximos dez jogos do Flamengo na temporada. Neste sábado (13), inclusive, o jogador deve enfrentar o Fluminense, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida vai ter início às 17h (horário de Brasília) e vai ser disputada no Maracanã.

Veja também

  • Já deu no saco essa porra

  • Caramba! Será que o EBM quando diz que “vamos cumprir o acordo” será que se o Real Madrid cobrisse e se pagasse 50 milhões de Euros ele cumpriria o acordo, pois outros clubes não cumprem o acordo com o Flamengo é só ver no caso Vitinho que os dirigentes de seu ex Clube não baixaram 1 centavo se quer. Acorda besta quadrada.

  • O Paqueta está certo, tem que ir embora mesmo, todos os garotos deveriam ir embora do Flamengo. É ridículo a politica do flamengo de trabalhar. Pagam salários altissimos para jogadores absolutamente limitados como Romulo, Geovânio, Berrio, Guerreiro, Trauco, Henrique Dourado,Rever… E os garotos que tem talento recebem, no maximo 150 mil. E agora fica essa conversa de Ganso, Roriguinho… Ou seja, mais jogadores limitados que chegarão recebendo na casa dos 500 mil.

  • Nada está definido !
    Não tem nada assinado.
    Pronto ?
    Gostam de vender notícias mentirosa kkkkkkkkk esse é o Brasil de todos kkkk
    Corruptos até nas notícias falsas….
    Aonde iremos parar com esses brasileiro que vendem notícias falsas….
    Vale lembrar que no fundo do poço já estamos kkkk vamos chegar no núcleo da Terra rsrsrs.

  • Não presta

  • Ninguém tá interessado

Comentários não são permitidos.