Com Dorival no comando, Vitinho cresce de produção e chega a três assistências em três jogos

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

Por: Higor Neves

Com a chegada de Dorival Júnior, alguns jogadores do Flamengo passaram a ter rendimento superior ao que vinham tendo antes. Esse é o caso do atacante Vitinho, contratado no meio da temporada, que já vinha se tornando alvo de críticas da torcida. Agora, o jogador tem respondido às expectativas. Prova disso é que, com o novo técnico, são três jogos e três assistências do camisa 14.

Na primeira partida sob o comando de Dorival, Vitinho passou em branco. Entretanto, vale destacar que o jogo em questão foi o empate com o Bahia, no qual o técnico ainda não havia treinado a equipe anteriormente. Depois disso, duas goleadas por 3 a 0, sobre Corinthians e Fluminense. Ante o time paulista, Vitinho deu uma assistência para gol. Já no clássico carioca, foram duas, para os dois primeiros gols da partida.

De ânimo renovado, Vitinho vem se tornando uma das referências do Fla na reta final do Brasileirão. Com nove partidas no ano, o jogador vai tentar ajudar o Rubro-Negro em uma possível arrancada para o título da competição. Agora com 55 pontos, o Flamengo tem apenas um a menos que o Palmeiras, atual líder. Contudo, vale lembrar que a equipe alviverde ainda entra em campo nesta rodada, tendo o Grêmio como adversário.

Veja também

  • devriam ter feito a mudança de treinador após a eliminação da libertadores…ainda esperamos derrota para o Ceará e queda no Brasileiro para quarto ….uma diretoria seria não deveria aceitar tais resultados ….talvez estivéssemos na final da copa do Brasil a mudança de postura e evidente

  • Confiança é tudo. Um cara, novinho vem falar contigo, e depois um senhor de cabeça branca, qual você vai botar mais fé? Nesse caso Dorival tem perfil de técnico, tem VOZ ATIVA, sabe montar um time e o jogador confia muito nisso…o aprendiz? Não tem nem o que falar. Os jogadores não respeitavam ele, por ser muito novo e sem lastro, sem o respaldo dos “calos” nas mãos de quem tem rodagem e vivência no futebol. Ai claro que os caras vão ter que mudar postura e jogar bola. Vitinho brilhou junto com Uribe. Mágica? Não, lógica. Sem cruzamentos corretos, jogadas de profundidade, como um atacante aparece? Como? Os dois últimos jogos mostram a verdade dos fatos. O Aprendiz, estava perdido e não tinha o que fazer, se não demitir, tardiamente acrescento. BM e sua cabeça dura custaram a eliminação na CDB. Cara tenho quase certeza, que seria diferente com um técnico de verdade…fico com essa impressão muito forte. Bom, página virada. Agora é mais um saco diante do fraco Paraná? É o que espero, mas um a Zero está bom. Bora Mengão.

  • ainda falta velocidade e no um contra um não tenta a finta poderia ser o homem do contrato ataque mas sempre quer tocar pro lado ou pra traz nunca ora frente o Berrio embora menos técnico joga pra frente da mais opções para os homens de meio

Comentários não são permitidos.