fbpx

Fabio Monken: “Antes tarde do que nunca”

FOTO: GILVAN DE SOUZA / FLAMENGO

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Mais uma vitória, desta vez merecida. Há algum tempo venho apregoando por aqui, neste espaço democrático, que o Mengão apresenta um futebol modorrento, descompromissado, por muitas vezes arrogante, inclusive. Mas pude perceber uma ligeira mudança na postura da equipe na noite de ontem.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


O primeiro tempo da equipe foi muito bom, gostei do que vi. Apesar de pecarmos nas escolhas para a conclusão das jogadas na maioria esmagadora das vezes, nosso time apresentou um futebol muito mais condizente com uma equipe que enverga o Manto Sagrado.

Na segunda etapa marcamos logo no início e o time deu uma recuada, como de praxe nas equipes brasileiras. Afora isso, sinto que a ansiedade diminuiu e começamos a aproveitar mais os espaços, naturalmente dados, pela equipe gaúcha.

Dorival mexeu bem na equipe (considerando que eu tiraria o Vitinho) e passamos a decidir melhor as jogadas. Berrío voltou a entrar bem e Marlos perdeu mais um gol cara-a-cara com Paulo Victor, mas com a entrada destes dois jogadores pude sentir um Flamengo melhor posicionado em campo e tomando melhores decisões no terço final do campo. No finalzinho ainda fomos brindados com o segundo gol.

Mas alto lá! Não estou dizendo que estou 100% satisfeito, longe disso. Para que possamos, todos, confiarmos no time, o Flamengo precisa ter consistência nas atuações. Se o time se apresentar de forma sistemática, repetidamente, da mesma maneira, sendo insinuante, combativo, mostrando raça e disposição, correndo o jogo todo, só assim poderemos começar a acreditar realmente que algo está mudando.

Enquanto isso não ocorre, ficaremos sempre desconfiados. Não digo aqui que os jogadores que integram nosso quadro são pouco profissionais, longe isso. Mas existe um sentimento inerente a algumas pessoas, me incluo nesse rol, que consegue identificar se o time é realmente “campeão” ou não. E afirmo aqui, categoricamente, que esse time não é. Isso é coisa que se sente, não tem explicação.

Existem alguns motivos me levam a acreditar que esse elenco está fadado a ficar sempre no “quase” e posso elencar aqui alguns deles. Além da turma mostrar-se extremamente descompromissada na maioria das vezes, a leniência, o paternalismo e a falta de pulso firme, especialmente incorporados na figura do presidente Eduardo Bandeira de Mello, dão o tom e regem os fracassos contumazes de nossos atletas.

Como podemos observar a preguiça, letargia, falta de proatividade e o descompromisso contagiam negativamente qualquer elenco que seja. Além do mais há ainda aqueles que, mesmo sendo imunes a esse contágio, simplesmente ficam de saco cheio de ficar “enxugando gelo” e param de correr pelos outros. É uma questão de autopreservação, muitas vezes atribuída ao subconsciente do atleta.

Dito isso, ressalto que fiquei satisfeito com a postura da equipe neste jogo especificamente. Fazendo uma reflexão a respeito, vocês não acham que nossa posição na tabela seria muito superior se essa postura fosse adotada desde o início do certame? Fica a dica para a futura diretoria trabalhar em prol de cessar qualquer arremedo de falta de compromisso no elenco que será montado para 2019.

Bom, na minha opinião, o título do Palmeiras já é líquido e certo, são favas contadas. Só nos resta esperar quando ele virá. A única certeza que temos é que a figura leniente de Bandeira de Mello deixará a presidência após as eleições de 8 de dezembro próximo. Será que o fantasma da soberba e do paternalismo continuará a assombrar as imediações da Gávea? Só o tempo nos dirá.

Enquanto isso, devemos torcer, incondicionalmente, como sempre fizemos, e apoiar o time ao máximo, para que possamos terminar esse campeonato da melhor forma possível e, de preferência, com mais duas vitórias. Assim teremos mais esperanças para iniciarmos com milhões de boas expectativas para a próxima temporada. Vamos aguardar, que é só o que nos resta. Vai pra cima deles Mengo!!!

O Flamengo simplesmente é!
Saudações rubro-negras a todos!
 Fabio Monken
Twitter: @fabio_monken

Gostou? Não gostou? Concorda, discorda? Ótimo!
O Debate sempre será salutar!
Deixe seus comentários e interaja conosco!
Pontos de vista divergentes são essenciais à evolução do homem.
Mas lembre-se: Somos todos Flamengo!
A intolerância e a falta de argumentos são os combustíveis para o fracasso!

0 Comentários

Criação de sites e aplicativos para celular