Mauro Cezar critica mentalidade do Flamengo e faz reflexão sobre desempenho em clássicos: “Cheiro de eliminação”

A primeira derrota de Dorival Júnior no comando do Flamengo praticamente sepultou as chances do clube de conquistar o título do Campeonato Brasileiro. Apesar de ainda ser matematicamente possível para o Rubro-Negro alcançar o líder, Palmeiras, a derrota por 2 a 1 para o rival Botafogo pode fazer com que a distância para Internacional e Palmeiras aumente ainda mais no complemento da rodada. A mentalidade demonstrada pelo elenco incomodou Mauro Cezar Pereira, comentarista da ESPN, que criticou fortemente a postura do time.

Segundo o jornalista, o Flamengo se tornou um time arrogante, que olha para seus rivais como se fossem menores. No entanto, o desempenho dentro de campo contra essas equipes fica aquém do esperado, acredita Mauro. Além disso, o comentarista acredita que o revés dentro do Estádio Nilton Santos torna impossível permanecer na briga pelo caneco, inclusive classificando o resultado como “eliminação”.

— A mentalidade é muito ruim com relação à competitividade, paternalismo com alguns atletas profissionais, e a arrogância de algumas pessoas dessa direção, que acham que o Flamengo pode olhar pra Botafogo, Fluminense, Vasco, como se fossem nanicos, e o Flamengo sofre com todos eles no Campeonato Estadual, sofre contra eles no Brasileiro. Neste ano, o Flamengo não derrotou o Vasco nenhuma vez no Brasileiro. Dois confrontos, dois empates, e era pra ter perdido no jogo de Brasília. Venceu o Fluminense, que é o time que costuma complicar mais. É a segunda punhalada que o Botafogo dá no Flamengo esse ano. Eliminou o Flamengo do Carioca e provocou uma revolução no departamento de futebol, caiu dirigente, caiu técnico, quase todo mundo. Agora, se o Flamengo tinha alguma esperança de chegar ao título brasileiro, definitivamente essa derrota o afasta. Se matematicamente a chance ainda existe, as sequelas dessa derrota têm cara de eliminação. Cheiro de eliminação.

Agora, o Flamengo espera os resultados de Internacional, segundo colocado, e Palmeiras, líder da competição, para saber ao certo a distância que terá para os ponteiros. O próximo desafio do clube pelo Campeonato Brasileiro, válido pela 34ª rodada, será contra o Santos, na próxima quinta-feira (15), no Maracanã. Na terceira colocação, o Rubro-Negro não pode ser ultrapassado pelo São Paulo. O duelo contra o Peixe tem início marcado para as 17h (horário de Brasília).

4 Comentários
  • Nao querendo corrigir o mauro, esse time ai nao tem nunca tere,time mediocre fraco nao horra a camisa, sem mas palavras

  • Só em 2019, com uma mentalidade vencedora e mandando em bora jogador sem sangue é que podemos sonhar com dias melhores. O que está adiantando grana, se o time não consegue títulos, e vive perdendo para times como o botafogo (apequenados e que vivem do passado)….é assim que o CRF quer ser uma potencia? Sério isso? O Flamengo hoje é medíocre e arrota grandeza…times com folha salarial muito menor em orçamento, estão ganhando títulos e os “barões” do Flamengo só colecionando vexames. Nome só não adianta se não tiver o “espirito de Flamengo”. Não dá. 2019 te aguardo. Parei geral com esse bando de nada.

  • SÓ EM 2015
    2016
    2017
    2018
    2019…

    VAI TOMA NO CU. TODO ANO É ISSO, ESPERAR FRACASSAR EM TUDO E AGUARDAR O PRÓXIMO ANO E FRACASSAR TBM

  • Criação de sites e aplicativos para celular