Angelim revela ter indicado Dedé ao Flamengo em 2009: “Se vem naquela época, o sucesso seria maior”

FOTO: CARLA ARAÚJO / COLUNA DO FLAMENGO

Não é novidade para ninguém o sonho do Flamengo em contar com o zagueiro Dedé na próxima temporada. Após a saída de Réver para o Atlético-MG, o clube da Gávea enxerga o jogador como nome ideal para ocupar a vaga deixada pelo ex-capitão do time. Em entrevista concedida antes da bola rolar para o “Jogo das Estrelas“, organizado por Zico, Ronaldo Angelim, ídolo da torcida rubro-negra, revelou que chegou a indicar o defensor para a equipe carioca em 2009.

Eu indiquei o Dedé em 2009, inclusive. Eu indiquei ele porque jogava no Volta Redonda e já era para ele ter vindo para o Flamengo naquela época. Estão tentando trazer agora, mas se ele vem naquela época com certeza o sucesso seria maior ainda, porque estaria vestindo a camisa do maior clube do Brasil. Eu espero que ele venha, é um grande jogador. Quando vi ele jogar pela primeira vez lá no Volta Redonda, eu sabia que tinha qualidade e passei isso para algumas pessoas do Flamengo. Não veio, mas espero que venha agora -, declarou Angelim ao “Esporte Interativo“, na zona mista do Maracanã.

Outro que revelou ter indicado Dedé ao Rubro-Negro foi Júnior Baiano. O ex- jogador do Fla afirmou que realizou inicialmente uma ligação para que Muricy Ramalho, técnico do São Paulo à época, recebesse a informação e ficasse de olho no zagueiro. Sem sucesso, Baiano declarou que contatou o Flamengo. A equipe carioca, no entanto, não se mostrou muito interessada, segundo ele.

– Liguei pro Aílton, massagista, e falei: ‘Fala pro Muricy (Ramalho) ficar de olho em um zagueiro que tem aqui, Dedé, muito bom’. Não sei o que aconteceu, que não olharam. Depois liguei para o Flamengo e disse: ‘Tem um zagueiro aqui que joga demais’. E ninguém ligou -, disse o ex-Fla em entrevista ao programa “Bem Amigos“, do SporTV.

Apesar de despertar o interesse rubro-negro, Dedé não demonstra desejo de sair do Cruzeiro, clube no qual tem contrato vigente até o final de 2021. O zagueiro terminou a temporada em alta na equipe celeste, sendo considerado um dos principais nomes do elenco. Em 2018, foram 43 partidas oficiais disputadas e três gols marcados pelo time mineiro.