Landim critica venda de pratas da casa e avisa: “Quero ganhar campeonato, não dinheiro”

FOTO: GILVAN DE SOUZA/FLAMENGO

A gestão de Eduardo Bandeira de Mello no Flamengo vai chegando ao fim, já que no próximo sábado (08) acontecem as eleições. Durante o segundo mandato, a atual administração se notabilizou pelas vendas de pratas da casa, como Felipe Vizeu, Vinicius Júnior e, mais recentemente, Lucas Paquetá. Durante o programa Tempo Extra, do canal CNT, Rodolfo Landim, candidato da oposição à presidência, criticou tal atitude. O nome da Chapa Roxa destacou, mais uma vez, que o foco será em levantar taças.


Compre capinhas oficiais do Mengão para seu celular. São diversos modelos para você escolher o que mais combina contigo. CLIQUE AQUI para conferir!


Gostaria que me explicassem qual a razão de vender o Paquetá antes da janela de transferência de janeiro, onde tem uma disputa muito grande entre os times para comprar jogadores, como foi na época do Vinícius Júnior. Negocia com um clube específico, por um valor muito abaixo da multa, um jogador que vinha sendo o melhor do time. Eu quero jogar para ganhar campeonato, não para ganhar dinheiro. Tem algumas coisas incompreensíveis, a venda do Vizeu, criado na Gávea. Vende o Vizeu e vai lá e compra outros dois atacantes para colocar no lugar de um que já estava desempenhando bem e é prata da casa -, questionou.

Paquetá foi negociado no mês de outubro pela diretoria rubro-negra. Na época, era o melhor jogador da equipe, mas logo caiu de rendimento após o anúncio da transação. A venda ao Milan renderá cerca de 25 milhões de euros aos cofres do Fla, podendo ter mais 10 milhões de euros por bonificações. A quantia já começou a ser paga, e será parcelada até janeiro de 2020. Anteriormente, já havia lucrado 45 milhões de euros com Vinicius Júnior e R$ 13 milhões com Vizeu.

Veja também

  • eu acho que compreendi o que o candidato quiz dizer, que não venderia um jogador prata da casa por causa do dinheiro se no caso ele esteja jogando bem,só que ele esqueceu de dizer que futebol hoje é negócio se faz investimento nas bases para lucrar com jogadores pois tudo é empresa não é atoa que o Flamengo hoje é modelo para muitos Bandeira é um grande empreendedor tem muito crédito no Flamengo

    • Investimento na base é para formar jogadores que vão te dar retorno técnico, o retorno financeiro é uma consequência disso.

  • ELE TEM QUE CRITICAR A TROCA DE TÉCNICOS CONSTANTES NO FLAMENGO 14 TECNICOS EM 06 ANOS ,O TECNICO DO FLAMENGO NÃO PODE PERDER 01,02,03 JOGOS SEGUIDOS QUE NÃO PRESTA MAIS E JÁ DEMITIDO.
    iSSO QUE ELE TEM QUE OBSERVAR E CRITICAR PORRA ,PASSA SE 03 ,04 TECNICOS NOI FLAMENGO POR ANO ., E ASSIM QUE QUEREM SER CAMPEAO.

  • Esses caras comentam como se não houvesse a vontade do jogar (empresario) em ir para a europa, o Vizeu (empresario) fez de tudo para sair, o Vinicius JR era impossivel segurar, o Paquetá na minha opinião foi bem vendido. Antes da gestão Bandeira nossos pratas da casa eram vendidos ou trocados por tralhas, vide Adriano imperador (trocado em vampeta) e Djalminha nem lembro como saiu da gávea! Bandeira fez muito pelo flamengo e isso tem que ser reconhecido! agora é fácil falar que não precisa vender os pratas da casa, ta tudo organizado!!!

    • Vontade do jogador e do empresário só significa alguma coisa se o clube comprador pagar a multa rescisória, tirando isso, a decisão de vender ou não vender é do clube vendedor e mais ninguém.

  • Vender no Brasil é preciso.

    • Para clubes quebrados, sim.

  • se o valor da multa é de 100 milhões tem que vender pelos 100 milhões e isto deve ficar claro para o jogador e para o empresario no momento que for feito o contrato, e ter algo que de segurança ao clube para que os empresários não tentem tirar o atleta do clube.

    • Vc vive no mundo da lua. Pelo menos pelo valor da multa? A multa eh o valor máximo. Pouquíssimas transferencias são realizadas pela multa do contrato. 35 mi no Paquetá foi muito bem vendido, não dá p comparar a valorização do jogador na europa com o jogador nas americas.

    • Multa era 50 milhões, foi vendido por 35 milhões!

  • Agora a realidade financeira do Clube é outra, a estrutura é outra, se não ganhar títulos daqui para frente, pode renunciar…..se Landim ganhar vai pegar a casa arrumadinha….sem precisar vender os pratas da casa, ele só não pode esquecer que precisa ganhar dinheiro para manter salários em dia e manter a estrutura que hoje é de primeiro mundo…….fica aquela pergunta e se o próximo mandatário não ganhar nada ?

    • “se Landim ganhar vai pegar a casa arrumadinha….sem precisar vender os pratas da casa”

      Pois é, o que me leva a questionar: por que venderam o Paquetá? O valor foi abaixo da multa, foi vendido três meses antes do início da janela, sendo que dois clubes estavam o disputando e ele ainda tinha dois anos de contrato a cumprir. Por que esse desespero todo em vendê-lo? É uma séria dúvida que eu tenho.

      • concordo plenamente, eu acho que tudo tem a hora certa, e se o jogador tem multa de 100 milhões de euros, tem que ser vendido pelo valor da multa e não abaixo.

      • Paquetá não jogou nada após a copa, se mostrou displicente e sem comprometimento. Será que com o tempo não se mostraria um jogador mediano e possivelmente perderia valor de mercado, sendo vendido por menos até do que foi? Outra coisa a multa dele er 50 milhões e não 100.

        • Ele tava forçando saída, meu caro, é bem evidente isso. Vê lá a entrevista do Spindel que ele dá a entender que o Paquetá e o empresário estavam fazendo pressão pela venda no meio do ano.

  • Xiiiii……” Quero ganhar títulos e não dinheiro”, isso é preocupante, sem dinheiro não existe time bom, pagamento em dia ou seja voltemos ao clube caloteiro, com elenco pífio lutando contra o rebaixamento e o clube quebrado, sem credito e credibilidade. Voltaremos ao patamar de Vasco, fluminense e Botafogo.

    • Meu caro, eu tenho ressalvas em relação ao Landim, mas se tem uma coisa que eu sei que ele não vai fazer, é endividar o clube, até porque o próprio Landim (junto com o Rodrigo Tostes) foi o grande artífice da reestruturação do clube, então não teria motivo para tacar fogo no que ele mesmo construiu.

      A propósito, não sei se foi deliberado ou não, mas você distorceu bastante o que ele disse, que foi apenas que ele não quer JOGADOR para ganhar dinheiro, e sim para ganhar títulos. Em momento algum ele disse que não quer dinheiro.

    • esse landim vai fuder o Flamengo quer gastar , às dívidas irão voltar !

    • Cara larga de ser burro, ele sobquis dizer que o a diretoria só pensa em ganhar dinheiro e não montar um elenco bom, como podia com tanto dinheiro.

Comentários não são permitidos.