Matheus Brum: “O velho pesadelo da falta de planejamento”

FOTO: DIVULGAÇÃO

O ano está acabando. Mas, o que pode representar férias e período de descanso pra muitos, não acontece no futebol. Esta é a época de preparar o terreno pra nova temporada que se inicia já no mês que vem, com o possante Campeonato Carioca.

A nova diretoria assumiu, oficialmente, nesta quarta-feira (18). Entretanto, mesmo antes, já saem notícias sobre contratações e possíveis reforços. Sabemos que as especulações são muitas e que vários nomes são divulgados com o interesse apenas de conseguir cliques na internet ou venda de jornais.  Porém, as movimentações mais concretas que foram feitas, mostram que podemos passar mais um ano com um velho problema: a falta de planejamento.

Felipe Melo, Pablo e mais recentemente Gabriel Barbosa, não são jogadores que chegariam pra preencher lacunas que o time tem, atualmente. Precisamos de zagueiros, laterais, meias e pontas. Mas, você pode me perguntar: “ah, Matheus, nossos centroavantes não foram bem nesta temporada”. Sim, concordo. No entanto, em escala de prioridades, um novo camisa nove, fica no fim da lista. Temos Uribe, que melhorou na reta final, e Dourado, que foi artilheiro do Brasil sob o comando de Abel Braga. Isso sem contar o Lincoln, que precisa de mais rodagem pra saber se será uma eterna promessa, ou vingará com o Manto Sagrado.

Os valores até agora divulgados, tanto no caso Pablo, quanto no Gabriel Barbosa, mostram que uma parcela significativa do nosso orçamento pra contratação poderia ser gasta. Sou da tese de que esse dinheiro precisa ser melhor gerido, pra fazer render nas contratações e não voltarmos a fazer dívidas por causa de novas aquisições.

Confesso que não sou favorável ao nome de Marcos Braz pra ser o VP de Futebol. Mesmo que tenha estado à frente da pasta no último título brasileiro, não gosto da ideia de trazer ao clube pessoas ligadas ao passado sombrio do Flamengo. Só que, uma vez no cargo, é preciso torcer pra que o melhor seja feito em prol do clube, pra que possamos comemorar títulos no ano que vem.

Nas duas últimas temporadas, nos prejudicamos depois justamente por causa da falta de planejamento, seja na escolha dos treinadores, mas também dos reforços. Ao longo das competições, estes problemas ficaram mais graves.

Por enquanto, os primeiros movimentos não foram os melhores. Tomara que mude, daqui pra frente, e com a posse oficial da nova diretoria, as notícias sejam mais animadoras.

Antes de encerrar, um momento de reflexão: todo ano eleitoral é a mesma coisa, tanto no Flamengo, quanto em outras equipes. Esse momento de transição entre diretorias sempre pode prejudicar o planejamento. Talvez seja o momento de pensar em adiantar o pleito pra alguns meses antes, pra posse do presidente eleito acontecer imediatamente ao fim dos jogos oficiais.

Matheus Brum
Jornalista
Twitter: @MatheusTBrum

Gostou? Comente! Não gostou? Comente mais ainda! Mas, por favor, vamos manter o diálogo sem xingamentos ou palavras de baixo calão. O bom diálogo engrandece o homem e nos faz aprender, diariamente!

8 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular