Renê valoriza entrega do Flamengo, mas admite: “Ano muito fraco da gente”

A temporada se encerrou para o Flamengo dentro de campo, mas o desempenho da equipe durante o ano continua rendendo lamentações dos jogadores, insatisfeitos com o que foi realizado nas competições em que o clube disputou. Nesta segunda-feira (03), o lateral esquerdo Renê comentou sobre o que foi alcançado pelo elenco em 2018, antes da premiação da Bola de Prata.

Para o defensor, apesar de toda a vontade demonstrada pelos jogadores, o Palmeiras, comandado por Felipão e que garantiu a taça, conseguiu se sair melhor em questão de rendimento. Sendo assim, Renê acredita que agora, o foco precisa ser no futuro, e em fazer diferente na próxima temporada.

— Na verdade, a gente sabe que foi um ano difícil. Em termos de títulos, foi um ano muito fraco da gente. Deixamos a desejar. O que fica é a vontade e a luta. Nunca desistimos, lutamos até o final. Infelizmente, o Palmeiras foi mais competente e conseguiu conquistar o título. Mas agora é levantar a cabeça, porque ano que vem tem mais Brasileirão.

Agora, os jogadores do Rubro-Negro  se reapresentam apenas nos primeiros dias de janeiro. No dia 10, a equipe entra em campo pela primeira vez no ano, contra o Ajax, da Holanda, pela Florida Cup, torneio de pré-temporada. Ainda neste ano, mais precisamente em 08 de dezembro, o Flamengo terá um novo presidente eleito. Ricardo Lomba, atual vice-presidente de futebol, Rodolfo Landim, Marcelo Vargas e José Peruano concorrem ao pleito.

Veja também