Gabigol prefere não escolher posição em campo e minimiza artilharia: “Quem tem que ganhar é o Flamengo”

O Flamengo fez a apresentação de seu segundo reforço para a temporada de 2019, o atacante Gabriel Barbosa, na tarde desta sexta-feira (11). Em evento realizado no Ninho do Urubu, o mais novo atacante rubro-negro, que se sagrou artilheiro do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil em 2018, preferiu não falar sobre uma contagem de gols este ano, agora vestindo a camisa do clube da Gávea.

De acordo com Gabriel, o mais importante, ainda mais do que os prêmios individuais alcançados pelos jogadores, é o Rubro-Negro vencer: “Quem tem que ganhar é o Flamengo. Não o Gabriel ser artilheiro, ou o Diego o melhor jogador, o Flamengo tem que estar acima de tudo e de todos. Temos que ser campeões, todos estamos aqui e fazemos parte do mesmo time e da mesma nação.”

Apesar de vestir a camisa 9 em sua passagem pelo Flamengo, Gabriel sempre se notabilizou por ser um atacante ágil, que tem facilidade com a bola nos pés e consegue sair da área, armando jogadas e abrindo espaços para seus companheiros. Perguntado sobre onde prefere jogar, o atacante relembrou o passado “flexível” pelo Santos, e se disse pronto para ajudar na posição em que Abel definir: “Em todas as posições eu pretendo ajudar meu time. No Santos, joguei de meia, ponta, centroavante. No que o professor precisar, vou estar à disposição.”

Em 2018, Gabriel vestiu a camisa do Santos, emprestado pela Internazionale, da Itália, clube que detém seus direitos. Foram 27 gols anotados pelo clube paulista, em 52 aparições durante o ano. Artilheiro do certame nacional, o atacante foi de suma importância para o Peixe escapar da briga contra a zona de rebaixamento. O Flamengo será o primeiro clube do jogador em solo brasileiro além do que o formou para o futebol.

0 Comentários
Criação de sites e aplicativos para celular