Arrascaeta titular, atuação contra o Flu, e mais: confira os principais trechos da coletiva de Abel Braga

FOTO: CARLA ARAÚJO/COLUNA DO FLAMENGO

O Flamengo volta a campo no próximo domingo (24), para enfrentar o Americano, pela estreia da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. É o primeiro embate após a eliminação da equipe para o Fluminense, na semifinal da Taça Guanabara. A atuação no jogo contra o Tricolor, inclusive, foi defendida por Abel Braga durante entrevista coletiva, concedida na manhã desta sexta-feira (22), no Ninho do Urubu.

– Em relação ao jogo (contra o Fluminense), eu acho que o que se resume é exatamente você considerar, por exemplo, na final do campeonato, as palavras do Alberto (Valentim, treinador do Vasco). Ele expôs exatamente o que eu expus ao final da partida. Você falar que não foi ofensivo, é não querer disfarçar sua preferência pela forma de jogar do Fluminense. Eu não coloquei mais um volante, porque era a equipe que tinha vencido a Cabofriense por 4 a 0, vinha fazendo uma das melhores campanhas da competição -, disse o treinador, se voltando para as chances criadas pela equipe da Gávea.

– Se você levar mais em consideração a realidade do jogo, porque a única verdade do futebol é a vitória, não é bem assim. Nós tivemos as melhores chances de gol. Nós tivemos a primeira chance de gol aos quatro minutos de jogo. O Fluminense só foi chegar aos 14 minutos do segundo tempo. Tivemos outra jogada ao fim do jogo, de quatro contra gol. Sofremos um gol de forma atípica, faltando 30 segundos. Uma bola dominada, que nós perdemos. Isso é exatamente o que aconteceu, não estou inventando nada –, completou.

“Abelão” também confirmou a presença de Arrascaeta entre os 11 titulares para o confronto diante do Americano. O treinador não deixou de comentar sobre a falha do meia, em lance que culminou no gol da vitória do Fluminense, revelando que o uruguaio se sentiu “meio cabisbaixo” por alguns dias.

– Foi um pouco duro para ele porque o lance era difícil. Veio um erro de passe que é normal. Ele se sentiu uns quatro dias meio cabisbaixo. E nós conversamos com ele. O que eu tinha prometido a ele no final do jogo, é que ele teria a chance de mostrar seu valor no próximo jogo. Ele está escalado. E não vai jogar de uma maneira diferente que jogava no Cruzeiro –, afirmou o técnico rubro-negro.

CONFIRA MAIS TRECHOS DA COLETIVA DE ABEL BRAGA

Próxima partida e atividades no Ninho
O que mais queremos realmente é jogo e vamos tentar encarar esse de domingo da melhor maneira possível. O trabalho tem sido forte. Tem um ou outro jogador que domingo deve estar fora. Temos esse respeito enorme pelo torcedor porque ele é bem soberano. Ele comparece, nos apoia. Não nos abalamos porque a mesma dignidade da vitoria tem que ser na derrota. As coisas não estão completamente erradas como tentam insinuar.

Dourado “pedindo passagem” nos treinos
Dourado vem pedindo passagem nos treinamentos. Como existem duas a três situações para o jogo de domingo, aí é melhor não divulgar porque fica fácil para o adversário.

Everton Ribeiro fora e preparação
Quem não joga com certeza é o Everton Ribeiro. Quem joga é Arrascaeta. Rhodolfo treinou. Ontem o treino foi pesado. O nível que queríamos já atingimos. Hoje vamos tirar o pé e deixar mais uns jogadores fora. Tem jogador gripado. Hoje o Bruno vai ficar separado também. Léo Duarte também. Mais dois que vão ficar à parte e não participar do treino hoje, porque já chegaram em um nível muito alto.

Forma da equipe jogar e adaptação de Arrascaeta
A ideia é ter dois jogadores agudos pelo lado do campo. Temos no elenco velocidade com Vitinho, Bruno, Berrío e o Arrascaeta mais por dentro, municiando esses jogadores. As possibilidades são muitas. A adaptação do jogador (Arrascaeta) está sendo boa. Apesar desse percalço (falha contra o Fluminense), ele está muito bem. Já passou. Esses últimos dias está treinando de forma muito positiva. 

Veja também

  • Compara o jogo com o do Vasco e Fluminense tá se brincadeira tomara que perde e ele seja demitido pq com o elenco que tem n pode jogar retrancado e desse jeito técnico ultrapassado,tira o Léo Duarte o Cezar e agora o Everton Ribeiro tudo pq ele acr dita que o Arão da equilíbrio ao time e o Diego e o melhor do time esse Abel e um brincalhão né Fora Abel.

  • Abel, às vezes é melhor ficar calado do que falar merda…
    Não fode porra, seu time foi inoperante e medíocre e não há justificativa para o seu fracasso…
    Tente barrar Everton Ribeiro FDP e você verá a irá da Nação seu covarde do kct…
    #ForaAbel

Comentários não são permitidos.