Diego revela que decisão de visitar garotos internados partiu dos jogadores: “Gostaria de estar fazendo mais”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo tem passado pelo seu pior momento na história. Dez adolescentes morreram na última sexta-feira (08), após contêineres que serviam como concentração pegar fogo. Outros três garotos ficaram feridos, sendo um em estado grave. Os atletas profissionais do Rubro-Negro foram ao hospital visitar estes jovens, e Diego Ribas falou sobre o tema.

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (12), Diego afirmou que a decisão de ir visitá-los partiu dos próprios jogadores. Além disso, o meia afirmou que gostaria de estar mais ativo com os familiares dos jovens que faleceram, mas respeita os trâmites que estão sendo feitos.

Foi uma decisão do grupo. O grupo está disposto, aliás, para estar aqui pro que precisarem. Não só para esses garotos, mas para todos os familiares daqueles que não tiveram essa chance. Estamos aqui para ajudar. O mais importante que é com a palavra, o abraço. Assim também tenho sentido da diretoria do clube. Os familiares no que precisarem, todos do Flamengo estão à disposição. Ontem (segunda-feira) tivemos a oportunidade de ir lá. Gostaria de estar fazendo mais. Mas existe um processo também, temos que respeitar tudo -, disse o meia.

Em meio a isso, o Flamengo se prepara para enfrentar o Fluminense, na próxima quinta-feira (14), pela semifinal da Taça Guanabara. O jogo vai ter início às 20h30 (horário de Brasília) e será disputado no Maracanã. O Rubro-Negro joga pelo empate. Vasco e Resende duelam pela outra vaga na grande final.

0 Comentários
Criação de sites e aplicativos para celular