Eliminação contra o Fluminense, análise do time, e mais: acompanhe e opine no #ResenhaAoVivo

Nesta sexta-feira (15), mais uma edição do Resenha Ao Vivo vai ao ar na TV Coluna do Flamengo, a partir das 21h, comentando todos os assuntos relacionados ao Mengão!

O principal tema da noite irá tratar da derrota para o Fluminense, na última quinta-feira (14), que tirou a equipe da final da Taça Guanabara. Jogando de forma mais recuada e dando a posse de bola para o adversário, o Flamengo levou o duro golpe nos minutos finais, após falha na defesa. Os comentaristas analisarão estes e outros lances do clássico no Resenha. Você pode participar através do Twitter com a #ResenhaAoVivo e também pelo chat do Youtube. Não fique de fora!

Rodrigo Antunes comandará a mesa redonda mais interativa da internet, enquanto Ricardo Zogbhi, Ana Beatriz Zayat e Pedro Sampaio serão responsáveis pelos pitacos durante o andamento do programa. Não perca nenhum momento e confira mais uma edição do programa.

ASSISTA AO VIVO:

Veja também

  • Antes o Flamengo dominava com 600% de posse de bola mas não fazia gol, levava um no contra-ataque e todo mundo reclamava “mais objetividade, ou “verticalidade”. O time era uma “enceradeira”, ciscava, ciscava, e bolinha pra trás e bolinha pro lado, o tal do “arame liso”. Jogando contra um time fraco (mas bem treinado), que precisava vencer, bastava encaixar um contra-ataque e fechava o caixão deles. As falhas individuais, e não o esquema, derrubaram o Flamengo. O gol só saiu aos 48 do segundo tempo, depois de uma brincadeira desnecessária do Arrascaeta. Gabigol e Bruno Henrique tiveram chances nos contra-ataques, mas não marcaram. E a culpa é do Abel?
    Façam só esses jogadores levarem mais a sério o campeonato “que não vale nada”. Não perdemos nada até agora, o campeonato ainda não acabou. Ano passado o Botafogo não ganhou nenhum turno e foi campeão carioca. O Flamengo ganhou a Taça Guanabara e ficou pelo caminho, perdeu o campeonato. Eu não quero ser campeão de turno, quero ser campeão carioca. O “Carioquinha”, pra mim, vale MUITO. SRN.

  • O Flamengo de 2018 tinha a posse de bola como fator primordial aprendeu a dominar o jogo contra qualquer adversario , mas sem ser agudo em alguns jogos , mas dominava todo o campo , quem não se lembra do Flamengo x grêmio, Flamengo x Cruzeiro, onde o Mengão massacrou os 2 times , então senhores se o Flamengo mantê- se a posse de bola com os toques envolventes q o Barbieri deu a esse time e com os jogadores q chegaram o Flamengo seria.um time completo e perfeito , e se tivesse o Dorival Jr na forma q o Flamengo estava no final de 2018 , gente o Flamengo estaria acima de todos, pena q a diretoria escolheu o abel q com todo respeito é um técnico com ideias q não se encaixa do futebol atual , com abel não chegaremos longe na libertadores e brasileiro nem sonho tb , abel faça um bem a vc mesmo , se aposente e vá aproveitar seu merecido conforto

Comentários não são permitidos.