Vice-geral do Flamengo, Rodrigo Dunshee diz que “equipe será reforçada” para mediação com famílias

O Flamengo ainda tenta negociar as indenizações que serão pagas às famílias das vítimas do incêndio ocorrido no Ninho do Urubu. Na última semana, houve reunião de mediação, que acabou sem sucesso. Os familiares, aliás, demonstraram grande irritação com Rodrigo Dunshee, vice-geral e jurídico do Rubro-Negro. Neste domingo (24), ele participou de entrevista coletiva na Gávea e falou sobre o assunto, além de apontar uma “mudança de postura” para as negociações.

Em entrevista exclusiva ao Coluna do Flamengo, Dunshee já havia explicado por que deixou a reunião antes do fim. Na coletiva, ele voltou a justificar a atitude e afirmou que, de agora em diante, o clube terá mais pessoas envolvidas para tratar das negociações.

– Eu fui representando o Flamengo. Acontece que a gente não tem controle absoluto sobre todas as coisas. Todos concordaram que começassem a mediação. Nesse momento, o desembargador saiu e eu saí com ele. A partir de agora a gente vai te que ter um pouco mais de gente lá. São 13 famílias e é importante que haja uma conversa individual. A equipe vai ser reforçada. Foi importante ter e foi um pedido das famílias. Tudo ali é negociado.

Veja também