Defesa ineficaz, homens de confiança e convicções: o raio-x dos dez primeiros jogos do Flamengo de Abel

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Por: Higor Neves e Venê Casagrande

O Flamengo encarou a Portuguesa na noite da última quinta-feira (28), em duelo vencido por 3 a 1. O embate foi válido pela segunda rodada da Taça Rio, marcando a décima partida do Rubro-Negro sob o comando do técnico Abel Braga, que, apesar de estar apenas no início do seu trabalho em 2019, já deixou claras algumas de suas características, como estilo de jogo e quem são seus “homens de confiança”. Além disso, o que chama atenção no Fla é a quantidade de gols sofridos, uma vez que a equipe não foi vazada em apenas duas ocasiões.

CONFIRA O RAIO-X DOS DEZ PRIMEIROS JOGOS DO FLAMENGO NO ANO:

  • Homens de confiança

Conhecido por ter o perfil de “paizão”, Abel Braga abraçou o elenco do Flamengo em sua chegada. Entretanto, com dois atletas em específico, percebeu-se que haveria uma relação de confiança mais estreita: Diego Ribas e Willian Arão.

No caso do meia, que já era visto como um dos líderes da equipe, Abel tratou de colocar o camisa 10 novamente como titular absoluto – condição que havia se perdido no fim da temporada anterior, com Dorival Junior -, além de promovê-lo a capitão do Flamengo.

Com Willian Arão, a “mudança de patamar” foi ainda maior. Reserva em boa parte da temporada anterior, tanto com Barbieri quanto com Carpegiani, o volante renovou contrato com o Fla após pedido do treinador, e hoje é apontado como “equilíbrio da equipe” e peça chave para funcionamento do conjunto.

Antes com titularidade questionada, Diego se tornou capitão e referência da equipe (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

  • Convicções do treinador

A escolha de Diego e Willian Arão como pilares da equipe se passam também pelas convicções do treinador. Isso porque, mantendo o esquema 4-2-3-1 como base desde que assumiu o comando do Flamengo, os dois atletas acabam se encaixando no que o treinador pensa. Questionado se poderia variar o esquema para dar espaço à entrada de mais um meio campo, o treinador afirmou que não é a favor de um “time de índio”, que só ataca.

– Eu não gosto de time de índio não (risos). Só atacar é meio complicado. É bom em determinadas situações, mas você não pode entrar em campo em desequilíbrio. Eu sei, medi bem a qualidade do Arrascaeta. A grande incógnita é que nós temos Bruno e Vitinho agudos, jogadores com as mesmas características. Mas o Arrascaeta também se sente melhor pela esquerda, como faz? Três daquele lado? Tem que ir com calma. Eu vou botar o que estiver rendendo melhor. Bom é ter muitas opções, ruim seria se não tivesse.

Willian Arão é um dos pilares da equipe, segundo o ponto de vista do treinador (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

  • Inefetividade defensiva

Até então, nos dez jogos realizados pelo Flamengo na temporada, foram sete vitórias, dois empates e uma derrota. Apesar do aproveitamento geral apresentar um índice de 76,7%, é certo que um quesito tem deixado a desejar: a defesa. Apenas nos jogos contra Eintracht Frankfurt, pela Florida Cup, e contra a Cabofriense, o Rubro-Negro saiu sem sofrer gols. Ao todo, são nove gols sofridos. A equipe que mais marcou contra o Fla foi o Ajax, que balançou as redes de Diego Alves por duas vezes.

O Flamengo sofreu gol de Luciano no último minuto e foi eliminado pelo Fluminense na semifinal da Taça Guanabara, por 1 a 0

  • “O cara” da equipe

Contratação pedida por Abel Braga à diretoria, o atacante Bruno Henrique tem sido o principal destaque do Flamengo no início de ano. Ao todo, são quatro gols marcados em cinco jogos com a camisa rubro-negra. Além disso, o camisa 27 já deu passes que resultaram em gols em duas oportunidades, sendo uma para Arrascaeta e outra para Gabriel Barbosa.

Bruno Henrique é o artilheiro do Flamengo no ano (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

CONFIRA OS NÚMEROS GERAIS DO FLAMENGO NO ANO

Partidas: 10
Gols marcados: 22
Gols sofridos: 9
Vitórias: 7
Empates: 2
Derrotas: 1
Cartões amarelos: 19
Cartões vermelhos: 0
Faltas sofridas: 100 (apenas Carioca)
Faltas cometidas: 123 (apenas Carioca)

RELEMBRE TODOS OS JOGOS DO FLA EM 2019

Flamengo 2(4)x2(3) Ajax – Florida Cup
Flamengo 1×0 Ajax – Florida Cup
Flamengo 2×1 Bangu – Taça Guanabara
Resende 1×1 Flamengo – Taça Guanabara
Botafogo 1×2 Flamengo – Taça Guanabara
Flamengo 3×1 Boavista – Taça Guanabara
Flamengo 4×0 Cabofriense – Taça Guanabara
Flamengo 0x1 Fluminense – Taça Guanabara
Flamengo 4×1 Americano – Taça Rio
Portuguesa 1×3 Flamengo – Taça Rio

Veja também

  • Abel é tricoleta e vai afundar o Mengão. Abre o olho Landin!!!!

Comentários não são permitidos.