Procurado pelo Flamengo, Martinelli já recebeu propostas de 25 clubes

O Flamengo tem realizado movimentações contundentes no mercado nacional, contratando atletas como Arrascaeta e Bruno Henrique. Porém, a atuação do Rubro-Negro não se restringe a jogadores para a categoria profissional. Prova disso é que o atacante Gabriel Martinelli, de 17 anos, é um dos nomes no radar da Gávea. Entretanto, não é só o Fla que quer o jogador. O empresário dele, aliás, garante que 25 clubes estão atrás do destaque do Ituano.

Marcos Casseb, agente do jogador, concedeu entrevista ao Globo Esporte, garantindo que já esperava tal valorização, por confiar no potencial do jovem: “Para ser sincero nós esperávamos que isso acontecesse. A evolução dele desde o ano passado é muito rápida, ele é acima da media. O planejamento inicial é que ele saia direto para a Europa”.

Além do Flamengo, os clubes brasileiros que sondaram Martinelli foram Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Atlético-MG e Fluminense. Enquanto isso, no Velho Continente, equipes da Inglaterra, Espanha, Itália e França. Em meio a isso, o Arsenal (ING), aparece à frente dos demais.

Com idade para jogar ainda no sub-17, Martinelli tem sido a sensação do Campeonato Paulista. Na competição, foram seis gols marcados em 11 partidas. O atacante participou também da Copa São Paulo de Futebol Júnior desta temporada, na qual também balançou as redes por seis vezes. A grande diferença, porém, foi que ele precisou de apenas quatro partidas para atingir tal feito. Ao todo, na categoria profissional, o jovem disputou 31 partidas e tem exatos dez gols.

Veja também

  • Vai tarde…temos base!!! Isso aqui é flamengo.

  • Antes dessa Lei Pelé, o jogador tinha que ficar por 10 anos no clube, antes de se transferir. Zico só foi pra Itália aos 30 anos, Sócrates a mesma coisa, Rivelino a mesma coisa, Pelé nem teria voltado da Europa depois de ganhar a Copa de 1958 com 17 anos, e se fosse como hj aquele timaço do Flamengo de 1978/1983 não existiria. O time de juniores de 1973 tinha Cantarele, Rondinelli, Jayme de Almeida, Wanderlei Luxemburgo e Zico. Depois apareceram Andrade e Júnior (1974), Adílio e Júlio César “Uri Geller” (1975), Leandro e Tita (1976) , Geraldo Assoviador, Mozer, Zé Carlos goleiro (1977) . Hoje em dia nenhum deles ficaria uma temporada inteira no Flamengo. Algo teria que mudar, mas hj quem manda no futebol brasileiro são esses mercenários que se dizem “empresários”. Que bom se pudéssemos ver Vinicius Junior, Paquetá, Rodrygo, Paulinho, e toda essa molecada boa de bola que já foi ou que ainda vai, jogando aqui por mais tempo. Esse aí já nem pensa mais em futebol brasileiro, o mercenário faz a cabeça da família, que força a barra pro moleque ir pra Europa, como aconteceu com VJúnior. Assim fica difícil.

    • É tudo verdade esse empresário é tudo mercenário só pensa em no didi infelizmente é oque acontece hoje.

  • Muleque mal amadurece já vai pra Europa. Quem perde é o futebol brasileiro, que queima rápido seus talentos. Poderia ser um atacante de seleção se continuasse se desenvolvendo em seu país, onde já está adaptado.

  • Leilão?

Comentários não são permitidos.