Cerimônia de premiação do Carioca é marcada por homenagem às vítimas da tragédia no Ninho

FOTO: REPRODUÇÃO

A FERJ premiou na última segunda-feira (22) os melhores jogadores e treinadores do Campeonato Carioca 2019. Ainda no início da cerimônia, houve um pequeno tributo em vídeo aos dez atletas da base do Flamengo vitimados no incêndio ocorrido no CT Ninho do Urubu, no dia 8 de fevereiro.

Durante o curto vídeo, foi respeitado um minuto de silêncio e as imagens das vítimas apareceram no telão da cerimônia. Os jogadores do Flamengo, que dominaram a lista de premiados na seleção da FERJ, não puderam comparecer, uma vez que a equipe embarcou no mesmo dia para Quito, no Equador, onde enfrenta a LDU, pela Libertadores. Destaque na atual temporada, Everton Ribeiro foi eleito o craque da competição.

Representante do Fla na premiação, o experiente zagueiro Juan citou alguns nomes que poderiam levantar o troféu de campeão carioca. Dentre eles, falou que Jhonata Ventura seria o mais indicado para erguer a taça. Sobrevivente da tragédia do Ninho, o jovem da base esteve no gramado junto com os jogadores durante a festa de comemoração do título estadual.

– Eu fiquei muito feliz e honrado pelo o que os meus companheiros fizeram por mim. Dentro do próprio Flamengo haviam pessoas que poderiam levantar aquele troféu, como o Diego, que é o capitão, ou o Abel Braga, por tudo que ele passou desde o Fluminense com a morte do seu filho. O Jhonata (Ventura, sobrevivente do incêndio do Ninho) talvez fosse o que mais deveria ter levantado aquele troféu, por tudo que ele passou -, disse o zagueiro.

Veja também

  • Isso mesmo! Mais uma bola fora da diretoria. Juan só veio sugar…Qnd tava bem já esculhambou o Fla, relaxou várias vezes por dinheiro, e fora o chinelinho….

    • Vai encher o cú de rola seu idiota!

Comentários não são permitidos.