Expressão “festa na favela” é vetada das redes sociais do Flamengo por ligação à violência; diretoria nega

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

O Flamengo é mundialmente conhecido por ser povão, o clube que arrasta multidões. Um dos maiores símbolos da torcida rubro-negra é o cântico: “Festa na favela“. No entanto, a música já tradicional dos torcedores rubro-negros na arquibancada está vetada das redes sociais do time carioca, conforme informou o jornal O Globo.

De acordo com o portal, a determinação foi repassa através de uma conversa no aplicativo WhatsApp, em um grupo que contém funcionários que controlam as contas de redes sociais do clube. Diogo Costa, gerente das redes do Fla e funcionário da empresa X-Tudo, contratada pela vice-presidência de comunicação do Flamengo, explicou que o termo favela “é algo associado à violência na cidade em que moramos (Rio de Janeiro)“.

Diogo Costa não acredita ainda que o fato de a arquibancada adotar a expressão após uma vitória ou um título seja o suficiente para que o clube a use em suas contas oficiais: “O que a torcida fala é o que a torcida fala. Podemos usar algumas coisas, mas não é porque a torcida fala que devemos falar“.

Ainda de acordo com o jornal O Globo, a conversa aconteceu no dia 03 de fevereiro, assim que a recomendação foi implantada no Flamengo. O grupo “Redes Sociais CRF” tem como integrantes empregados da comunicação do Rubro-Negro, além de Diogo Costa. É por lá que Diogo comunica as decisões sobre as redes sociais do clube carioca.

A explicação sobre o assunto veio a partir de uma pergunta de outro participante do grupo, que questionou: “Mas favela não é família? É a essência do Flamengo”. Diogo ponderou: “O Flamengo está em todas as classes sociais. É o momento em que as diferenças somem e todos se tornam uma coisa só. Uma paixão que nos une. Temos que evitar qualquer tipo de segmentação“.

Segundo o jornal, a decisão causou revolta nos funcionários. O Flamengo, por sua vez, nega que tenha sido vetada a expressão nas redes sociais do clube. Porém, o diretor geral da empresa, Marcelo Gorodicht, confirmou que há uma orientação atual para que o termo não seja usado, embora não tenha chamado a medida de “veto“.

Consideramos que o Flamengo é favela, asfalto, mata, tudo. Então não estamos usando. Quem sabe até se acharmos pertinente, podemos usar. Mas veto não existe -, disse o diretor, em contato com o portal O Globo.

Confira o posicionamento completo de Marcelo Gorodicht, diretor geral da X-Tudo:

“Desde que assumimos a conta, apesar de respeitar e enxergar muitas qualidades na linha de comunicação adotada até o final do ano passado, houveram (sic) algumas alterações por nós propostas e implementadas. Uma delas foi a mudança do slogan “Isso aqui é Flamengo” por “A Maior Torcida, o Maior do Mundo” que vem assinando nossas peças. Essa alteração é porque reconhecemos ser a nossa torcida o nosso maior patrimônio e é por causa dela, que podemos nos considerar os maiores do mundo. A nossa torcida é tão grande e tão plural que abrange tudo e todos , em todas as camadas sociais e lugares do Brasil, quiçá do mundo.

Logo, quando o Flamengo vence ou é campeão, como esperamos vá acontecer neste domingo, a festa acontece em todos os lugares, em todos os recantos do Rio de Janeiro e do Brasil.

Do morro ao asfalto, da Zona Norte a Zona Sul, do Leme ao Pontal como diria o saudoso Tim Maia, do Oiapoque ao Chuí. Porque como escrevemos em um post veiculado nas redes recentemente, somos rubro negros, rubro indígenas, rubro brancos, rubro qualquer coisa. Por conta disso, trabalhamos outras hashtags que exaltem o Flamengo e o “rubronegrismo” indistintamente. E os resultados são os melhores possíveis com o nosso crescimento sensível em todas as redes.  Não existe veto algum. Qualquer um pode usar esse termo e eu não tenho nada contra.”

Veja também

  • Extra? Aposto que é Diogo Dantas. Zé ruela

  • Imprensa acha algo de errado no Fla, o que sempre terá pois ngm é perfeito. E a torcida vai na onda para criticar

  • Tá de brincadeira essa nova gestão , estou com medo de como vão deixar o mais querido , volta bandeira de melo.

  • O que mais esse clube precisa é “voltar” pra favela. Virou clube de elite, só vai ao Maracanã quem é sócio-torcedor, o povão fica de fora por não ter condições de pagar esses ingressos proibitivos pra quem não é ST, mas continua torcendo do lado de fora, na rua, no boteco, em casa. Não é porque a forma do Maracanã mudou (virou “arena” padrão FIFAlcatrua, em vez de estádio de futebol) que o conteúdo tb tem que mudar. É até impressionante como o Flamengo, mesmo fazendo essa desfeita horrorosa contra o seu povão, continue arrebanhando multidões pelo mundo afora. O dia em que o Flamengo reencontrar suas raízes e valorizar esse povão que o adora e idolatra, será imbatível! No momento, parece ter se tornado parte da mesmice que impera em todo lugar, tudo muito asséptico, inodoro e insosso. Flamengo é raça, amor, paixão, suor, superação, determinação. Jamais vi Zico, Júnior ou Leandro acharem derrota um bom resultado. O virus nefasto da FIFAlcatrua vem contaminando até o espírito dos jogadores atuais. Que com essa co-gestão da nossa casa, o Flamengo possa resgatar o que tem de mais autêntico como patrimônio eterno: a sua verdadeira torcida. VOLTA POVÃO!

  • Torcidinha de merda, nutellas

  • #Festa na favela sim!?

  • Amanhã tem que ter festa na favela, sim!!!!

  • A favela é lugar de trabalhador pobre, que é obrigado a conviver com bandidos, a violência não é associada à favela e sim aos assaltantes que se apossaram do Flamengo, quando falei que essa corja não prestava, fui criticado; agora taí, um bando de Mauricinhos, ladrões, metendo bronca até nos cantos da torcida!!

  • Festa na favela

  • Festa na favela sim

  • FAVELA, FAVELAAAA …… FESTA NA FAVELA

  • Imprensa fazendo fofoquinha e a torcida cai.

  • começou a viadagem

    • Deve ser Tricoflor esse diretor.

  • Landim tá se saindo pior que a encomenda…

  • Os ricos não representam o Fla, não representam a Nação. Flamengo é favela e tudo mais.

  • Bando de elitista filhos da puta, meter pau na rede social??? A vontade é enfiar a porrada nesse monte de filho da puta do Leblon!! Vai toma no cu!!!! Posicionamento de mercado é meu ovo! esse é a mais clara tentativa de decolar a imagem do flamengo da favela, essa merda associada ao aumento do preços e a segmentação de vendas afasta o flamengo do seu publico maior… só quem viveu a geral, um fla x flu com 100 mil sabe o que é! NAO FODE!!!!

  • Flamengo é favela SIM! Nem essa diretoria e esses fascistoides podem mudar isso. Bando de elitista! Favela lembra violência meu ovo, Rio de Janeiro lembra violência pro resto do país, vão querer mudar de estado também?

  • Tem que meter pau nesses caras nas redes sociais. Festa na favela sim, ô caralho

  • Palhaçada. Diretoria de riquinho fascista que odeia pobre. Vão se fuder.

Comentários não são permitidos.