Flamengo estuda retirada de cadeiras de setores do Maracanã após Copa América

Desde 2018, o Flamengo tinha a intenção de retirar as cadeiras dos setores Norte e Sul do Maracanã, onde as torcidas organizadas ficam concentradas, junto ao até então consórcio do estádio. Agora que o Rubro-Negro está na gestão do Mário Filho, essa vontade está mais próxima de se tornar realidade. Entretanto, só poderá ser concretizada após a Copa América.

A ideia da diretoria de retirar os assentos é para permitir que uma maior quantidade de torcedores do Flamengo possa estar presente nos jogos do Mais Querido. A expectativa é de que, sem as cadeiras, mais de 80 mil ingressos possam ser comercializados. O número se aproximaria dos 110 mil sócios-torcedores que o Rubro-Negro soma atualmente.

A média de público em jogos do Flamengo no ano de 2019 é de quase 45 mil rubro-negros. Com a retirada, esse número seria ainda maior. Para isso acontecer, a diretoria espera pelo fim da Copa América, já que a competição exige que os estádios tenham assentos.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Flanengo administrando o maracana poder construir um estadio para joga o carioquete de merda na gavea

  • Melhor é o Mengão ter um Estádio pra chamar de “seu” !!!

    • Tambem acho esse ai nao é hoje e nem nunca sera nosso!

      • facil isso acontecer.deposita 700 milhões na conta do flamengo e você vai ter um estádio até com seu nome.é cada um que aparece

  • Bacana, voltar com a geral e vender mais ingressos de baixo custo