Flamengo não perde para o Cruzeiro desde 2015 em partidas do Brasileirão

FOTO: MARCELO ALVARENGA/AGIF

O clássico interestadual entre Flamengo e Cruzeiro reúne duas das camisas de mais peso do Brasil. E não só na história, mas também nos dias atuais, o Urubu e a Raposa estão entre as equipes que protagonizam no futebol nacional. Ainda assim, quando o assunto é Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro tem conseguido se sobressair nos confrontos diretos contra a equipe celeste.

De 2015 para cá, os clubes se enfrentaram na principal competição do calendário nacional em oito ocasiões. Nessas partidas, o Flamengo saiu derrotado em apenas uma. Nos outros embates, o Mais Querido conseguiu a expressiva marca de seis vitórias e um empate. Tanto em 2016 quanto em 2018, a equipe carioca conseguiu somar todos os seis pontos disputados contra o Cruzeiro, triunfando no Rio de Janeiro e também em Minas Gerais.


CONFIRA A LISTA DE JOGOS:

2015: Cruzeiro 1×0 Flamengo / Flamengo 2×0 Cruzeiro
2016: Cruzeiro 0x1 Flamengo / Flamengo 2×1 Cruzeiro
2017: Cruzeiro 1×1 Flamengo / Flamengo 2×0 Cruzeiro
2018: Flamengo 1×0 Cruzeiro / Cruzeiro 0x2 Flamengo


No entanto, vale destacar que, neste período, o time celeste conseguiu êxitos importantes sobre o Fla. Em 2017, a final da Copa do Brasil foi protagonizada por essas equipes. Após o empate por 1 a 1 no agregado, a disputa foi para os pênaltis e o Cruzeiro levou a melhor. No ano seguinte, já pelas oitavas de final da Libertadores, a Raposa voltou a superar o Flamengo em uma competição de mata-mata, vencendo por 2 a 1 no agregado.

Neste sábado (27), Flamengo e Cruzeiro protagonizam mais um clássico, marcando a estreia do Brasileirão de 2019. O confronto está marcado para as 21h00 (horário de Brasília), no Maracanã. Visando a briga pelo título da competição, as equipes sabem que tirar pontos de um possível rival direto pode fazer a diferença na reta final do acirrado campeonato, logo, é certo que tratarão o embate com seriedade desde já.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Se os laterais são os problemas do time, por que então essa teimosia do técnico em não colocar os garotos da base, assim surgiram nossos grandes jogadores, feitos em casa o klebinho não está entre os profissionais, pior do que o Pará não será!!!