Não é só ‘corneta’: dados provam que defesa ineficiente pode afastar Flamengo de sonho do hepta

FOTO: RICARDO DUARTE / INTERNACIONAL

A inconsistência defensiva do Flamengo é um fator que tem incomodado desde o início da temporada. Sofrendo gols até mesmo para equipes com qualidade técnica claramente inferior, como era o caso da maior parte dos adversários no Campeonato Carioca, o Rubro-Negro chegou a 21 gols sofridos em 24 jogos. No Brasileirão, as redes do Fla já foram balançadas por três vezes em duas partidas. E se comparado aos últimos campeões da competição por pontos corridos, o fato é preocupante.

Em levantamento feito pela equipe do Coluna do Fla, foi constatado que os três últimos campeões brasileiros tiveram justamente a coesão defensiva como um ponto forte. Em todas essas edições da competição, as equipes que saíram com o título foram pouco vazadas e acumularam grande quantidade de pontos com vitórias apenas por 1 a 0.


CONFIRA OS DADOS:

  • 2016

Palmeiras campeão: 32 gols sofridos e seis vitórias por 1 a 0 (18 pontos);

  • 2017

Corinthians campeão: 30 gols sofridos e dez vitórias por 1 a 0 (30 pontos);

  • 2018

Palmeiras campeão: 26 gols sofridos e cinco vitórias por 1 a 0 (15 pontos);


*Foram desconsiderados triunfos por vantagens maiores, mesmo com a equipe sem sofrer gols, como placares de 2 a 0, 3 a 0 e afins.


Precisando responder em campo, o Flamengo tem pela frente mais um importante e difícil desafio. Jogando fora de casa, a equipe comandada por Abel Braga vai ao Morumbi no próximo domingo (05) para enfrentar o São Paulo, time que venceu os dois primeiros jogos no Brasileirão e parece estar se encaixando bem com o modelo de jogo implantado por Cuca.

Veja também

  • Saudações Rubro-negras!
    A tal quinta-feira dos desesperados…
    Estamos aqui, todos como baratas tontas num pós-jogo de deixou a Magnética enfurecida após a derrota pelos vermelhinhos do Sul do país que nos derrotaram após a lambança de nosso técnico e ainda com um gol do Guerrero fazendo valer ainda o dito “gol do ex”…
    Valha-me Deus!
    Nossa defesa parece mais uma peneira e nosso técnico não consegue corrigir um problema tão obvio que começa no meio de campo com o Arão querendo ser goleador e deixando nosso super-herói Cuellar sobrecarregado na função defensiva num dia em que o Rodolpho fraco e desentrosado surge para comandar nossa defesa… Isso sem falar de nosso Parazinho que está mais para Parasita na função de peça fundamental de nossa defesa.
    Nosso meio de campo pra frente que tinha tudo pra ser o The best do Brasil, sofre com a inexplicável teoria de Abelão de colocar o Everto Ribeiro do lado esquerdo de nosso ataque com o Bruno Henrique de centroavante e ainda sacrificando o Gabgol improvisado na direita (posição que o queimou na Itália), sendo que ele rende muito mais de frente pro gol, sendo o matador de sucesso garantido que conhecemos.
    Rumores da mídia falam em possível saída do Abel antes mesmo do jogo que decide nossa permanência na competição mais importante das Américas.
    Socorro! Pelo amor de Zico!
    O que existe de opções para nos salvar?
    Será que a saída do Abel realmente é o melhor nesse momento decisivo da libertadores?
    Será que um novo comandante teria tempo de organizar as coisas?
    Muitos falam em técnico estrangeiro, mas aí vem a questão do entrosamento do técnico com o time, a língua, mudança de esquema técnico… Realmente seria um boa?
    No mercado nacional tem alguém “macho” pra colocar esse time nos trilhos?
    Perguntas realmente bem difíceis de responder!
    Bom mesmo seria uma boa acochada no Abelão de nossa diretoria nas pessoas de nosso Presidente e os senhores Marcos Braz e Pelaipe que nesse momento crítico não podem ficar de braços cruzados esperando um milagre da iluminação acontecer de forma espontânea com o nosso técnico.
    Alguma coisa tem que ser feita pra ontem, pois do jeito que está ficaremos mais um ano a sentir cheirinho novamente… Ah! Mas ganhamos a Flórida Cup e o Carioca desse ano! Torneios de pré-temporada não são justificativas pra o nossos time de Galácticos Magnéticos… Temos um time que há tempos sonhávamos e agora estamos com medo de não ganharmos nada esse ano.
    Alô Diretoria! Se precisar de pressão vamos cair pra dentro! Mas não aceitamos essa inoperância e incompetência ao qual vocês apontaram o dedo pra o Bandeira de Melo (que Zico o tenha) e falaram que o jejum de títulos havia acabado, pois estamos no mesmo caminho de anos anteriores, porém com um elenco muito mais qualificado (tirando o técnico).
    Agora vou ascender minhas velas rubro-negras! Saravá!

Comentários não são permitidos.