“Não foi assim quando Palmeiras e Corinthians demitiram treinadores”, diz Mauro após comoção por Abel

Abel Braga pediu demissão do Flamengo na tarde da última quarta-feira (29), deixando o clube de forma imediata. A situação do treinador, que foi vaiado pela torcida e não contou com apoio da diretoria em determinadas decisões, gerou comoção e contestação de membros da imprensa. Com isso, o jornalista Mauro Cezar decidiu relembrar situações de outras equipes brasileiras, nas quais outros técnicos foram demitidos, mas não houve tanta repercussão quanto o caso de Abel, que sequer foi mandado embora pelo Fla, uma vez que a decisão de sair partiu do próprio treinador.

Através de seu Twitter, Mauro citou os casos de Osmar Loss no Corinthians e Roger Machado no Palmeiras. Ambos foram demitidos pelo clube após resultados desfavoráveis. O jornalista, inclusive, destacou que, posteriormente, as duas equipes acabaram superando o Flamengo na Copa do Brasil e do Brasileirão.

“Flamengo não demitiu técnico algum, o profissional pediu o boné, mas a comoção continua. Por que não reagiram assim quando Palmeiras e Corinthians DEMITIRAM treinadores em 2018 para então superar os próprios rubro-negros na Série A e Copa do Brasil, respectivamente?”, disse ele. Na sequência, ele completou:

“Quem terá coragem de tentar explicar a própria incoerência? Sem falar na tortura de números, como se a classificação na Libertadores (obrigação com time tão mais caro e tecnicamente qualificado) tivesse sido tranquila e o Flamengo estivesse em 1° lugar no Brasileirão”, opinou ele, antes de finalizar:

“Até quando teremos defensores incondicionais de treinadores que fazem trabalhos fracos? E nem todos são os conhecidos corporativistas e/ou com LinkedIn atualizado na expectativa de um convite para treinar um time ou assumir uma direção futebol”.

CONFIRA A SEQUÊNCIA DE PUBLICAÇÕES:

Veja também