fbpx

Matheus Brum: “Temos que separar o joio do trigo”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Olá, companheiros e companheiras do Coluna do Fla. Dia muito complicado hoje, não é? A cabeça está quente por causa da eliminação na Copa do Brasil, entretanto, apesar da derrota nos pênaltis, precisamos separar o joio do trigo na análise não só do resultado, mas também da sequência da temporada do Mais Querido.

Ao contrário do que muitos podem pensar, o Flamengo não jogou mal. A surpresa da escalação de Lincoln, nos primeiros quinze minutos, surtiu efeito. A equipe marcou sob pressão no campo de ataque do Athletico, praticamente não deixando os paranaenses jogarem.

A lesão de Arrascaeta, antes da metade da primeira etapa, modificou o panorama da partida, pois Vitinho não entrou bem. Ainda assim, continuamos superiores. Com a bola nos pés, procuramos trocar passes, tirando a bola da região de pressão – ou seja, onde tinha mais marcadores athleticanos -, buscando também a progressão ao ataque e a busca por passes nos espaços deixados pela zaga adversária. Foi assim que Lincoln meteu a bola na trave.

Entretanto, este tipo de marcação cobra o seu preço, que é o cansaço dos jogadores. Como disse no empate de semana passada, no jogo de ida, o Furacão está acostumado a enfrentar equipes com este estilo de marcação. Com o passar do primeiro tempo, a equipe de Tiago Nunes – muito bem treinada, por sinal – conseguiu equilibrar a partida. Mesmo assim, os números da primeira etapa foram claros: o Flamengo teve superioridade na posse e trocou mais passes entre o meio e o ataque, ao contrário do Athletico, que passou a maior parte do tempo na defesa.

Flamengo teve mais posse de bola, mostrando que controlou a partida (Reprodução: Footstats)

No segundo tempo, Jorge Jesus voltou com a mesma equipe, mas, com uma característica diferente: o português pediu para que os atletas trocassem mais o posicionamento. Lincoln caiu pela direita e pela esquerda, assim como Gabigol. Essa movimentação era importante na tentativa de quebrar as duas linhas de quatro da marcação do Athletico, que, até aquele momento, conseguia neutralizar nosso ímpeto ofensivo.

Em uma boa jogada individual de Vitinho, Everton Ribeiro conseguiu tocar pro meio da grande área e Gabigol cutucou para o fundo do barbante. O gol tem dedo do JJ. Reparem que haviam quase o mesmo número de jogadores do Flamengo e do Athletico dentro da área, algo que também foi visto contra o Goiás.

Entretanto, ao contrário do jogo contra o Esmeraldino, não estávamos roubando tantas bolas no campo de defesa ou no meio. Os desarmes aconteciam na intermediária ofensiva, e isso não é uma falha apenas do sistema defensivo flamenguista, mas sim um mérito do rival paranaense, que sabe se sair bem contra equipes que possuem marcação alta.

Como tinham três atacantes, JJ preferiu segurar mais Rafinha e Rene, para evitar a bola nas costas. Funcionou. Diego Alves não teve que fazer nenhuma grande defesa até o fatídico lance em que Rafinha erra o bote, abre o espaço na lateral direita e Rony faz o gol de empate. A partir daí, os jogadores, assim como a torcida, sentiram o baque. Na decisão por pênaltis, acabamos sendo derrotados.

É difícil pedir para muitos de vocês, companheiros e companheiras, que esqueçam a paixão e façam a análise tática da partida. Compreendo. Entretanto, este é o meu papel e, por isso, terei que ser, na visão de muitos, “advogado do diabo”.

A eliminação é o ônus de ter um trabalho que se iniciou há 28 dias, na véspera de jogos tão importantes. O erro no planejamento desta temporada apareceu de forma acachapante na noite de ontem no Maracanã, contudo, devemos perceber que atuamos dentro daquilo que o treinador pensou para a equipe. O Furacão, durante 90 minutos, só teve uma chance de fazer o gol. E, por falha nossa e mérito deles, conseguiram.

Enfrentamos uma equipe com um trabalho sólido de um ano. Mesmo com inferioridade técnica, taticamente eles estão muito a nossa frente. Isso também faz diferença. Ainda assim, temos que analisar que fomos superiores em quase todos os momentos da partida. A equipe buscou, dentro dos 90 minutos, variações que permitissem um jogo melhor.

Sobre os pênaltis, acredito que seja o momento do Diego deixar de ser cobrador, pelo bem dele. Foi o melhor jogador da nossa equipe, por mais que os haters não reconheçam isso. Defendeu, armou, tentou finalizar, colocou o pé na área. Mostrou que sabe fazer a função. Infelizmente, mais uma vez, falhou no momento decisivo.

Mapa de calor de Diego, mostra como o camisa 10 atuou em todas as faixas do campo. Está pronto para atuar como 2º volante (Reprodução: Footstats)

Acredito que é preciso um trabalho psicológico com o Vitinho. Claramente, foi ele o jogador que mais sofreu após a eliminação. O clima de animosidade perante a torcida não ajuda neste momento. Não só para o atleta, mas também para o ser humano.

Por fim, temos que rezar para que as lesões de Bruno Henrique e Arrascaeta não sejam graves, comprometendo o encaixe da equipe neste início de “Era JJ”.

No mais, a temporada não acabou. Relembrando, JJ tem três jogos. E em cada partida, vimos partes diferentes do novo estilo e modelo de jogo que ele quer colocar no Flamengo. Agora, é continuar na torcida para que nas duas competições que nos restam, possamos conseguir nosso maior desejo: o título.

Matheus Brum
Jornalista
Twitter: @MatheusTBrum


Gostou? Comente! Não gostou? Comente mais ainda! Mas, por favor, vamos manter o diálogo sem xingamentos ou palavras de baixo calão. O bom diálogo engrandece o homem e nos faz aprender, diariamente!

67 Comentários

  • DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE, TELECINE, HBO, COMBATE E CANAIS ADULTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASSINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA . SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO . ZAP 11957454865

  • Faltou o Arrascaeta, com ele os 90 minutos era certeza de classificação, o pouco tempo que jogou ontem mostrou isso, para não falar do BH tbm.

  • Parabéns pelo texto manteve sua coerência e sim da pra enxergar sua visão claramente. Continue com esse olhar tático pra quem gosta dessa parte é bem legal

  • O Flamengo jogou bem ontem. O Atlhetico-PR teve apenas uma unica chance e fez o gol. A torcida tem que aprender a apoiar o Flamengo nas derrotas. O time lutou o jogo inteiro.

  • Show de bola, é notória a evolução da equipe. É de se destacar também que esse time não atingiu nem 30% do seu percentual. Acredito muito que o Flamengo vence a libertadores ou o brasileiro esse ano.

  • Ótima análise. Jogamos bem novamente e é trabalho que segue… O time vai encaixar, espero que em breve, a libertadores está logo ali…

  • Apenas uma observação sobre “o Vitinho não entrou bem” no comentário do Matheus Blum sobre a substituição de De Arascaeta : Quando, em que jogo, Vitinho ENTROU BEM desde que está no Flamengo ?? Vitinho é um colossal BLEFE !! Joga nada, muito ruim. Não está a altura do elenco do Flamengo.

  • Bela análise, concordo com tdo. Com a saída do Arrascaeta, ficamos mto dependentes do Everton Ribeiro q jogou mal ontem.. Vitinho tirando o lance do gol tb não jgou nda… Diego jogou bem. Nos penaltis batemos mto mal.. Bola pra frente q tem Liberta e Brasileirão aí. SRN

  • Ótima análise parabéns, derrotas duras como a de ontem podem comprometer a temporada pelas reações da torcida revoltada e as “IN”-consequentes atitudes de uma diretoria passional, mas acredito no trabalho do JJ, se tiver o respaldo correto e todo o elenco a disposição pode realmente nos levar a outro patamar, embora isso demande um tempo que não temos, é preciso um trabalho psicológico depois da casa caída, pois da outra vez que perdemos a final da CB com cobrança medíocre do Gel, a temporada deu uma desandada, isso não pode acontecer de novo, talvez o sangue novo dos reforços possa contribuir pra isso

  • Única vez que concordei integralmente com o comentário. Infelizmente, Diego está meio zicado e sem confiança nos pênaltis. E Vitinho está visivelmente sem confiança alguma, embora ache que ele não entende que se correr mais em determinados momentos pode ser sua redenção no futuro.

  • Acho que pegou no ponto certo.

    Esste tipo de marcação alta cobra o preço do cansaço. Claramente depois dos 30 min do segundo tempo o time tava muito abaixo fisicamente que o adversário. Durnte todo o jogo voce via os jogadores do flamengo correndo, trocando de posicao. É até bonito de ver mas se vc nao monta o placar o final do jogo costuma ser cruel. Já tinha acontecido isso no jogo de ida, aconteceu ontem novamente.

  • Ate quem em fim um comentario racional, eliminaçao foi dolorida, mas é notorio que o time vem evoluindo, vamos ter paciencia o cara entende muito de futebol, se a torcida deixa_lo trabalhar vamos colher muitos frutos!

  • Bela análise, no contexto fomos bem dentro do novo esquema tático que o treinador propôs. São apenas 3 jogos a frente da equipe e ao meu ver esse esquema requer paciência e tempo para ser perfeitamente encaixado. Derrotas são doloridas mas é sofrendo que se faz um grande vencedor. Deem tempo ao tempo e apoiem o Jesus pois tem se mostrando um treinador muito capacitado e com ótimas ideias. Vamos seguir em frente pois quarta teremos outra decisão. Quanto ao Diego, convenhamos que já encerrou o ciclo dele no time, o melhor será tirar a braçadeira de capitão e ele do time também. pois além de ser um jogador nada decisivo, a imagem dele perante a torcida foi completamente queimada ontem. Na derrota eu também sou Flamengo. SRN

  • CONCORDO COM O TEXTO, MAS QUERO SALIENTAR QUE:
    LINCON NUNCA, JAMAIS DEVE SER TITULAR.
    VITINHO UM INVESTIMENTO ALTO EM UM JOGADOR PEQUENO, FRACO, RUIM.
    TIME JOGOU BEM….NÃO SE TIVESSE TERIA SE CLASSIFICADO.
    NÚMEROS INTERESSANTES MAS A VITÓRIA E FEITA EM CAMPO!
    ARRASCAETA SAIU DEVERIA TER COLOCADO O MILHO ARÃO ATRÁS, TIRAR LINCON , COLOCANDO DIEGO E EVERTON NO MEIO
    ENTÃO A CONTA DO TÉCNICO JA TEM 1 NEGATIVO….
    NA LIBERTADORES SERÁ 2 PELO VISTO….
    POIS ME LEMBRO QUE ZICO SEMPRE FICAVA DEPOIS DO TREINO, BATENDO FALTAS , PENALTIS.
    PET FAZIA ISSO TAMBEM!
    MAS E FATO QUE O TIME DO FLAMENGO PODE ATÉ TER NÚMEROS DE POSSO DE BOLA E ISSO E AQUILO. MAS O TIME NÃO CHUTA A MÉDIA E LONGA DISTÂNCIA, NÃO ARRISCA……
    E EVIDENTE QUE 90% DOS CRUZAMENTOS SÃO ERRADOS…
    AGORA VEM A PERGUNTA.
    SERÁ QUE A TORCIDA VAI AGUENTAR O PRÓXIMO VEXAME NA LIBERTADORES?????

  • Texto perfeito, não adianta querer crucificar A ou B . Bola pra frente.. ainda temos brasileiro e libertadores.. pra cima deles mengão!!

  • Derrotas acontecem. Faz parte do futebol.
    Outra coisa para os torcedores pensarem. Estão botando a culpa do gol na linha de zaga alta.
    O Palmeiras ontem tomou dois gols do Inter jogando da forma tradicional no Brasil.
    Nosso problema é o pouco tempo de treinamento.

  • Acolho integralmente,apenas uma discordância muito semelhança ao que o PATO fez naquela fatídica cobrança quando jogava no Corinthians,com o que fez DIEGO ontem,JJ vai ser duro com ele tenho a mais absoluta certeza,Mas não pode ser o único a instituição Flamengo ontem foi desrespeitada pela atitude do atleta

  • Acho que o goleiro deveria ter saído mais no lance do gol do Atlético, outra coisa não gosto de linha de impedimento, e o técnico tem que avisar o Diego que nessa nova função tem que tocar a bola mais rápido no setor defensivo ainda que tenha que tocar para traz, e não ficar esperando a falta, porque na hora que o arbitro não der o atacante vai dentro do gol.

  • Outra coisa prefiro o Garoto Vitor Gabriel, e um centroavante de área, tem porte físico protege e chuta muito bem, pena que não tem oportunidade.

  • Precisava de um time descansado. Colocou o time titular contra o Goiás e deu nisso. Perdeu o BH, o Arrascaeta e no final o Rafinha. Faltou planejamento.

  • Quero ver essa equipe com o Gerson e o Pablo.
    Achei que JJ tinha que ter tirado o Vitinho e colocado o Arão, logo após o gol do Flamengo..
    Iria melhorar a pegada na marcação e ele chega sempre batendo bem….

  • Belo texto parabéns mais na minha visão JJ podei ter tirado o rafinha apos o gol e ter botado o rodinei rafinha jar tava cançado e no lugar de Linco botar o uilha Arao e adianta mais diego

  • Concordo, e sem o Arrascaeta e B. Henrique que treinaram.. E o time saiu INVICTO.

    AGORA… esses jogadores já treinaram com o melhor batedor de pênalti do mundo (Ceifador) e com o maior pegador de pênalti do mundo (D. Alves)… E não aprenderam bater pênalti!!!

  • Muito boa a análise!!! Parabéns… Uma coisa que não vi ngm comentar e nem é culpa, mas no lance do Gol Cuellar teve a chance de fazer a falta e matar o contra ataque e não fez, não consigo aceitar isso pq jogadores aqui no Brasil tomam cartão por tanta jogada ridícula e aí não faz uma falta pra matar uma jogada promissora pra não tomar cartão? Espero que aprendam com os sucessivos erros nas horas de decidir pq é o único jeito de acabar essa maré de eliminações mesmo tendo o time que tem e PELO AMOR DE DEUS, PROÍBE O DIEGO DE BATER PÊNALTI!!!

  • Ótima análise, precisamos de mais flamenguistas sensatos como você. Temos que apoiar o time, chega de queimar jogadores. O Vitinho tem um potencial tremendo, mas da pra ver claramente a pressão psicológica nele.

  • Foi uma fatalidade, acredito no JJ. vamos dar tempo ao tempo, ele vai achar o modo de jogar adequado. Ele só fez 3 jogos até agora. Se os pênaltis perdidos tivessem sido convertidos o FLAMENGO teria se classificado, com certeza. PRA FRENTE MAIS QUERIDO.

  • Concordo em gênero, grau e número e ainda completo, o Flamengo da década de 80, que todos nós reverenciamos, fazia muitos gols mas também tomava muitos. Jogava como este time, com um volante e no ataque o tempo todo. Eu acredito no trabalho e na coragem do jj, o time só precisa de mais tempo pra encorpar. A minha preocupação é somente com nós torcedores que, muitas vezes pela falta de paciência e visão, pressionam e vaiam o time muito cedo. Os jogadores estão empenhados e o técnico é dos melhores, vamos deixar o elenco trabalhar.

  • Belo texto,
    Acredito no potencial desta equipe e do JJ também, estamos aflitos por títulos mas com certeza eles irão acontecer cedo ou tarde mas infelizmente por falta de planejamento na escolha do treinador no início da temporada vai nos fazer esperar um pouco mais.

  • Correticimo todos os comentaristas deviam deixar de lados sua paixão e o cubismo e comentar com razão e nos torcedores diminuir nossas exigências e apoiar mas o Mengão em todos os momentos dos 4 semifinalista todos os técnico trabalham mas de um ano nos times se continuarmos apoiando só nas vitórias ficaremos só no cheirinho vamos apoiar o técnico o time e criticar a direção

  • Mandou bem Mateus. A “crucificação” do Diego pelos cegos em futebol é totalmente desnecessária. Óbvio que ele tem que ter autocrítica para não mais bater pênaltis. Diego foi longe de qualquer outro; o MELHOR jogador da partida.
    Já pensou se o lateral que deu mole para o gol de empate fosse o nordestino Pará? Seria outro a ser linchado. Éverton Ribeiro continua rebolando, correndo pouco, mas adulado pelos cegos que o acham um monstro. Se escondeu o jogo todo e só foi notado quando felizmente ajeitou de cabeça a bola que resultou no gol rubro-negro.
    JJ errou na substituição do Arracaeta. O Arão deveria ter entrado para que o Diego pudesse ter mais liberdade de chegar perto do ataque e chutar de fora da área(coisa que o time não faz). Agora é bola pra frente. A desclassificação é dura, mas é menos ruim que um vice campeonato. Lição aprendida e que se treine muito para que não faça o mesmo na libertadores.

  • Concordo, claramente 1 jogada nos desclasdificou e sem Arrascaeta e BH perdemos o encaixe tático do time de JJ.
    A entrada do Cuellar e a saída do Arão perdemos mais, a intensidade, as medidas de bola, as chegadas na área, os cabeceios. Cuellar é só defensivo com passes laterais, para o time de JJ que busca o ataque o tempo todo perdemos com Cuellar e sem Arão.
    No esquema JJ Trauco é muito melhor que Renê pelos mesmos motivos…
    Arão e Trauco nos dão muito mais intensidade e ficamos muito mais perigosos ofensivamente, sem eles ficamos mais para arame liso…

  • Muito bom comentário.
    Saliento, apenas, que o Flamengo tem realizado a tática de se reestruturar e reforçar em período do meio do ano, com as competições de maior vulto em andamento.
    Isso não tem dado certo, e por mais que existam bons jogadores fica difícil uma reorganização para enfrentar os adversários já organizados desde o início do ano.
    Foi tentado um começo esse ano com o Abel, e por mais que houvesse demonstração de potencial não ocorreu a permanência do técnico. A estratégia de provocar a saída do técnico paizão (mas que tinha a experiência de ser vencedor – sem querer ser defensor dele), foi a aplicação de uma prática administrativa inadequada para a necessidade de momento do time. Deviam ter conversado mais com ele e apertado os parafusos para um ajuste da produção mais adequada à qualidade da equipe.
    O técnico atual, Jesus, está tendo que ajustar a forma e direção mais conveniente e adaptável em momento dos campeonatos já em andamento, e com circunstâncias de decisão. Muito mais difícil para o Mengão em relação ao desenvolvimento já atingido pelos adversários.
    Sei que temos que acertar no meio do caminho quando as questões não
    ocorrem dentro das expectativas no decorrer de um processo, mas isso demonstra falha no planejamento do início desse mesmo processo, e isso pontualmente tem sido recorrente na administração do Clube, independente da facção em vigor.
    Mas, o Flamengo é pura superação.

  • Visão excelente essa sua.
    Na minha opnião o time merecia aplausos,força da parte da torcida porque jogaram muito e não vaias.
    O trabalho vai do JJ vai render muito.

  • muito bom comentário. sem ressalvas. se não derem tempo par o trabalho ser desenvolvido, nunca sairemos da estaca zero.

  • Realmente o Flamengo foi superior quase o jogo todo. É compreensivo que haveria algumas falhas pois o trabalho ainda está no início, mas em geral durante os 90 minutos o time jogou bem, mesmo com as ausencias do BH e do Arrasca que estava muito bem na partida. Infelizmente nossa composição de elenco não é táo boa oque deixou o time previsível, (Vitinho e Berrio, simplesmente horriveis). Diego Giras é um pipoqueiro graças a Deus o titular chegou Gerson.

  • Uma coisa que falta é parar de trazer jogadores da Europa/Arabia. Já chegam cheios da grana e não tem motivação pra jogar no Fla. Para eles tanto faz ganhar ou perder, vide a reação deles após perderem os pênaltis. Jogar no Fla é só pra esticar um pouco mais a carreira e complementar a renda.

  • Eu venderia o Vitinho na primeira oportunidade, mesmo recebendo abaixo do valor pago por ele na época. Ser flamenguista não dá credencial exclusiva de ser jogador, a análise deve ser feita com base em estatísticas, inteligência, estilo de jogo.

    Com relação ao trabalho do JJ, a torcida, em hipótese alguma, pode contestar. Nenhum treinador resolve o time em 3 partidas, dependendo do elenco nem em 30.

    Agora que temos ativos talentosos e uma boa gestão financeira, é continuar a incomodar os antis e brigar por todos os títulos. Qualquer título esse ano será pura sorte! Ano que vem, com JJ, teremos no mínimo um título importante.

  • Belo texto. Sirva de reflexão para não cair nas conversas dos antis. Onde tentam atacar Diego para este pedir para sair da gavea. Todos os querem.

  • Ótimo texto. Parabéns.
    É muito fácil esperar acabar o jogo e depois dizer: “Este não deveria ter entrado, deveria ter feito isso e aquilo”. Afinal, quando acabou o jogo contra o Goiás, não vi ninguém aparecer e dizer: “Deveria ter feito diferente”.
    Você é treinador de um time há menos de um mês e tem que escolher jogadores para bater pênalti. Você quer que seu primeiro batedor seja experiente, tenha qualidade em bater na bola, tenha liderança dentro do elenco, etc. Você olha pro time e ali tem o Diego. Como não o escolher? Alguém deveria ter falado para o JJ sobre o histórico do Diego como batedor de pênaltis do time; senão, não dá pra crucificar o treinador.
    Acho que o Diego jogou bem mas não tem mais condições de correr o campo inteiro, o jogo inteiro. Isso não é pra ele. E, como foi dito em outros comentários, ele tem que entender que nesta faixa do campo não se pode segurar a bola. Uma falta que o juiz não dá e os caras estão na cara do gol.
    Rafinha é muito melhor do que qualquer lateral que temos, mas não é infalível. No seu único erro no jogo tomamos um gol. Quantas vezes Pará, Renê, Trauco e Rodinei já tomaram bolas nas costas e a zaga corrigiu, o goleiro pegou ou o atacante errou? Quantos cruzamentos desse quarteto param no primeiro marcador? Quantos vão direto pra fora? Os cruzamentos do Rafinha vão todos para a área. Mas, porque ele errou um bote, estão querendo crucificar também.
    Quanto ao Vitinho… o ER7 chegou de um futebol precário (árabe) e não jogou nada no começo; hoje é incontestável. O Arrascaeta chegou na reserva e não rendendo; hoje é insubstituível. O Vitinho ainda não emplacou, está demorando, não tem sequência – mas tem o seu tempo, já que temos jogadores que estão compensando o seu futebol ruim. E se não der certo mesmo, paciência; todos os clubes erram em contratações – o Coutinho não deu certo no Barcelona e não vejo nenhum torcedor sério criticando quem o contratou ou questionando o seu futebol. Isso também acontece. Kaká no Real Madrid, Di Maria no Manchester… ninguém tem bola de cristal pra saber se o cara vai vingar ou não.
    Derrotas acontecem.
    O mesmo torcedor que achou que o Flamengo era imbatível no domingo hoje acha que está tudo um lixo, vamos mandar todos embora. Não é assim que funciona.
    Estou vendo um time com vontade de ganhar, que está sendo cobrado, que está trabalhando duro – e os resultados vão aparecer cada vez mais. Nem sempre vamos ganhar, isso é o futebol.

  • É incrível como tem torcedor do flamengo conformado. Se tem alguma coisa que aprendi no futebol é que se vc tenta muito tempo com um jogador e não dá certo, NÃO ADIANTA INSISTIR !!!. chega, manda embora. Mas tem baba ovo que gosta do Diego, e quer que ele dê certo de qualquer jeito. Essa coluna do flamengo postou duas vezes uma matéria que dizia que o marcio araujo tinha o mesmo número de passes que o Iniesta do barcelona na época, kkkkk

  • Everton ribeiro não jogou porra alguma,ediego voltou a ciscar em campo, e quando arrascaeta saiu a eu disse acabou pro flamengo.

  • Análise PERFEITA! Pagamos o erro da escolha equivocada do começo do ano!
    O Flamengo está no caminho certo, o JJ é o futuro do Flamengo campeão que queremos,
    Parabéns para o Athlético , clube que faz um belo trabalho de longo prazo. E também para Cruzeiro e Grêmio, e espero que sigamos esse caminho.
    Só uma observação, claro que para contribuir com a discussão: não teria sido melhor a entrada do Arão, liberando o Diego para o lugar do Arrasca?

  • Cambada de derrotados. torcedores FROUXOS, por isso que estamos há um tempão sem ganhar nada, torcedor do estado de são paulo que é foda. É incrível como tem torcedor do flamengo conformado. Se tem alguma coisa que aprendi no futebol é que se vc tenta muito tempo com um jogador e não dá certo, NÃO ADIANTA INSISTIR !!!. chega, manda embora. Mas tem baba ovo que gosta do Diego, e quer que ele dê certo de qualquer jeito. Essa coluna do flamengo postou duas vezes uma matéria que dizia que o marcio araujo tinha o mesmo número de passes que o Iniesta do barcelona na época, kkkkk

  • É incrível como tem torcedor do flamengo conformado. Se tem alguma coisa que aprendi no futebol é que se vc tenta muito tempo com um jogador e não dá certo, NÃO ADIANTA INSISTIR !!!. chega, manda embora. Mas tem baba ovo que gosta do Diego, e quer que ele dê certo de qualquer jeito. Essa coluna do flamengo postou duas vezes uma matéria que dizia que o marcio araujo tinha o mesmo número de passes CERTOS que o Iniesta do barcelona na época, kkkkk

  • Isso garoto! Tá aí uma luz no fim do túnel em nossa frustração. Foi realmente doloroso, frustrante e decepcionante acordar hj e reviver as lembranças do dessa eliminação. Mas seu comentário vai além de sábio, nos acalenta e nos conscienta superar essa eliminação e ao mesmo tempo a encarar essa montanha que ainda nos resta e temos que escalar que é a libertadores e o brasileiro.
    Realmente o jj mudou a cara do time. É notável e nem o pior pecimista pode negar isso.
    E por falar em não “poder negar”, com toda a frustação nos desperdícios nas penalidades, temos que considerar que o dia ontem foi do goleiro “Santos”.
    É isso aí! Foi reconhecendo o trabalho do experiente jj que hj trabalhei com meu manto. Fui zoado, chacotado, agitado mas foi tudo pelo reconhecimento. Erramos em uma bola, apesar das chances que tivemos de matar o jogo em tempo real nos lances de arrascaeta e duas vezes com Lincoln. Abracos a vc meu amigo, leitores e internautas.

  • Meu parceiro concordo com toda analise táctica sua show, o que nao aceito e esses fdps de jogadores nao bater a merda de um penalt decente, tao de sacanagem ne

  • Parabéns peulo texto. Excelente. E é bom lembrar que em todos os finalistas os treinadores de muito mais de um ano de trabalho.

  • Também achei que o time jogou bem, com maior posse de bola. E muitos esquecem que o Athlético é um excelente time, todo o mérito pra eles. Mas o que me deixa mais oito é o desleixo nas cobranças do Diego e do Everton. Parece que se acharam demais ou que são mais espertos que os outros. Cobranças vergonhosas! Em relação ao Vitinho, honestamente eu já esperava que fosse errar, embora tenha batido com seriedade. O Vitinho não deu certo no time, ponto. Acho que um empréstimo, fazer ele jogar em outros ares, pode fazer bem a ele. No Flamengo ele não tem mais suporte da torcida e não tem mais cabeça pra aguentar a pressão.

  • Esse foi a melhor que li no dia de ressaca monstruosa!!!! Sinceramente, não esperava essa eliminação, da maneira que foi tomando um gol de contra-ataque quando estávamos com o resultado que nos interessava. Só faço uma ressalva: não vamos criar expectativas de títulos. Vamos deixar as coisas fluírem naturalmente!!!!!

  • Jornalistas esportivos que vendem suas opiniões para fazerem propaganda enganosa do Flamengo, um time que não ganha nada de importante desde 2009, são corruptos e safados e não valem o que cagam. Diante desta infecção preto e vermelha, que se tornou a mídia brasileira, devo dizer que, a REALIDADE é sempre REALIDADE!!! Por mais que imbecis, boçais e ignorantes tentem burlar os fatos, a REALIDADE SEMPRE PREVALECE !!!

  • Excelente análise Matheus!!
    Entretanto, apesar de concordar com a análise da partida do Diego, acho que muitos de nós não observam que ele tenta assumir um protagonismo que não consegue exercer. Pois além do pênalti, ele perdeu um chance clara de frente para a meta. Embora tivesse muitos jogadores à sua frente, pego como exemplo o Pet, que nessas bolas sempre achava um espaço para decidir uma partida.

  • Perfeita análise, acredito que em breve os leitores dessa coluna ficarão mais por dentro dessa área que poucos entendem e serão menos passionais, nossa torcida é grande mais é uma faca de dois gumes, em relação aos penaltis, acredito que nossa equipe técnica deverá treinar mais os jogadores e darão treinamentos com base estástisca, mudando a forma de bater, sabemos que forte e alto nas laterais tem o melhor indice de aproveitamento então e assim que deve ser batido, os que tiverem melhor aproveitamento serão os cobrados dentre dessa técnica. Estamos bem para o pouco tempo de treinamento. SRN

  • BOM DIA MEUS AMIGOS, O TIME DO FLAMENGO NÃO DÁ AOS SEUS TORCEDORES A PAZ E A TRANQUILIDADE PARA ACREDITAR NO TIME. JOGAMOS UM FUTEBOL BONITO CONTRA O GOIÁS, ATÉ ALI O SEXTO COLOCADO DO BRASILEIRÃO, GOLEAMOS BEM, NO JOGO CONTRA O ATLÉTICO EMPATAMOS E SAÍMOS DA COPA DO BRASIL. LEVANDO EM CONTA OS DESFALQUES JOGAMOS BEM O TEMPO NORMAL DE JOGO MAS O QUE REVOLTOU FORAM AS COBRANÇAS DE PÊNALTIS QUE FORAM MAL BATIDOS POR SOBERBA E PRECIOSISMO DOS JOGADORES, TANTO O DIEGO, COMO O EVERTON RIBEIRO ENFEITARAM AS COBRANÇAS ESQUECENDO QUE AQUILO ERA UMA DECISÃO DE SEMI FINAL E TERIA QUE SER BATIDO COM RAÇA, VONTADE E GARRA. ELES, OS JOGADORES NÃO A TIVERAM HUMILDADE, QUE O ZICO TINHA EM TODOS OS MOMENTOS DE SUA CARREIRA.

  • Criação de sites e aplicativos para celular